Volkswagen Santana está voltando – Sedã já está pronto na China

Novo Volkswagen Santana 2013

No mês passado, o BNDES aprovou financiamento de R$ 342 milhões para a Volkswagen do Brasil e confirmou que o montante seria destinado à produção de novos modelos. A família Up! já estava praticamente confirmada e recentes flagras “oficializam” a linha por aqui. No entanto, um dos modelos ainda era uma incógnita, sendo tratado apenas como um novo sedã médio. Para a alegria dos saudosistas, ele está voltando: o Volkswagen Santana.

Na China, o Novo Santana já é uma realidade. A nova geração substituirá o veterano modelo, o mesmo que foi vendido no Brasil e ainda permanece em linha em três versões. Até a revista inglesa AutoCar já andou em protótipo do modelo, sem o logo da fabricante, mas nem precisava, pois a identidade global já entrega o jogo.

Foto da traseira do Novo Volkswagen Santana 2013

Para o mercado chinês, a Volkswagen decidiu utilizar a mesma plataforma PQ25, ou seja, a mesma do nosso Polo Sedan. É esta plataforma que também deve ser utilizada para a produção do Novo Santana brasileiro (nome que ainda não está definido oficialmente), provavelmente com entre-eixos maior. Com a volta do modelo, a Volkswagen entrará na briga dos sedãs compactos espaçosos, como Chevrolet Cobalt e Nissan Versa, apesar de classifica-lo como sedã médio.

Teste do Novo Santana 2013 na China

Por aqui, o Novo Santana deve ocupar o espaço do atual Polo Sedan, modelo que já está defasado em relação ao europeu, e obviamente, com preço mais atrativo que o Jetta. Podemos esperar assim um Novo Santana equipado com o motor 1.6 de 8 válvulas, o mesmo que equipa as linhas Gol, Fox, Polo e Golf. Uma possível versão 2.0 também pode ser oferecida com atual propulsor 2.0 de 8 válvulas que atualmente entrega até 120 cavalos de potência.

Fotos: AutoCar

Publicidade

89 Comments

  1. DmR

    13 de agosto de 2012 at 22:51

    Dependendo do preço, será líder tranquilamente, pois será o único na categoria que é realmente bonito.

    • D7V5

      14 de agosto de 2012 at 15:04

      Carro caros.

      "Se pensarmos de modo amplo, o que acontece (no Brasil) é uma parceria não escrita entre o governo e as montadoras. As empresas aceitam pagar imposto alto e, em troca, têm a garantia de que as tarifas de importação serão ainda mais altas, minando a concorrência externa e permitindo aos fabricantes do País vender um carro caro e menos equipado do que os estrangeiros.

      Kennethe Rapoza, em reportagem na revista Forbes’: Brasileiros se deixam enganar ao pagar caro por carro

      • Chueks

        29 de agosto de 2012 at 0:37

        Hello there there! This article coludn’t be composed any greater! Reading through via this article reminds me of my earlier space mate! He often held speaking about this. I’ll ahead this short article to him. Fairly confident he’ll possess a excellent study. Thanks for sharing!

    • V8_sempre

      14 de agosto de 2012 at 15:52

      Será coincidência que as montadoras q não possuem grande destaque no mercado de sedans médios ou nem os fabrica aqui no Brasil…

      São as únicas que se arriscam a lançar um "meio-médio" bonitinho ???

  2. PauloRocker

    13 de agosto de 2012 at 22:55

    Bonito, achei interessante, mas teoricamente, de Santana ele só terá o nome mesmo…
    Por que com esses motorzinhos aí…Tá complicado…

    • ovini

      14 de agosto de 2012 at 9:15

      se pelo menos tivesse um turbo ou supercharger

  3. PONCIO PILATOS

    13 de agosto de 2012 at 23:00

    nórrr.

  4. Wellington_L

    13 de agosto de 2012 at 23:07

    Adendo: A plataforma PQ25 é a que está sob a atual geração do Polo no Velho Continente, e não a sob o nosso velho e local conhecido (PQ24).

    Abaixo, reposto o que explanei em matéria recente sobre esse assunto:

    Bem…, venho dizendo isto há tempos: a tecnicamente simplificada variante sedã do atual Volkswagen Polo Mark V – presente no leste europeu e na Ásia – se perfaz como a base estrutural desses modelos apresentados na matéria [Seat Toledo e Skoda Rapid].

    Particularmente falando, não creio que em nosso mercado a nomenclatura Polo Sedan seja preterida em favor da velha Santana.

    De qualquer forma, o citado automóvel – também denominado Vento – já é produzido desde o ano de 2010 nas nações de Índia e Rússia (onde ocorreu seu lançamento).

    Nas imagens abaixo, você e os demais colegas poderão visualizar o dito cujo:

    <img src="http://i1101.photobucket.com/albums/g431/WMESTRE/VolkswagenPoloSed2011-SemiPerfil-Frente-FotoNCS-Reduzida.jpg&quot; border="0" alt="Photobucket">

    <img src="http://i1101.photobucket.com/albums/g431/WMESTRE/VolkswagenPoloSed2011-Perfil-Reduzida.jpg&quot; border="0" alt="Photobucket">

    <img src="http://i1101.photobucket.com/albums/g431/WMESTRE/VolkswagenPoloSed2011-SemiPerfil-Traseira-Reduzida.jpg&quot; border="0" alt="Photobucket">

  5. Kleber

    13 de agosto de 2012 at 23:10

    Será líder dentro da proposta, mas preço e conteúdo irá determinar o sucesso, porque seus concorrentes diretos só grand siena escapa em termos estéticos. Com relação ao motor 1.6 da conta, afinal estamos falando de um "popular metido a besta"

  6. André

    13 de agosto de 2012 at 23:13

    Era só o que me faltava !!!
    Da para ver que o design é barato, com pouco acabamento. O farol dianteiro então nem se fala.
    Mas ainda assim, em termos de design, a VW nem precisou se preocupar muito, pois com o visual dos principais rivais, Cobalt e Versa, era só adotar as linhas retas de toda linha VW e pronto.
    Quanto a motorização, a VW precisa modernizar com URGÊNCIA, e colocar uma opção 1.8, ou melhorar o 1.6, que esta ultrapassado em relação aos motores Sigma Ford, e-torq Fiat e EcoTec Chevrolet.

  7. fabio_augusto

    13 de agosto de 2012 at 23:35

    O Santana antigo não era derivado do Passat alemão?
    Essa geração nova é derivada do Polo?
    Ou seja, foi rebaixado! E voltemos na época do Vectra travestido de Astra mas agora pelas mãos da VW!

    • Leandro1978

      13 de agosto de 2012 at 23:54

      Embora não acredite muito na utilização do nome Santana, acho que deve ser visto como um modelo novo que receberia tal nome, e não com a volta do modelo em questão. Até porque, como você mesmo cita, são modelos de segmentos distintos. Pode até ser que este novo "Santana" seja maior que o antigo, porém um era um médio e outro será um compacto com grande espaço interno, como é esperado dos novos compactos. Aliás, se fosse apostar em um nome, apostaria no nome "Vento".

      Em relação ao Vectra, acho um erro falar em "rebaixamento", porque o Vectra B também era um médio. O C também o foi. Na Europa cresceu e se encaixaria no lugar hoje ocupado pelo Malibu. Em 2005, com a GM em crise e o mercado bem diferente do de hoje, um Vectra C europeu fabricado aqui seria praticamente inviável. Além disso, não resolveria o problema do sedan médio, já que a GM seria "obrigada" a fazer um outro sedan para ocupar o lugar do Vectra, que subiria de categoria. Assim, com nome Vectra ou Astra, o sedan médio aposentado pelo Cruze, viria de qualquer forma. Assim, a GM aproveitou um nome consagrado no mercado. O mesmo ocorre com o Gol G5, de Gol, ele só tem a suspensão traseira, sendo um modelo completamente novo. Agora, será que faria o sucesso que faz com outro nome? Tenho minhas dúvidas.

      • V8_sempre

        14 de agosto de 2012 at 15:00

        Realmente…. E… Lembrando tbem que não houve um VECTRA D (E sim um carro bem maior totalmente novo e sob outro nome)… Pq o VECTRA C foi uma catastrofe nas vendas !

        • Leandro1978

          14 de agosto de 2012 at 15:40

          Tem isso também, falam tanto do Vectra C europeu, mas sempre li que fora um fracasso de vendas. Agora, imagine se a GM o fabricando por aqui, mesmo em crise e com um mercado que, na época, talvez não o consumisse e ainda tendo que fazer um segundo produto, menor, para atender ao mercado. Na minha opinião, receita para mico, crise e fracasso.

      • D7V5

        14 de agosto de 2012 at 15:12

        Vento já é um nome utilizado pela VW da Argentina e México.

        • Leandro1978

          14 de agosto de 2012 at 15:40

          Mas inédito por aqui.

    • V8_sempre

      14 de agosto de 2012 at 15:03

      Que eu saiba… Nosso SANTANA antigo… Era derivado do… GOL G1 a G4 ! Com direito a motor longitudinal e compartilhamento de diversas peças !

      • Leandro1978

        14 de agosto de 2012 at 15:44

        Pô V8, até tu? Que decepção…rs… Embora tenha percebido o seu sarcasmo, vou explicar para os que levarem a sério…rs…Ele era derivado do Passat B2 (1981-88). Utilizava uma plataforma chamada de "B2", para modelos médios, que serviu de base para modelos como o Audi 80, Quattro, VW Passat, etc.

        • Wellington_L

          15 de agosto de 2012 at 4:27

          Pois é…

  8. Fábio

    13 de agosto de 2012 at 23:36

    Pra simplificar a vw colocou o Jetta no lugar do borá e este carro no lugar do polo um pouco maior para concorrer com o cobalt, Versa e cia. Pronto falei.

    • V8_sempre

      14 de agosto de 2012 at 15:04

      Aí vc olha as vendas do POLO SEDAN e dos COBALT e VERSA… Como poderíamos dizer q a VW esta errada? heheh

  9. danieldourado_2

    13 de agosto de 2012 at 23:37

    Esse carro parece mais bonito que o Jetta…

    • D7V5

      14 de agosto de 2012 at 15:14

      O danieldourado ta querendo dizer que o Jetta é feio ehehe.

  10. belmont

    13 de agosto de 2012 at 23:42

    não gosto dessa nova mania das montadoras em ter todos os modelos com praticamente a mesma aparencia. parece ate que é o mesmo carro com nomes e tamanhos diferentes.

  11. Pablo

    13 de agosto de 2012 at 23:48

    Bonito? Sem sal e sem graça como (quase) todo VW… Bom, mas em terra de cego, quem tem olho é Rei! Comparado com Cobalt e Grand Siena, até isso esse santana é bonito…

    • Anderson Rezende

      16 de agosto de 2012 at 18:26

      É disparado muito mais bonito que seus concorrentes diretos… nem tem comparação… e outra essa frente é muito bonita ao meu ver…

  12. alan

    13 de agosto de 2012 at 23:51

    q burrisse da VW…ao inves de trazer nova geração do Polo

    • fernando meier

      13 de agosto de 2012 at 23:12

      burrice não, safadeza!!, pois é mais facil fazer um carro de custo baixissimo, cobrando uma fortuna, do que gastar um pouco a mais e modernizar a linha do polo, ou seja, se depender de mim, vw NUNCA mais!

    • Armando

      14 de agosto de 2012 at 6:51

      Ficaria feliz se fosse uma nova geração de motores. Pois os carros são todos iguais mesmo!

      • Jean

        14 de agosto de 2012 at 9:15

        Realmente a VW poderia estrelar a Guerra dos Clones…pois até mini Darth Vader tem….(mode ironic on)!

      • Dawson

        14 de agosto de 2012 at 9:41

        Pois é… 2.0 com potência dos 1.6 mais novos… e ainda um alcoólatra! Bebe….

        • V8_sempre

          14 de agosto de 2012 at 14:53

          Segundo teste da 4R… O JETTA 2.0 foi muito lerdo… Mas foi econômico !

        • Stark

          14 de agosto de 2012 at 16:53

          Procure se informar pois o 2.0 8V do Jetta foi e está sendo o mais economico em todos os testes e avaliações. Eu mesmo pude comprovar pessoalmente e não sei o que a VW aprontou nesse motor!
          Nunca que eu trocaria economia por cavalos.

    • V8_sempre

      14 de agosto de 2012 at 14:52

      POLO é um carro muito pequeno e que custaria muito caro por aqui ! Nesse caso… Eu ficaria com esse SANTANA !

      Gostem ou não… Certamente… Venderá muito mais que os POLOs no Brasil… Que quase nem existiram nos números de vendas ! Como a experiência de outras montadoras demonstraram !

      • marcelo

        16 de agosto de 2012 at 12:04

        concordo man, nunca aceitei muito essa idéia da volks vender o polo a preço de carro de luxo.

      • pedro antonio nunes

        13 de novembro de 2012 at 11:39

        oha amigo eu tenho um santana ano 94 mais foi o melhor carro de minha vida ele e2.0 meus parabens a vokeswague ele e um carro que tem coragem e bom mais da conta o meu eu nao vendo nunca e o meu chodor e um presente que deus me deu bom dia pra todos amigos

        • PEDRO MACEDO

          13 de novembro de 2012 at 20:36

          EU TAMBEM. tENHO UM SANTANA 2006 1.8 COMFORTILINE COM 34 MIL KM. ESTA OTIMO UM CARRÃO. PARABENS A VOLKSWAGEN PELA VOLTA DO SANTANA.
          PEDRO MACEDO

  13. JPaulo

    13 de agosto de 2012 at 23:51

    Boas vindas ao novo Santana. Tomara que a VW conserve o nome, pois ainda tem peso. Pena que não será mais um modelo top da VW e sim um carro para competir com o horroroso Cobalt e que com certeza se vier com preço competitivo irá fazer sucesso.

  14. H_Joe

    13 de agosto de 2012 at 23:53

    Ah vai atrair os saudosistas, se tiver o porte do Polo, o motor 2.0 atual dá conta do recado sem problemas. Mas há indícios, conjecturas, suspeitas, de que um novo motor seria produzido, 1.6 litros na faixa dos 120cv, até onde é boato não sei, apenas li na Car and Driver de Julho.

    Sem mais, é um carro bonito, tem um grande nome no mercado brasileiro e de certo vai ter sua faixa neste mercado garantida.

  15. Alan

    13 de agosto de 2012 at 23:56

    Outro Jettinha ?

    Que falta de criatividade no design!

  16. Lucas_Z

    13 de agosto de 2012 at 23:59

    O motor nós ja temos aqui, só falta trazer a carroça.

  17. alex

    14 de agosto de 2012 at 1:16

    bonito mas é mais um produto para botar no c….. dos brasileiros, resumindo um rostinho bonito com recheio de restos de carros velhos beberrões poluentes e com pouca segurança e tecnologia, tenho um golf 2011`com esse motor 2.0 de 120 cv uma verdadeira BOMBA bebi como um landau dos anos 70 faz de 5 a 6 km/l de gasolina e 3 km/l com álcool um absurdo.

    • Stark

      14 de agosto de 2012 at 16:58

      Não li isso meu deus!! Impossível consumir desse jeito amigo! Leve na concessionária para revisão pois tem problema.

    • manoel Candido

      19 de agosto de 2012 at 12:30

      este motor não é beberão de jeito nenehum pois tenho ele no jetta e ele faz até 9km/l na cidade e faz tranquilamente 12 na estrada. falam que ele é fraco mas veja só a comparação técnica feita com o corola:
      O Motor do Jetta 2.0 não é fraco e antigo. Apesar de falarem que é antigo o 2.0 aspirado de apenas 116 voce não faz feio num motor que dizem ter 144cv. Acho que estes 144 Pangarés não tem o rendimento que o confiável Volks de 116 cv tem. Vamos comparar agora o torque: Toyota corola tem 18 mkgf de torque com 144 cv e Volkswagen Jetta 18,4 mkgf com apenas 116cv. Torque é força e nisso o motorzinho que diz ser fraco faz bonito. Acho que estes 144cv é uma pura enganação ou o confiável motor do Jetta tem melhor desempenho com menor potencia.

  18. luciano

    14 de agosto de 2012 at 7:38

    Devemos começar a dizer não a esses projetos a países emergentes, já tivemos carros mais atualizados…agora e (Fr)àgile com base do Corsa Wind e por aí vai. Digo não a isso e só compro carros de marcas que realmente trazem NOVIDADES.

  19. PKuster

    14 de agosto de 2012 at 7:45

    É, o BNDES financia tudo. Até fábricas de LIXO !

    • D7V5

      14 de agosto de 2012 at 15:15

      a palavra é reclicagem ehehe.

  20. cinho

    14 de agosto de 2012 at 7:47

    parece com lanterna do audi a4

  21. Matheus

    14 de agosto de 2012 at 7:51

    Até q essa trazeira cairia bem no novo voyage!

  22. Limelight

    14 de agosto de 2012 at 8:42

    Às vésperas da apresentação do Novo Golf europeu, trazendo nova identidade visual da marca, com certeza, puxando as novas gerações de toda linha VW; eis que querem trazer este "Santana" já cansado. Sofre do mesmo mal o recém face lift de Gol e Voyage, que já nascem velhos, e mais uma vez vão ficar pra trás.

  23. kitokar

    14 de agosto de 2012 at 9:19

    Resumo da estória: a VW está trocando 6 por meia duzia.

  24. Milano.

    14 de agosto de 2012 at 9:25

    UHhhhh um 2.0 que entrega ate 120 cv de potencia… É muita emoção.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Lixo, Lixo, Lixo e mais Lixo.
    Povo mediocre, carros mediocres, milhonarios sorridentes.

  25. Tempero

    14 de agosto de 2012 at 9:50

    Esse carro é muito parecido com o Jetta. Muita gente não vai ser capaz de diferenciar um do outro. Os entendidos sim, mas a grande massa não. Acho que vai prejudicar o Jetta.

  26. Rodrigo

    14 de agosto de 2012 at 10:21

    Povo aqui reclama demais.

    Parecido com o Jetta aonde, os faróis dianteiro são totalmente diferente. Vamos lá pessoal, queira ou não queira o Brasil é um país emergente e o pior, aqui tudo é caro, impostos e assim por diante. Porém pelo menos tem algo ai bom, será um carro moderno, maior que Cobalt e Grand Siena, só que maior que os dois, já que ele será maior até que o antigo Santana.

    Sobre motor, ai acho meio estranho, pois já se sabe que a Volkswagen esta trabalhando em novos motores baseados nos motores europeus, baseados, serão motores modernos, acho que ela não aposenta somente o 2.0, mas o 2.0 é um bom motor e confiável também. Para o seguimento que o carro irá brigar, o 2.0 esta de bom tamanho. Sem mencionar que foi dito que teremos novos motores em 2014, 1.0 de 3 cilindros, 1.6 de 16v e partes em alumínio, todos derivados de motores feitos na Europa, e o problema é este, isso é achismo em achar que usará tais motores antigos, já que no ano de 2014 surge os novos motores.

    • Stark

      14 de agosto de 2012 at 17:08

      Em mercado que Cobalt 1.4 quase chega a 48k, se vier com Motor 2.0 por 45k é lucro!

  27. Gustavo

    14 de agosto de 2012 at 10:49

    As marcas terem uma identidade é legal, torna a marca reconhecida facilmente na rua, mas aplicar a todos os modelos a mesma cara é frustrante, porquê não seguimentar? um identidade para uma linha tipo Gol, Voyage, Fox e talvez este futuro Santana ou Vento, e outra para os carros mais tops, Jetta, Passat, Touareg e etc… é complicado vc comprar um carro considerado top de linha e olhar um Voyage quase a metade do valor com a mesma cara… deveria haver algumas diferenças ou detalhes mais evidentes, para diferenciar um produto em que vc paga um valor mais alto.

    Este novo carro ficou bonito, se comparar aos demais, Cobalt e Versa, Etios então… ele ficará lindo! rs mas realmente se já existe o Polo que é um excelente carro, pq inventar outro? simples, vamos lucrar mais fazendo um com custo mais baixo, agora e o Polo Hatch? cadê um concorrente para a linha chamada premium? será apenas o Golf?

    • Milton_GT

      14 de agosto de 2012 at 14:04

      O Polo não é um excelente carro, ele não tem sub-chassi, portanto é barulhento, tem suspensão dura e é meio apertadinho por dentro, comparado aos modelos atuais. Ele foi um excelente carro quando foi lançado, há muito tempo atrás, comparado aos concorrentes, que aliás já saíram todos de linha.

      • V8_sempre

        14 de agosto de 2012 at 15:12

        Em geral… POLO é considerado um carro melhor que seu PUNTO.

        Sub-chassi não faz milagre nenhum ! Na verdade, o grande ganho, é simplificar a montagem na fábrica !

        Concordo, como o novo padrão no mercado… Os 2 estão antiquados demais no quesito espaço x custo x benefício !

        Suspensão dura… Tbem não gosto ! Mas assim como o design… Depende do gosto do freguês ! Quem compra VW, já até sabe o que vai encontrar ! Boa dirigibilidade… Em detrimento do conforto !

        • Milton_GT

          14 de agosto de 2012 at 20:52

          Não concordo, nunca, jamais consideraria o Polo melhor do que o Punto. Porque:
          1) O projeto do Polo é antigo, ele não tem sub-chassi é duro e barulhento.
          2) O dois motores disponíveis para o Polo são motores antigos enfim são duas porcarias.
          3) O Polo tem bancos normais, iguais ao do Gol e é apertadinho por dentro.
          4) A única coisa boa do Polo é o cambio (e olha que o automatizado é da Fiat).
          5) O Polo custa, com equipamentos semelhantes, 7 Mil a mais do que o correspondente Punto.
          6) Por último: O Polo não tem todos os equipamentos e mimos disponíveis para o Punto.

          Quanto ao Punto, ele é um carro moderno, mesma versão do europeu e não vou ficar perdendo meu tempo aqui explicando, largue suas revistas, vá a uma concessionária Fiat e veja por si. Mas não faça teste drive, senão você vai se endividar porque vai querer comprar um de qualquer jeito.

          Eu tenho carro desde bem jovem (1967 – tenho idade sim), já comprei inúmeros carros zero km das marcas mais variadas, tive até um Ford Mustang e um Chrysler Le Baron (ambos V8) e hoje posso dizer que o meu Punto HLX 1.8 foi e é o melhor carro que eu já tive. E pretendo trocá-lo por outro.

          • Docsa

            19 de agosto de 2012 at 9:20

            Não é interessante seu Wellington_L colocar uma foto dessas, haja vista não falar de coisas boas, as vezes as palavras não traduz a realidade do post, aquela foto do macaco é mais humana, vê se tem mais cuidado com suas imaginações.

  28. Calferr

    14 de agosto de 2012 at 11:31

    O nome ainda não foi definido? Ahahahah É lógico que vai ser Santana! pois a VW adora reeditar (ou seria ressucitar) nomes.
    No caso da VWB a mentalidade é esta, carros de terceiro mundo para o Brasil, afinal os brasileiros não merecem nada além disso. Nada de Golf VII, isso é para a Alemanha, vamos ter Up e Santana.

    • Doidão

      14 de agosto de 2012 at 16:33

      Mas concerteza o Golf VII, tem que ser primeiro na Alemanha, afinal lá é a Sede da marca.

  29. Zé Fini

    14 de agosto de 2012 at 11:42

    Pelo menos não recebeu a "cara de Fox"…ainda.

  30. Santos

    14 de agosto de 2012 at 12:58

    acorda povo mediocre! a vw so não tras carros como polo europeu ou golf, porq a porra do imposto do Brasil é um roubo…. vcs não que chorar para as montadoras e sim para Dilma.

  31. Prata

    14 de agosto de 2012 at 13:02

    Acho que a VW deveria voltar a fabricar o Fusca a Brasilia o DKV a Variante, porque ja temos o Gol, o Voyage e agora o Santana, ambos todos defasados.

    • Rodrigo

      14 de agosto de 2012 at 13:17

      Defasados, se formos olhar os concorrentes, os concorrentes são defasados em vista ao Gol, digo das 4 grandes. Novo Palio e suas novas derivações, usam a mesma plataforma, o motor E-Torq não passam dos cricados Tritecs com peças redesenhadas e nem se fala no Cobalt que usa a base do Ágile e assim por diante.

      Este pelo menos usará uma base considerada ainda moderna, mesmo com a adoção da MQB e pronto. Este será um carro atual para países emergentes e pronto. Será maior que Cobalt e CIA e terá preços próximos, ou seja, terá um custo/benefício muito maior que eles, e a empresa não esta enganando ninguém, ela esta deixando claro que ele irá brigar e que não espere luxo, esta sendo honesta. Então compre o HB20 e o sedã dele, pois quando sair o comercial deles: "O melhor e mais moderno Hacht popular do mundo, consumiu mais de 1 bilhão de dólares em sua produção, Hyundai HB20, o melhor carro de todos os tempos".

      • Brazuca

        14 de agosto de 2012 at 17:58

        Fiesta Rocam defasado em relação ao Gol?
        Novo Uno defasado em relação ao Gol?
        Cobalt com base de Ágile?

        • Wellington_L

          15 de agosto de 2012 at 4:54

          Pois é…, ser fã é uma coisa… Expor informações inverídicas é outra…

          De qualquer forma, alguns adendos:

          ■ O Ford Fiesta Rocam (segmento B) não atua comercialmente na categoria em que se encontra o Volkswagen Gol (segmento A);

          ■ O Novo Fiat Uno – infelizmente – é tecnicamente inferior (não muito…, diga-se de passagem) em relação ao produto da montadora alemã.

          P.S.: A atual referência tecnológica entre os "compactos de entrada" é advinda do modelo Nissan March.

          • Vw man

            15 de agosto de 2012 at 21:15

            desinformado, o Cobalt usa a nova plataforma mundial da GM, tem no Agile apenas e semelhança no design feio. E que venha o SANTANA.

          • Wellington_L

            16 de agosto de 2012 at 11:55

            A sua resposta é direcionada ao outro colega…, não é?…

    • Doidão

      14 de agosto de 2012 at 16:34

      So acho assim, pra mim que não tenho carro nenhum, qualquer um desses que você citou ai em cima serve rsrsrsrsr.

  32. Milton_GT

    14 de agosto de 2012 at 14:16

    Os brasileiros merecem!
    Agora só falta a GM trazer o Monza de volta.
    Afinal brasileiro compra qualquer coisa mesmo, basta ter 4 rodas e ser bonitinho. Aqui vende até QQ.
    E o pior é que o brasileiro paga tudo a preço de ouro.
    Existem exceções nas quais me incluo, que são pessoas com algum conhecimento em automóveis, mas somos poucos, não fazemos diferença no mercado.
    Olha aí uma boa pesquisa para o Carplace fazer: "Se você fosse comprar um carro hoje, qual compraria?" e poderia participar sendo ou proprietário de um automóvel, teria só que responder duas perguntas: "Qual o carro que você tem?" "Foi comprado Zero Km ou Usado?"
    Para os que não tivessem carro, se faria uma tabulação separada.
    Fica aí a sugestão.

    • V8_sempre

      14 de agosto de 2012 at 15:16

      Me desculpe…

      Se o nome do carro dissesse tudo sobre ele… O NOVO UNO, PALIO e GRAND SIENA seriam umas porcarias tbem…

      Embora certamente não seja um carro refinado (Como 90% dos carros feitos no Brasil)… Creio que nem precisa dizer que de SANTANA, esse modelo só tem o nome !

      Me desculpe de novo…

      Mas se fosse tão entendido assim de carro… Saberia que devemos esperar o modelo ser lançado, andar nele, ver seus dados dinâmicos, seu custo x benefício… E aí sim… Poderíamos julga-lo !

      • Leandro1978

        14 de agosto de 2012 at 15:47

        Olha, já que ele lembrou do Monza, será que o Cruze faria ainda mais sucesso, caso se chamasse de Monza?

      • Milton_GT

        14 de agosto de 2012 at 20:56

        Impossível dialogar com alguém que odeia tanto a Fiat e ainda se acha entendido de carro.
        E fica pedindo desculpas porque sabe que vai falar besteira.

      • Santos

        16 de agosto de 2012 at 10:04

        Adorei a Resposta!

    • Doidão

      14 de agosto de 2012 at 16:37

      Pelo menos monza era uma carrão, se aparecer um em bom estado de conservação compro na hora.

  33. Luan

    14 de agosto de 2012 at 14:39

    Mais um Clone…Com motor da década de 90 e um acabamento que nem se fala..

  34. D7V5

    14 de agosto de 2012 at 15:16

    Carros caros.

    "Se pensarmos de modo amplo, o que acontece (no Brasil) é uma parceria não escrita entre o governo e as montadoras. As empresas aceitam pagar imposto alto e, em troca, têm a garantia de que as tarifas de importação serão ainda mais altas, minando a concorrência externa e permitindo aos fabricantes do País vender um carro caro e menos equipado do que os estrangeiros.

    Kennethe Rapoza, em reportagem na revista Forbes’: Brasileiros se deixam enganar ao pagar caro por carro

  35. Louis

    14 de agosto de 2012 at 15:59

    Eu que não simpatizo com a VW Brasil, gostei deste carro das fotos! Se for para concorrer com a bizarrice Cobalt, tá ótimo.
    E acho que seria uma bela tacada utilizar o nome Santana. Muitos aqui ainda compram pelo nome, faria sucesso sem dúvida.

  36. Rodrigo

    14 de agosto de 2012 at 19:08

    Engraçado que ele, este modelo usara plataforma moderna, será um projeto moderno e atual, pois até lá, até 2014 ele sofrerá mudanças, pois o Golf VII trará refinamento na identidade visual da marca, com adoções de um pouco mais de vincos e linhas menos retas, até lá terá mudanças enormes. Porém a Volkswagen decidiu que ele será m sedã de porte médio de baixo custo, para brigar com os outros que se dizem médios como o Cobalt e o Grand Siena.

    Qual a tacada da Volkswagen, oferecer mais por menos, digo no espaço e conforto, já que no Brasil, mais é só isso. vale lembrar e eu já disse, 2014 surge novos motores baseados nos motores europeus e isso ninguém lembra.

  37. MARCELINO

    14 de agosto de 2012 at 21:24

    VAI VENDER SE TIVER PREÇO ATÉ 45 MIL , ACIMA FICA DIFICIL P/ VW ,GRANSIENA, COBALT,VERSA ESSES JÁ CONQUISTARAM SEUS DONOS E SEUS LUGARES.

  38. MARCELINO

    14 de agosto de 2012 at 21:24

    PREFIRO O FLUENCE.

    • Wellington_L

      15 de agosto de 2012 at 5:16

      Prefiro um Azera…

      P.S.: Rir faz bem à saúde.

      • haha

        15 de agosto de 2012 at 20:41

        hahaha curti

  39. Felipe

    17 de agosto de 2012 at 23:02

    o que todo mundo critica, é pqe a VW está "ressulcitando" models, assim como fez com o Voyage…só que em questão de marketin, isso será uma explosão…Santana sempre foi visto como um carro execultivo, hoje em dia ainda se encontram no meio de caros de elite execultiva, no meio dos Astras e Vectras por ai…mesmo estando fora de linha…do mesmo modo que aconteceu com o Voyage…se ele voltasse com outro nome, creio que muitos não iriam com a cara do sedãzinho…gostei do veículo, achei bonito, elegante, só acho que a VW deveria valorizar um pouco mais seus motores, e ressulcitar também não só os modelos, mas também uma "reestilização" do motor AP, com um comando de válvulas mais suave, e sistema mais moderno de silenciador de escapamento…acho que é o melhor motor 8V produzido no Brasil (não destratando os "MPFI")

  40. FLávio

    18 de agosto de 2012 at 11:19

    motor 1.6 mais potente do que o antigo 2.0 …quem fizer o teste drive vai comprovar!! ..mas a unica coisa que não estou gostando muito é do mesmo desenho característico dos modelos atuais Voyage, Jetta, Passat e Phaeton …estão ficando todos iguais.

  41. Jonerval Dijipa

    22 de agosto de 2012 at 16:49

    Nosso Brasil é um pais lascado mesmo, deem uma olhada no site da VW na alemanha e vejam a diferença, para o Brasil só vem o resto do resto e pelo dobro do preço.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>