CARPLACE

Test-Drive Off-Road: Troller T4 2012

A Copa Troller, promovida pela marca subsidiária da Ford, completa 10 anos como um dos ralis de regularidade mais importantes do País. Neste ano, ganha um novo sistema de competição e já bateu recorde de inscrições. Para mostrar um pouco dos desafios que os competidores encaram, a Troller convidou o CARPLACE para um test drive diferente: três horas a bordo do modelo passando pelos mais variados tipos de terreno. Confira.

A Copa Troller tem como característica percorrer trilhas em várias cidades do Brasil. Da mesma forma, enfrentamos algumas trilhas no região de Itupeva, interior de São Paulo, o que incluiu asfalto e estradas de terra e lama.

O Troller T4 é equipado com motor 3.0 NGD (New Generation Diesel) que entrega 163 cv potência e torque de 38,75 kgfm disponíveis entre 1.600 e 2.200 rpm. Este motor é produzido pela MWM-International e conta com turbo e intercooler, acelerador eletrônico e injeção common-rail de terceira geração. Obviamente possui tração 4×4 e também dispõe de diferencial traseiro autoblocante.

Para poder encarar terrenos mais acidentados, o Troller T4 possui vão livre do solo de 31,5 centímetros e com ângulo de entrada de 50 graus e de saída de 37 graus. Com estes atributos, encaramos uma estrada de terra bastante irregular, composta por rochas e grandes depressões, mas que foram superadas com facilidade pelo T4. Mesmo em condições mais severas, o generoso torque de 38,8 kgfm conferiu facilidade para avançar.

Oficialmente, o T4 tem capacidade para rodar trechos alagados e córregos com até 80 cm de profundidade. Em nosso teste, não passamos por um rio, mas entramos numa estreita trilha bem ocupada pela vegetação e com trechos de muita lama. Com o 4×4 acionado, o T4 passou sem dificuldades.

Mesmo sendo um carro essencialmente voltado para o off-road, o Troller T4 vem equipado de série com direção hidráulica, ar-condicionado, vidros, travas e retrovisores elétricos. Rodamos grande parte do tempo com o ar-condicionado ligado, com três pessoas a bordo, e o desempenho do motor permaneceu praticamente inalterado. A direção hidráulica tem peso adequado para a proposta do carro, assim como a suspensão. Mesmo rodando em 80% do tempo em trechos off-road, o T4 se demonstrou um veículo confortável, dada a combinação de ajuste de sua suspensão com os bancos de densidade macia. No entanto, o acabamento interno pode ser considerado como “rústico”, assim como a construção da carroceria feita em material compósito (uma resina poliéster reforçada com fibra de vidro) que tem como diferencial não enferrujar e ser muito resistente.

Em estrada pavimentada, o motor também desenvolve bem. Com as duas primeiras marchas mais curtas, o T4 se torna ágil no trânsito urbano. No outro extremo, a quinta marcha é mais longa, fato que reduz o ruído interno e também contribui para a redução do consumo.

Em resumo, o Troller T4 ofereceu relativo conforto, considerando a proposta do seu segmento, e exibiu uma performance off-road satisfatória. É um veículo que oferece um conjunto mecânico robusto e muita segurança para encarar caminhos não tão amigáveis.

O Troller T4 é oferecido pelo preço inicial de R$ 85.617 com dois anos de garantia.

Ficha Técnica: Troller T4 2012

Copa Troller também possui categoria Passeio

A Copa Troller é bastante abrangente. Além das categorias de “competição”, também oferece uma opção mais “light” destinada à família e aos competidores de primeira viagem que ao invés de uma prova preferem curtir a natureza em um passeio 4×4. Esta é a categoria Passeio, a qual possui percurso feito sem planilhas e prova toda realizada em comboio, mantendo a segurança.

Clique aqui para saber mais sobre a Copa Troller.

Galeria de Fotos: Test-drive Troller T4 2012

Publicidade
Publicidade

17 comentários

  1. Básico Mau

    19 de junho de 2012 at 11:18

    UM INTERESSANTE VEICULO PARA FINAL DE SEMANA
    pARA O DIA DIA NO TRANSITO URBANO NÃO DÁ!!!

    • Louis

      19 de junho de 2012 at 14:12

      Passa a régua e fecha a conta

  2. H_Joe

    19 de junho de 2012 at 11:21

    "No entanto, o acabamento interno pode ser considerado como “rústico” "

    O que vocês queriam? Painel com detalhes em madeira e couro, para combinar com os bancos? Hahaha… Então quem sabe ar digital ou bancos elétricos… é um jipão está totalmente de acordo com a proposta dele. Brincadeiras a parte só acho que poderia ter Airbags e ABS-Offroad…

    Mas acho que pelo preço é interessante investir mais uns 15 ou 20 mil (quem tiver disponibilidade) em um Wrangler, especialmente após a atualização do conjunto mecânico, e oferece câmbio automático… Enfim, ai é do gosto e do bolso de cada comprador.

    Excelente matéria Carplace!

    • cado

      19 de junho de 2012 at 11:37

      H_Joe, tem que considerar que o cara não gosta de dirigir sentado, então pode-se esperar de tudo. Imagina ter que manusear o volante com as mãos, que absurdo! haha

      • H_Joe

        19 de junho de 2012 at 11:41

        Hahahahahahahahaha tinha esquecido desse detalhe, muito bem lembrado! Vendo por esse ponto de vista, o Troller é bem indicado então, basta tirar a capota rígida que ele poderá dirigir em pé tranquilamente!

    • Cristiano Tratores

      19 de junho de 2012 at 12:34

      CONCORDO CONTIGO!!!

      De fato o carro é muito bom, fiquei apaixonado pelo amarelinho e aquele verdinho, mas o amarelinho estava muito bonito nas fotos. Tenho vontade de dirigir os dois, o T4 e o Wrangler. Ambos são carros emblemáticos. O T4 é praticamente cópia da versão anterior do Wrangler.

  3. Paulo Bertinelli

    19 de junho de 2012 at 11:52

    Melhor Off-Road até 100k

  4. charle bronson

    19 de junho de 2012 at 11:53

    A Marruá é mais casca grossa…. mas em acabamento e beleza o Troller dá de 1000 na Marruá.

  5. Victor Hugo

    19 de junho de 2012 at 12:20

    reporter animal!! andando no asfalto com a tração 4×4 acionada!

    • CARPLACE

      19 de junho de 2012 at 12:24

      Recomendação do navegador da Troller que estava acompanhando…. Como o trajeto em asfalto era curto, sugeriu manter acionado. Estava no modo 4×4 H, se estivesse no modo L (low) para mais força em baixa rotação, seu comentário faria mais sentido.

      • Cristiano Tratores

        19 de junho de 2012 at 12:35

        Entendi também. Obrigado por nos avisar. Até foi bom para checar o nível de ruído e vibração nesse modo no asfalto quando se demanda mais velocidade.

    • danieldourado_2

      19 de junho de 2012 at 12:52

      Toma, besta.

  6. fabio_augusto

    19 de junho de 2012 at 12:46

    Eu torcia pra que um dia a Troller se tornasse uma marca do nipe da Land Rover, com jipões mais modernos. Agora que foi comprada pela Ford perdeu toda a graça, já que não é mais uma marca genuinamente brasileira. Tb seria dificil rolar algo assim com esse governinho…

    • Pafi

      19 de junho de 2012 at 14:31

      …o qual vocês elegeram.

  7. Telmo

    19 de junho de 2012 at 19:56

    Já estou no meu segundo Troller e sempre os usei, além de trilhas pesadas e expedições, como carro do dia a dia e não vejo o menor problema em usá-lo no trânsito.

  8. RodolfoZacarias

    20 de junho de 2012 at 4:21

    Troller é de fibra de vidro com resina. Essa combinações deixa essa carroceria eternamente sem ferrugem. Ótimo Jipe, logo terei o meu. Espero que não parem de fabricar e que atualizem o motor(MWM) e o painel (do Ecosport da ford). O motor sei que é excelente, pois vejo vários comentários sobre pessoas que usam MWM DIZEM QUE TEM ÓTIMA DURABILIDADE. Espero que coloquem o novo painel do NOVO ECOSPORT… ficou muito Show ! tem vídeos no Youtube do Troller T4 subindo ate árvores !

  9. ELEOPOLDO

    21 de junho de 2012 at 12:40

    Senhores, isto é jipinho de plástico, experimente um CJ5 FORD , 1980, 4 cilindros, 4 marchas,motor MAVERICK, depois conversamos.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>