CARPLACE

Segredo: novo motor 1.6 16V da VW chega em 2014 sob o capô da Saveiro

vw-saveiro-2014-01-620x428

A Volkswagen parece mesmo disposta a correr atrás do tempo (e do mercado) perdido. Além de trazer o novo Golf já da Alemanha – em vez de aguardar a produção mexicana ano que vem -, agora a marca finaliza dos testes da versão brasileira do Up! e do novo motor 1.6 16V da família EA211, que vai estrear (quem diria!) sob o capô da Saveiro.

Até então, tudo estava certo para que o bloco 1.6 fosse lançado junto com o Santana, mas, pelo que apuramos junto a fontes na apresentação do novo Golf, o projeto do sedã (que substituiria o Polo três volumes) voltou para a gaveta. Pelo que ouvimos, o carro não teve o desempenho esperado nas clínicas com consumidores e agora aguarda uma posição sobre o destino do projeto – se sofrerá modificações para o nosso mercado ou simplesmente será abortado de vez.

Motor 1.0 12V é da mesma família EA211 do futuro 1.6 16V

Motor 1.0 12V é da mesma família EA211 do futuro 1.6 16V

Desta forma, ainda de acordo com nossos informantes, a primazia de uso do novo motor vai caber à Saveiro. A previsão é de que a picape vitaminada chegue no primeiro semestre de 2014, após o lançamento do Up!, que debutará nas lojas em fevereiro. Como noticiamos na época em que começou a se cogitar a vinda do Santana, o motor EA211 1.6 16V Flex (da mesma família do novo 1.0 12V inaugurado aqui pelo Fox Bluemotion) renderá até 120 cv com etanol e terá tecnologia de aquecimento do combustível vegetal para eliminar o tanquinho de gasolina da partida a frio. Fora isso, essa família de motores traz comando de válvulas variável na admissão e o coletor de escape integrado ao cabeçote, para que atinja a temperatura ideal de trabalho mais rapidamente.

Depois da picape, que ficará mais forte para enfrentar a eterna rival Fiat Strada (que conta até com um 1.8 16V de 132 cv), o destino do novo 1.6 16V será o restante da linha Gol e Voyage, Fox (este já com a reestilização prevista para o ano que vem) e talvez até uma futura versão de entrada do novo Golf. Mas isso só quando ele for fabricado no Brasil, o que acontecerá apenas em 2015.

Publicidade

91 comentários

  1. Sinatra

    16 de agosto de 2013 at 15:14

    Até agora não entendi qual a proposta do tal Santana. A VW tem o Voyage como sedan pequeno, o Jetta como médio e o Passat como grande. Porque precisam de mais um sedan?

    • Wilson Prado

      16 de agosto de 2013 at 15:24

      Acho que é pelo mesmo motivo de a Chevrolet ter o Onix e o Cobalt, querem ganhar em qualquer segmento

      • Jeff_Brown

        16 de agosto de 2013 at 16:04

        Olha só quantos sedans a GM tem aqui: Classic, Prisma, Cobalt, Cruze, Malibu.
        Só com os sedans a GM tem boa parte das vendas abaixo de 45 mil reais.
        A VW precisa mesmo de algo, pois o Voyage não tem força para encarar o Siena e ainda está perdendo para o Classic, Cobalt e logo logo para o Prisma.
        O Santana não é bonito e provavelmente a VW deveria estar imaginando cobrar 50-55 mil reais e oferecer o mesmo que Cobalt… então alguém avisou que sem ter um design que chamasse a atençao e sem ser bem equipado não teria boas vendas.

        • Punto

          16 de agosto de 2013 at 17:09

          "Força" = carro com espaço de médio e mecânica de compacto, com preço intermediário.

        • dniro2011

          16 de agosto de 2013 at 19:30

          Entao é bom que não tragam o novo Santana pois o VerSA completo está em torno de 45k e logo começara a ser fabricado aqui só mesmo um fanboy da marca pra pagar de 5 a 10 mil mais caro.

        • Darthvex

          17 de agosto de 2013 at 10:47

          O Classic já acabou.

          • JCS_2000

            18 de agosto de 2013 at 0:18

            Ainda não. Vira da Argentina.

        • Zetros

          18 de agosto de 2013 at 16:28

          Beleza é algo bem subjetivo. Eu achei ele bonito, mas o que matou ele ou qualquer carro da VW é simplesmente o preço pelo que oferece.

          Acho que a VW deveria fazer algumas modificações melhorando o acabamento e equipamentos(o painel é mais pobre que o do Voyage segundo a 4 Rodas) e vendê-lo aqui para concorrer com Cobat, Grand Siena, Versa, etc..

      • Tadeu Gouveia

        17 de agosto de 2013 at 0:34

        Prisma, Cobalt e Sonic, muito próximos no tamanho e algumas versões do irmão menor são mais caras que do irmão maior, ou seja, a VW quer fazer igual, bem observado.
        Agora o próprio texto responde, não é que precisem de mais um, seria para substituir o Polo Sedan… o Sinatra não leu a reportagem toda…. hehehe

        • marciors01

          23 de agosto de 2013 at 9:14

          Tadeu, o sonic é claramente superior aos dois primeiros, basta entrar nos carros.
          Prisma e cobalt estão longe de ter tamanho semelhante, o prisma é claramente um compacto superfaturado já que oferece menos espaço, conforto, qualidade de materiais e acabamento se comparado o cobalt, que é superior em quase tudo.
          Custam o mesmo somente porque o consumidor aceitou pagar caro no prisma que claramente não vale o que custa.
          O espaço do cobalt é digno de um médio, é superior ao espaço interno do cruze, o que falta para o carro são motores um pouco melhores, mas ainda assim as qualidades do carro são muito boas.

    • The Voice

      16 de agosto de 2013 at 15:24

      É para competir num mercado de sedãs compactos premium, q ñ são premium, como Grand Siena, City, New Fiesta Sedan e CIA Ltda, o Santana substituiria o Polo Sedan, e ficaria entre o Voyage e o Jetta.

    • PerobaC

      16 de agosto de 2013 at 16:19

      Não precisará.
      Santana voltou pra geladeira.

      Dele restou só o motor 1.6 melhorado. Espero que faça bonito ….

    • Nivaldo

      16 de agosto de 2013 at 16:57

      primeiro vc ja respondeu
      segundo ele teria que vir no preço entre os sedan que vc mencionou?,
      E para que isso acontecesse o que:
      teria que vir hoj num valor ao redor de R$42.000,00, e , e ,e , teria que vir despojado, pelado sem nada
      e ai vc compraria algum, não as vezes o mercado diz não as bobagens dos fabricantes
      na realidade a VW iria dar um tiro no próprio pé, ou seja ai não dá doi$$$$$$$$$$

      • Zetros

        18 de agosto de 2013 at 16:36

        Mas aí não precisaria vir pelado. A VW deveria mudar essa má estratégia(eu sei que é difícil em se tratando de VW, rsrs).

        Além do mais, esses consumidores que participam dessas clínicas as vezes fazem muita besteira. Um exemplo disso, aconteceu na clinica que a GM fez com o Cruze e esses consumidores não "aceitaram" o motor 1.4 turbo mais moderno e optaram pelo 1.8 16v que a GM colocou no carro.

        Por outro lado, a VW tbm fez besteira ao trazer simplesmente o mesmo modelo com acabamento para o mercado chinês e apresentá-lo aos consumidores em potencial por um preço estimado exageradamente alto. Aí realmente, ninguém iria aceitar.

    • Renato_Duarte

      16 de agosto de 2013 at 17:35

      com o tanto de sedan que tem ,, não vende muito,, um a mais num vai adiantar em nada pra VW

      • Pimentel_

        16 de agosto de 2013 at 23:16

        Não entendi sua colocação. A Chevrolet tem Prisma, Classic e Cobalt. A Fiat tem Siena e Grand Siena atuando em 2 faixas de preço e de compradores, a VW só tem o Voyage. O Santana parece que preencheria um vazio que existe no segmento de sedãs compactos com tamanho de médio. O problema, provavelmente, é esse que foi atestado nas clínicas, o Santana chinês não agradou muito os brasileiros, provavelmente não o suficiente para que compradores em potencial estivessem dispostos a pagar o que a VW gostaria. Quem sabe com algumas modificações ele ainda dê as caras no Brasil, mas fica óbvio a falta de sedãs populares da VW no mercado brasileiro. Na minha opinião, deveriam apenas trazer o Polo sedã europeu e pronto. Outro problema deve ser a utilização de uma plataforma apenas para o Santana, o que não faz sentido e aumenta os custos.

        • Wellington_L

          17 de agosto de 2013 at 0:05

          Pois é…

          No vídeo abaixo, o citado – e atual – Volkswagen Polo Sedan (específico do mercado leste-europeu…, diga-se de passagem):

          [youtube Tra-eenWE1I http://www.youtube.com/watch?v=Tra-eenWE1I youtube]

    • Rover

      16 de agosto de 2013 at 19:35

      SImples, e o tal do sedan compacto !!! mas acabei de ver uma noticia de que a VW esta engavetando o projeto do novo Santana no brasil, se isso for verdade e uma baita besteira da VW Brasil !!!

      • Zetros

        18 de agosto de 2013 at 16:08

        Tbm acho Rover.

    • V8_sempre

      16 de agosto de 2013 at 23:06

      SANTANA é bem maior que o VOYAGE… kkk ! Porte do COBALT e VERSA !! É só conferir as medidas !

      Ou seja… Chega a ter mais espaço interno que muitos médios !

      • Zetros

        18 de agosto de 2013 at 16:09

        Exato, seria um carro superior ao Voyage e compatível com Cobalt, Versa, Grand Sena, etc..

  2. Pil

    16 de agosto de 2013 at 15:24

    Sendo um motor VW pensei que viria com mais de 120 cv, pelo menos 130 cv como no Sigma.

    Torço para que tenha bastante torque em baixa e seja super econômico, pontos fraquíssimos dos E.torq da Fiat.

    • luiz O

      16 de agosto de 2013 at 16:22

      Esse Pil tem uma capacidade impressionate de falar besteiras …incrivel !!! Ele sabe mais que as revistas especializadas . Tal motor eh beberrao …outro motor tal eh economico …o motor X anda mais e bebe menos …ele sabe de tudo !! Engracado que as revistas es colunas especializadas falam tudo ao contrario !!! kkkkkkk,

      • Pimentel_

        16 de agosto de 2013 at 21:42

        Acho que você tem a maior capacidade de falar besteiras. O E-torq da Fiat é um lixo mesmo, demora muito para aparecer o torque, poderia ser chamado de "É-sem-torque". E as revistas especializadas já criticaram inúmeras vezes o torque em baixa desse motor.

        • Douglas Alves

          18 de agosto de 2013 at 15:10

          Pimentel_, realmente o e-Torq não é bom em baixas rotações, e posso falar com conhecimento de causa, pois possuo um Novo Palio 1.6. Mas o grande problema destas revistas, é que nesses testes eles não reduzem marchas em retomadas. Carro 16v sem turbo tem que cambiar para o giro subir mais rápido e aparecer o torque máximo que é em 4500rpm, no caso do e-Torq. O grande exemplo disso é meu pai. Ele tinha um Polo 1.6, com torque total em 2500 rpm, nunca precisou utilizar reduções para fazer ultrapassagens. Agora ele tem um Fiesta Rocam 1.6, e reclama que o carro não anda. Já desisti de explicar para ele sobre faixa de torque ideal, o que ele precisa fazer para o carro ganhar força, pois ele acha que o carro estando em 5a marcha teria que desenvolver como o Polo e isso nunca irá acontecer. O que eu quero dizer com isso? É que essa falta de força em baixas rotações não é exclusividade do e-Torq, e sim dos 16v sem turbo. Agora, para compensar essa falta de torque em baixa, é só reduzir marcha ou andar no alcool, que o giro sobe rapidinho. Só tenho abastecido no alcool ultimamente, e parece que a curva de torque muda muito, pois sinto mais força do motor em baixa.

          • marciors01

            23 de agosto de 2013 at 9:18

            A falta de torque em baixa dos motores 16v existe mas varia, o etorq é um pouco fraco mesmo, se experimentares os renault 1.6 16v e principalmente 2.0 16v que era utilizado megane e agora está no duster, o torque é bem melhor do que no etorq.
            O próprio sigma também é um pouco melhor neste ponto.
            No megane o torque parece de carro 8v, dobro esquinas em terceira marcha 1100rpm e o carro acelera sem reclamar, e o melhor é que também anda muito bem em alta.

          • Nnoitra

            30 de agosto de 2013 at 17:21

            Motores que pedem altas rotações para entregar torque e potência, além de beber mais duram menos, devido ao desgaste natural das peças moveis. A solução técnica para a necessidade de produzir mais torque e mais potência sem agredir o ecossistema é o turbo-compressor.

    • Pimentel_

      16 de agosto de 2013 at 21:48

      Rapaz, só cavalos a mais não são suficientes, diria que precisa ser eficiente. O March 1.6, por exemplo, tem apenas 111cv e modestos 15kgfm de torque, mas dá um banho de eficiência no 1.6 da Hyundai, que possui 128cv e 16,5kgfm. O March 1.6 anda ao lado do HB20 1.6, mas com um consumo muito melhor que o coreano. Até o Versa consegue ter consumo consideravelmente melhor que o HB20 1.6, mesmo sendo maior(mais arrasto) e mais pesado, conforme atesta a tabela de consumo do Inmetro 2013. Atualmente, o motor que dá show de eficiência é o 1.6 sigma atualizado, que mesmo carregando o Fiesta, que pesa 126kg a mais que um HB20, por exemplo, anda ao lado e consome menos.

      • Guilher

        16 de agosto de 2013 at 23:03

        March anda igual hb20? kkkkkkkkk
        Nada ver você já andou com um hb20 1.6?
        kkkkkkk
        esse motor do golf 2.0 116 cv tomou um pal do meu hb20s premium automático.
        116 ok?
        e o sigma e bom?
        Bom é o ecoboost da ford que so vai vim nos carros maiores delas!
        March não chega nem perto de mim haha

        • Pimentel_

          16 de agosto de 2013 at 23:36

          Poxa, então o HB20 já virou carro de mano… Triste isso. Enfim, seu HB20 tem retomadas e aceleração bem semelhantes ao March 1.6, na verdade, o seu anda atrás, pois o câmbio automático de 4 marchas não ajuda e acaba prejudicando um pouco o desempenho do HB20.
          O Sigma é bom, muito melhor que o utilizado no seu HB20, pois tem consumo melhor e consegue fazer o Fiesta, com 120kg a mais, andar de maneira semelhante ou até melhor.

        • H_Joe

          17 de agosto de 2013 at 15:09

          "Tomou um pal " por favor, não faça bobagens nas ruas e muito menos se orgulhe delas! Vai brincar num Kartódromo e pare de correr por ai com um carro inseguro como o HB20, pode se matar ou a alguém que estiver com você!

          • V8_sempre

            18 de agosto de 2013 at 0:45

            Pois é…

            O cara ultrapassa um na estrada… E diz q tomou pau ! kkkk

        • marciors01

          23 de agosto de 2013 at 9:20

          Já andaster o mach? Ipressiona muito, em todas as revistas os números de desempenho são semelhantes aos do hb20.

      • liebman

        16 de agosto de 2013 at 23:09

        mas esse march não usa motor renault ????????????????

        • Pimentel_

          16 de agosto de 2013 at 23:26

          Utiliza motor 1.6 da Nissan!! As pessoas ainda acham que o March 1.6 utiliza motor Renault? O.o

        • Wellington_L

          16 de agosto de 2013 at 23:43

          Liebman…

          A variante "1.0" do modelo mencionado carrega, sim, sob seu capô, um engenho Renault [até rimou..., (risos)]… No entanto…, deveras a "1.6" possui o recente propulsor MR16DE de origem nipônica – em verdade, derivado do bloco 1.8 litros que equipa o nosso conhecido Nissan Tiida Mark I.

          • Mgdallaqua

            18 de agosto de 2013 at 20:16

            Mas o do Versa é o da Renault né?? o March é 1.6 8V correto??

          • Wellington_L

            18 de agosto de 2013 at 21:48

            Mgdallaqua…

            ■ A máquina que está sob o citado sedã – verdadeiramente – também é a que foi mencionada logo acima por mim;

            ■ O desse cabeçote possui quatro válvulas por cilindro – assim perfazendo-se dezesseis sobre o seu quarteto de pistões em linha…, é claro.

          • marciors01

            23 de agosto de 2013 at 9:21

            Não, o march é 1.6 16v que é primo do 1.6 16v da renault, mas o nissam é mais evoluído, por exemplo utiliza comando variável.
            Tem um pouco menos de torque em baixa se comparado ao renault 1.6 16v mas gasta muito menos, um amigo faz 16km/l na estrada tentando manter 110km/h.

      • Wellington_L

        17 de agosto de 2013 at 0:06

        Pois é…

      • Cristiano_RJ

        17 de agosto de 2013 at 14:06

        Pimentel, se o March anda mais que o HB20 (se, porque ainda não encontrei evidência disso), isso se dá pelo seu pequeno peso em relação à cilindrada e potência do motor Nissan, que é um ótimo motor, diga-se de passagem. Porém, isso não deve ser usado como exemplo para criticar o 1.6 da Hyundai. Mesmo porque o HB20 está no pelotão da frente em termos de desempenho dentre os hatches compactos. E essa história de que ele é beberrão é outra falácia disseminada nos blogs automotivos, especialmente por um determinado que fez uma avaliação do HB20s 1.6 e divulgou um consumo de causar inveja a um V6 dos antigos. O carro não é referencia em consumo, mas também não é dos piores. E até pouquíssimo tempo atrás, esse motor era o melhor 1.6 aspirado à venda em nosso mercado. Hoje, perde para o 1.6 sigma, que evoluiu significativamente. Mas isso não o torna um motor ruim.

    • Luís Tiago

      18 de agosto de 2013 at 8:26

      Compare: o motor 2.0 turbo da Renault tem 265cv no Megane. E o motor 2.0 turbo da Ford tem 240cv no Fusion. Será que a VW, com seus 211 ou 220 (futuros) cv é o mais potente como você afirmou? Não.

      • Rodrigo Lage Murkan

        18 de agosto de 2013 at 12:38

        Depende meu caro Luís, o Golf GTi VII na versão performance deu uma surra em aceleração, retomada e velocidade final contra o Focus ST de 250 cv, e olha que o GTi nesta versão possui apenas 230 cv, mas a Volkswagen já esta finalizando o Golf R segundo o site alemão e ele terá mais ou menos 320 cv, esta bom para você? Lembrando que o motor do futuro Golf R é o mesmo 2.0 Turbo.

        • Juliano

          21 de fevereiro de 2014 at 19:18

          Sem contar que os carros da vw no dinamômetro estão com mais cavalaria do que o declarado. Golf tsi 1.4 deu 178cv e o declarado era 140cv. E o focus 2.0 duratech era declarado 178cv e deu bem menos. Gol 1.6 deu 109,2cv e o declarado e 104cv, o próprio fox bluemotion declarado e 82cv e deu 89cv, só procurarem na net. Então frente a isto acredito que este 1.6 16v venha com no minimo 130cv ou mais, o por que eles declaram menos eu não entendi.

      • Mgdallaqua

        18 de agosto de 2013 at 20:29

        Luís, na verdade os motores da VW TSI são menos potentes, mas o grande trunfo deles é o torque total em baixas rotações e com valores elevados, por exemplo o Golf VII com motor 1.4 tem 140 Cv, e o Punto T-Jet 1.4 tem 152Cv. porém o da VW tem 25 Kgf.m à 1500 rpm e o da Fiat 21 Kgf.m à 2500 rpm o que não deixa de ser um ótimo número.

        • Rogerio_R

          22 de setembro de 2013 at 13:49

          Já o 1.4 TFSI da VW despeja potência de 185 cv e torque de 25,5 mkgf.

  3. gabriel8520

    16 de agosto de 2013 at 15:44

    Finalmente ja passou da hora da vw trocar esses motores jurassicos e espero que o 2.0 de 116 cv que equipa o golfsaulro desapareça de vez

    • anderson_sp

      16 de agosto de 2013 at 22:33

      Isso é uma blasfêmia com os APzeiros, quando sair de linha ele ainda vai ser canonizado pelo Vaticano, pelos seus milagres como melhor motor já feito e que nunca quebra e algumas versões manoladas alcançarem mais de 1000hp.

      • WillianPg

        16 de agosto de 2013 at 22:46

        KKKKKKKKK……. Boa!

      • Wellington_L

        17 de agosto de 2013 at 0:27

        Nota de Alerta:

        Brincadeiras à parte…, devemos sempre lembrar de que o citado EA113 (2.0 litros) com comando simples e claras duas válvulas por cilindro em seu cabeçote – estreado em nosso chão juntamente com o modelo Volkswagen Golf Mark IV – perfez-se nunca o excepcional MD270 (rebatizado por aqui de Alta Performance) que, deveras, equipou o sedã Volkswagen Santana Mark I, entre outros automóveis da montadora alemã no Brasil.

        • V8_sempre

          18 de agosto de 2013 at 0:46

          Por isso cheguei a até imaginar…

          Se esse 1.6 16V não seria o atual 1.6 com cabeçote 16V ! heheh

          • Rodrigo Lage Murkan

            18 de agosto de 2013 at 12:46

            Família EA 211 são realmente novos motores, a matéria esqueceu de mencionar que o motor 1.6 de 16V também terá cabeçote de alumínio.

          • wagner

            11 de fevereiro de 2014 at 14:05

            fox com motor de aluminio 1.6 de 16 V 120cv a vw vai dominar o mercado realmente se vier mesmo pretendo comprar isto se o preco for razoavel azoavelrazoavelaso co

      • H_Joe

        17 de agosto de 2013 at 15:11

        Hahahahhaahahahahahah pow cara quase me babei aqui!

  4. Saulo

    16 de agosto de 2013 at 15:49

    Rapaz ! Se for igual a porcaria do último 1.0 16v . Este acabou com a credibilidade da VW. Pergunte a alguém que já teve. A VW wstá desprezando o mercado Brasileiro. O resultado está se vendo nas vendas.

    • Wellington_L

      16 de agosto de 2013 at 21:53

      Saulo…

      O grande "problema" advém dos cabeçotes de duas válvulas por cilindro (que se perfazem oito válvulas em máquinas de quatro pistões em linha…, é claro) terem sido extintos em seus países desenvolvedores…

      Em nossa nação – por mais incrível que possa parecer – havia deveras um enorme gasto extra em engenharia mecânica na criação de novos comandos para propulsores que, originalmente, desde os anos de 1990, já chegavam por aqui com a tecnologia multivalvular…

      No mais, em passados tempos, o verdadeiro fato desses tais "motores 16V populares" (de mais de uma montadora radicada…, diga-se de passagem) terem se tornado defenestráveis em nosso mercado, procedeu de uma conjunção de fatores que se estendeu de uma baixa pouca adaptação aos combustíveis locais indo, até mesmo, a manutenções inadequadas por parte de proprietários e assistências técnicas – especificidades estas totalmente superadas nestes dias atuais.

      • Carlos

        17 de agosto de 2013 at 22:56

        Com todo o respeito Wellington_L, mas seus comentários mais parecem petições jurídicias.

        :-)

        Ps: Rir faz bem a saúde….

  5. Ric2012

    16 de agosto de 2013 at 15:55

    Em Breve, no GOLF de entrada modelo 2015.

  6. Paulo_Gustavo

    16 de agosto de 2013 at 16:00

    A Saveiro é infinitamente mais bonita que a Strada. Mas admito que o carro da Fiat é mais funcional.

    • luiz O

      16 de agosto de 2013 at 16:23

      isso eh questao de gosto…pois acho o contrario !!! E parece que a maioria tb eh so olhar as vendas !!! Para mim a saveiro eh a mesma coisa ha 20 anos …..nao muda nada por isso n vende nada !!!

      • Pil

        16 de agosto de 2013 at 17:03

        Meu Deus que cara cego. A Strada é medonha de feia, só não é mais feia que a Montana.

      • Paulo_Gustavo

        16 de agosto de 2013 at 17:16

        Sim, claro que é uma questão de gosto. e se Agile, Cobalt, Logan, Spin entre outros vendem relativamente bem, o caso da Strada não me surpreende,

      • Rodrigo_SM

        16 de agosto de 2013 at 17:26

        Strada só vende mais pq tem 4.524 versões diferentes, aí o indivíduo que não tem grana pra andar de Hilux compra aquela merda de Strada com cabine estendida que dói o olho só de passar longe de tão feia que é… Tudo isso pra falar que tem uma "picape" kkkk

        • H_Joe

          17 de agosto de 2013 at 15:13

          Hhahahahahahahahahaa…

      • LS7

        16 de agosto de 2013 at 19:45

        A Strada é de que ano mesmo?!?
        Projeto da década de 90.

      • Pimentel_

        16 de agosto de 2013 at 21:39

        Sempre com ótimos comentários… A risada é garantida!

      • Rodrigo Lage Murkan

        18 de agosto de 2013 at 12:51

        A mesma de 20 anos, nossa, a de 20 anos atrás era quadrada, usava outra plataforma, esta usa a PQ24 do Polo. Porém, num site que foi feito teste de rodagem com as 4 picapes nas versões top, colocaram elas todas carregadas, e adivinhe quem carregou o peso dito que carregava sem arriar e ainda andar com segurança: Saveiro e quem arriou e andava com insegurança Strada. E olha que a Strada usa suspensão própria para picape. Porém a diferença é que a Volkswagen adota uma suspensão baseada na T5 o qual usa suspensões não habitual e que carrega mais de 1.500 KG e por isso a T5 se tornou líder na Europa, ela faz o que as outras fazem, porém com mais conforto, já que suspensão que usam aqueles filetes são mais desconfortáveis. E a Strada também possui em seu port fólio a Strada antiga que é muito mais barata que a versão de entrada da Volkswagen.

  7. Andre

    16 de agosto de 2013 at 16:12

    Espero que esse motor seja bom, e nao tenha problemas como tivemos anteriormente nos motores do GOL.
    Espero que seja espertinho.. ;)

  8. neto

    16 de agosto de 2013 at 16:25

    a fiat tem um grande leque de produtos e suas picapes sao show pois foram as unicas e sao as unicas que aguentam o tranco aqui no serviço agora uma coisa tem nos deixados preocupados houvir dizer que a fiat vai usar embreagem da marca valeo isso e verdade e digo tomara que nao pois os produtos da valeo sao pessimos que o diga os donos do peugeot agora a volks de bom no brasil so fez o fusca o resto so deus

    • Rodrigo Lage Murkan

      18 de agosto de 2013 at 12:57

      Suas picapes, ela só fabrica a Strada e nada mais. Mesmo é… Volks só fez de bom o Fusca, então por que ninguém consegue fabricar um carro que ganhe literalmente do Gol, falo no acerto e tudo mais.

  9. Careca

    16 de agosto de 2013 at 17:25

    O autor da matéria esqueceu de informar que este motor equipará também o Polo Hatch e Polo Sedan atuais, pois não sairão de linha tão cedo…

  10. andre

    16 de agosto de 2013 at 18:00

    Finalmente, pois estava na hora de uma atualização nos motores.Espero que dessa vez testem bem antes de lançar pra não acontecerem os mesmos problemas de motores fundindo em menos de 10mil KM.Com relação as vendas da Saveiro a VW demorou muito pra lançá-la e os problemas na linha Gol ao meu ver deixaram muitos compradores apreensivos, visto que um veículo comercial é comprado mais pela razão e a Strada aguenta bem o serviço.Na empresa que trabalhei,uma rodou quase 200mil km apenas com troca de óleo.

  11. antonio js

    16 de agosto de 2013 at 19:53

    Serão produzidos turbos para estes motores, pois para os 1.0 e 1.4 esta prevista a fabricação em Itatiba

  12. anderson_sp

    16 de agosto de 2013 at 22:36

    Tem gente falando que é uma porcaria, mas a tal porcaria é da mesma família do 1.4 TSi do Golf, pode não ser um motor supra-sumo esta versão 1.6, mas está longe de ser ruim, pela potência vai ser parelho com o Ecotec 1.6 16v e pra mover carros leves é o suficiente, achei que daria as caras ainda esse ano assim como o Up.

  13. Readgis

    17 de agosto de 2013 at 1:00

    Já é um avanço significativo para a VWBR depois de um retrocesso fenomenal depois do 1.0 16V Turbo. Agora quanto a reprovação do Santana, isso seria sinal de uma nova vida para o Polo e a continuidade do Fox na seara dos compactos pequenos para uma nova geração ou seu fim para não ficar espremido entre o UP! e o novíssimo Gol. Tambem quero ver qual das montadoras vai ter a primazia de estrear a tecnologia de injeção direta FLEX no país. A que conseguir botar para rodar um propulsor com esta tecnologia de ponta com esse rabo-de-galo conseguirá um notável feito de engenharia.

  14. andre

    17 de agosto de 2013 at 12:05

    Queria ver qual a montadora vai ter a coragem de desistir desse flex que mais atrapalha do que ajuda.A grande maioria usa gasolina e quem tem flex ,é obrigado a ter que usar álcool pra fazer o carro pelo menos diminuir as grilagens de motor.

  15. Cristiano_RJ

    17 de agosto de 2013 at 14:08

    Ufa, FINALMENTE! Vai ter um montão de viúva dos jurássicos motores 8V chorando por aí. :-)

    • V8_sempre

      18 de agosto de 2013 at 0:48

      Vou resistir até o último momento ! :-)

      • Cristiano_RJ

        18 de agosto de 2013 at 19:16

        rsrsrs… Cara, te garanto que não vai se arrepender quando trocar. Meu primeiro 16V foi comprado em 2007. Nunca me arrependi.

  16. Carlao GTS

    17 de agosto de 2013 at 19:03

    PÁRA.
    A STRADA É FEIA ?
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  17. Rodrigo Lage Murkan

    18 de agosto de 2013 at 13:02

    Na realidade os novos motores vão vir e não serão somente o 1.0 que já esta sendo fabricado o de 3 Cilindros, mas também o 1.6 16V mencionado e o 1.4 16V. Eu li numa matéria que serão estes motores produzidos no Brasil.

    A Volkswagen esta mostrando novo fôlego, novos motores, elogiados na Europa, principalmente este 1.4 Turbo TSi. Duas plataformas modulares NFS e MQB, e isso irá gerar carros mais econômicos e mais leves…

    Sim Carao GTS a Strada é horrível, só que a Fiat é esperta, mantém o modelo antigo como carro pé de boi e vende a preço barato e pelada e isso aumenta ainda mais as vendas da Strada, e em um teste de rodagem com ela carregada, ela se mostrou instável e arriou, e enquanto a Saveiro com a suspensão de carro, porém preparada para serviço que é baseada na T5 não arriou e mostrou segurança na condução, só que o povo acha que picape tem que ter suspensão de picape.

    • andre

      19 de agosto de 2013 at 13:08

      Gostaria de saber mais detalhes sobre esse teste.

  18. wagner

    11 de fevereiro de 2014 at 13:55

    fox com motor 1.6 16 V 120cv vai ser o carro da hora espero que o preco seja razoavel

    • foxbruto

      12 de fevereiro de 2014 at 20:27

      Vai ser bom véio , tenho um 1.6 ap , melhor motor já fabricado da VW .

  19. Pil

    16 de agosto de 2013 at 17:01

    Eirck, tem um tal de Jetta Turbo 2,0 que tem 211 cv e 35 kg do torque, tá bom pra você?

    Ou você prefere o 1,4 8v do Punto, aquele "foguete" de 88 cv e "estrondosos" 12,5 kg de torque?

    Quer fazer piada, saiba o que está falando.

  20. Punto

    16 de agosto de 2013 at 17:10

    Que em 1989 rendia pelo menos 120cv… A VW andou para trás, porque o motor sempre foi bom.

  21. Roberto Nunes Casals

    16 de agosto de 2013 at 18:56

    De motor vamos falar do EcoBost, e não dessa velharia melhorada da Volks que vem de cópias e mais cópias de carros da década de 80. Parem com isso, aqui ninguém é tonto, só o mercado brasileiro….

  22. predadordemarea

    17 de agosto de 2013 at 13:48

    E brevemente terá um 2.0 16v turbo de 220 cv sob o capô do Golf 7.

  23. TKO_BR

    17 de agosto de 2013 at 0:36

    Motor do Jetta da década de 80 ? amigo vc já ouviu falar em injeção direta, turbo com TGA, etc.. que equipa audi e Jetta e o futuro golf ? vc deve ter tido algum problema com a VW, talvez foi dono de algum fusca ou brasilia..

  24. Roberto Nunes Casals

    17 de agosto de 2013 at 14:53

    As tecnologias citadas existem há mais de 20 anos, estude melhor e procure aproveitar o seu tempo. Neste aqui passo de passagem, apenas para jogar conversa fora.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>