CARPLACE

Renault lança Fluence no Brasil por R$ 59.990 – Veja tabela de preços e opcionais

Novo Renault Fluence Privilege

A Renault lança oficialmente nesta quinta-feira, 02 de dezembro, o Novo Fluence. Apresentado ao público no Salão do Automóvel de São Paulo em outubro, o novo sedan francês chega ao Brasil com preços a partir de R$ 59.990. Veja a tabela de preços das versões e itens opcionais.

Novo Renault Fluence Privilege

O Novo Renault Fluence contará com um conjunto mecânico da Aliança Renault-Nissan: o motor 2.0 16V Hi-Flex e o câmbio CVT X-Tronic. Este propulsor conta com duplo comando de válvula (DOHC) e comando de válvula variável na admissão (CVVT). Além da transmissão automática CVT X-Tronic, com opção de troca sequencial de seis marchas, o modelo também contará com uma caixa câmbio manual de seis velocidades.

Novo Renault Fluence Privilege

A Renault informa que o motor 2.0 rende 143 cv (álcool) e 140 cv (gasolina) de potência máxima a 6.000 rpm, gerando 20,3 mkgf (álcool) e 19,9 mkgf (gasolina) de torque máximo. A velocidade máxima é de 200 km/h (câmbio manual de seis marchas) e 195 km/h (câmbio CVT X-Tronic).

No Brasil, o novo Renault Fluence será oferecido em duas versões de acabamento: Dynamique e Privilège.

Todas as versões já saem de fábrica com chave-cartão “hands free”, ar-condicionado digital “dual-zone”, direção elétrica com assistência variável, seis air bags, sistema de freios ABS com auxílio de frenagem de urgência (AFU) e distribuição eletrônica de frenagem (EBD), volante com regulagem de altura e profundidade, alarme e retrovisores externos com regulagem elétrica, computador de bordo, faróis de neblina, rodas de liga-leve e conexões Bluetooth e USB / iPod. Opcionalmente, a marca oferece o teto solar elétrico com anti-esmagamento e bancos em couro.

A versão Privilège conta ainda com um sistema de navegação desenvolvido pela empresa TomTom (uma das líderes mundiais em sistemas de navegação por satélite), que possui uma tela de 5’’ integrada ao painel. Além disso, a versão Privilège conta com sensor de estacionamento, bancos em couro, controle de estabilidade (ESP) e controle de tração (ASR), rodas de 17 polegadas, sistema se som premium (“3D sound by Arkamys”). Para esta versão, os opcionais são faróis de xénon e teto solar elétrico com sistema anti-esmagamento.

Obs.: No Salão do Automóvel, alguns representantes informavam que o modelo teria 8 airbags. Depois, em um novo contato, a marca informou que considera 6 airbags, pois diferente de algumas marcas, ela não considera os laterais como duplos (chamados de cortina).

O Novo Renault Fluence estará disponível em sete opções de cores: Branco Glacier, Prata Étoile, Bege Poivre, Preto Nacré, Azul Crepúsculo, Cinza Quartz e Vermelho Fogo.

Tabela de Preços Renault Fluence

Renault Fluence Dynamique 2.0 16V Hi-Flex câmbio manual: R$ 59.990,00
Renault Fluence Dynamique 2.0 16V Hi-Flex câmbio CVT X-Tronic: R$ 64.990,00
Renault Fluence Privilège 2.0 16V Hi-Flex câmbio CVT X-Tronic: R$ 75.990,00

Opcionais:

Pintura Metálica: R$ 850,00
Bancos em couro: R$ 1.800,00
Teto solar: R$ 2.500,00
Pack*: R$ 4.000,00
*Pack: Faróis de Xénon, com regulagem de altura e lavador + Teto solar elétrico com sistema anti-esmagamento

Publicidade

40 comentários

  1. rodrigolgp

    2 de dezembro de 2010 at 16:45

    Bem francês.

  2. Debraido

    2 de dezembro de 2010 at 17:59

    Ja tinha gostado no salão, considerando a politica de preços da renault, não será dificil encontrar a versão Top por menos de 69.000,00 nas autorizadas.
    Teria um.

  3. Denium

    2 de dezembro de 2010 at 18:47

    Muito caro, mais um carro da marca que vai virar mico

  4. Júnior

    2 de dezembro de 2010 at 21:40

    Eu gostei do carro, ele é bem equipado e parece ser bom. Seu preço não é caro se compara-lo aos seus concorrentes, pois esse carro oferece muitos equpamentos de série.Ele é bem bonito e traz um vizual diferente. Mas o problema é que ele é da renalt, não que a renalt seja ruim, pelo contrario ela é uma boa marca e seus carros são bons, mas os brasileiros preferem carros da chevrolet da fiat ou da Volkswagem. Um exemplo disso é o megane que não teve muito sucesso apezar de ser um ótimo carro.

  5. beto

    3 de dezembro de 2010 at 15:33

    se o megane não teve sucesso imagine esse fluence, isso é uma bomba.
    pra ser bem melhor dois prezer 1º quando comprar e o 2º quander vender

  6. Victor Ferreira da Rocha Silva

    4 de dezembro de 2010 at 2:20

    Só de trazer de séria em todas as versões 6 aribags ja sai ganhando…isso gera uma concorrencia que vai obrigar outras marcas a trazerem uma nível de segurança equivalente…

    No Brasil que airbag duplo é luxo isso vai contar muito…

  7. Nero

    4 de dezembro de 2010 at 14:50

    olha sinceramente não achei muito bunito não, mais com esses intens de série e seus preços com certeza é uma otima opção, este ano minha mãe estara mudando de carro eu indicarei este a ela com certeza

  8. Vitor_Augusto

    4 de dezembro de 2010 at 15:00

    bem equipado por 60 mil… eu particularmente gostei. vamos ver se vende bem!

  9. Milton_GT

    4 de dezembro de 2010 at 19:51

    O carro pode ser bom, mas com essa frente, acho que não vai vender, não, ela é muito feia.
    Nos seus comentários, vocês sempre se esqueçem que carro é questão de gosto, a maioria das pessoas não tá nem aí para a mecânica, escolhe o carro pela aparência e quando um carro cai no gosto de alguem, ele compra o carro, por mais que falem mal dele.

  10. Luis_Duarte

    4 de dezembro de 2010 at 23:09

    Eu acho que Fluence lembra muito o 407 e seu design está um pouco atrasado.
    O 408 vem com linhas mais bonitas e parece que o acabamento é melhor. Vamos esperar pra ver.

  11. Luis_Duarte

    4 de dezembro de 2010 at 23:09

    Eu concordo.

  12. Ricardo

    5 de dezembro de 2010 at 0:30

    Positivo. Citroen C4 Pallas Exclusive – com 6 airbags, ABS, ESP, ar bizona, xenon direcional e todo o resto (pack) – 72-75 mil.. (O C4 hatch com equipamentos equivalentes 66-68 mil). C4 Picasso 5 lugares ca. 75 mil.

  13. Ricardo

    5 de dezembro de 2010 at 0:33

    Mas tive um 406 por 7 anos e 70000 km (comprado novo e muito bem cuidado) que nunca deu um só problema mecânico que fosse.

  14. Ricardo

    5 de dezembro de 2010 at 0:39

    Exato – janeiro 2010 na Espanha e França (cf. http://www.renault.fr). Ocupa o lugar imediatamente abaixo do Laguna.

  15. Ricardo

    5 de dezembro de 2010 at 0:44

    É um Samsung S3 – que pertence ao grupo Renault-Nissan – "apropriado" pela Renault para ocupar o lugar do antigo Mégane Sedan na França e Espanha , abaixo do Laguna, e que está sendo vendido desde janeiro deste ano em cerca de 80 países.

  16. Marclawyer

    5 de dezembro de 2010 at 1:11

    Outro desinformado. Os mercados em questão estão totalmente unidos. Mal dá para saber o que é efetivamente produzido aqui ou lá.

  17. Marclawyer

    5 de dezembro de 2010 at 1:13

    Comentário R-I-D-Í-C-U-L-O!

    • edegremio

      6 de dezembro de 2010 at 10:18

      ridículo é vc, que nem opinião tem, só comenta os comentários dos outros

  18. Marclawyer

    5 de dezembro de 2010 at 1:14

    Nada a ver com a Dacia. O carro é inspirado no SM3 da Samsung Motors.

  19. Nero

    5 de dezembro de 2010 at 13:11

    vai anda de brasilha rapais

  20. Daniel Candido

    5 de dezembro de 2010 at 14:37

    Otimo carro. nao perde em nada para o corolla. o qual admiro muito mas custa muito tbm.

    esperemos o Jetta…

  21. Brancaglion

    5 de dezembro de 2010 at 18:17

    o Mégane é injustiçado, o fato dele não vender bem é devido a falta de propaganda da RENAULT, ele é um carrão e com muitos itens de Série, tal como o Fluence chega agora, espero que a RENAULT gaste um pouquinho mais com mídia pois o carro merece, ja vi de perto, já conduzi, e o carro é excelente…

  22. FernandoO

    5 de dezembro de 2010 at 20:29

    este carro é velho? Que dizer do Vectra então??? (nem é Vectra…no Brasil mudaram de nome para cobrar mais caro…).
    Este carro da Renault é bem vindo, pra uma concorrencia mais saudável…

  23. rodrigolgp

    6 de dezembro de 2010 at 10:55

    Querido, e quem foi que disse que eu estou me referindo a qualidade do carro? Primeiro procure entender e se informar para depois criticar. Eu gostei muito do carro por sinal.

  24. gegorges

    6 de dezembro de 2010 at 15:30

    O seu comentário acho normal ser positivado, porque acrescenta algo. Quando falei do comentário inicial (luky) era porque somente foi copiado o que estava ecrito na matéria. Em relação ao carro ter 6 airbags por 60 mil é show de bola.

  25. Lago

    25 de dezembro de 2010 at 12:14

    Tenho um sentra cvt há 6 meses e estou muito satisfeito com o carro, ainda não passei pelos previsíves decontentamentos com manutenção e alta desvalorização na revenda. Apesar da maioria achar o design do sentra feio, eu acho muito bonito, original, e fora do modismo dos faróis "puxados" iniciados pela Honda no civic. O conjunto motor 2.0 CVVT e o cambio é perfeito, o que me fez decidir que meu próximo carro será 2.0 CVT, e o fluence me propocionará nova opção de compra, com superioridade em design e equipamentos do sentra. Quanto aos preços aqui sugeridos são bem inferiores aos concorrentes considerando mesmo nível de equipamentos. Com certeza tirará uma fatia, significante, das vendas dos primeiros. A Renault fez algo parecido com o sandero.

  26. Allysson

    7 de fevereiro de 2011 at 18:35

    Fui na concessionaria hoje, e o carro é SHOW. Muito mais bonito do que nas fotos, realmente se impoe perante aos outros.

    Quanto as revisões, confiram no próprio site da marca… A revisão do Fluence é mais barata que do Megane, a de 10k são míseros R$185,00, quanto ao Megane são R$ 215,00 salvo engano…

    Agora é controlar a emoção e racionalizar( e penchicar) para tentar realizar um bom negócio…

    Quanto a experiencia que tenho com a Renault, não poderia ser melhor, minha esposa possui um Renault Logan e os funcionários da cc nos tratam muito bem toda vez que vamos lá, além disto sempre foram bastante prestativos.

    Se acertarem no marketing/estratégia ( coisa que erraram feio com o Megane) com certeza vai entrar na briga para ser um dos líderes de venda.

  27. Filipe Santos

    9 de fevereiro de 2011 at 13:21

    Bah mais uma furada da Renault, é só olhar a quantidade de problemas que o Megane deixou , esse Fluence vem com um monte de coisas herdadas do Megane, problema de desgaste premturo de pastilhas( ou vai durar mais que os 7 mil km do Megane), ruidos no painel, problemas de câmbio, calços do motor quebrando com 30 mil km, pane elétrica e o que é pior o preço de revenda despencando, perguntem quanto vale um Renault depois de sair da revenda….abraços aos coitados que comprarem esa carroça, e lembrem até a propaganda da Renault indica vá em outra direção…

    • Allysson

      9 de fevereiro de 2011 at 22:07

      Como vc sabe dos provlemas do Fluence com 30 mil KM se não foi vendido nenhum ainda??? è outra plataforma, não é a mesma do megane… Vc fala sem conhecimento do carro…

      Preço de revenda? Como disse minha esposa tem um Logan UP 1.0, comprou por R$32.500,00 no final de 2009.

      Em dezembro fomos à cc para renovar o seguro e ela aproveitou para ver quanto ficava para trocar por um 1.6 0km.

      Ficamos pasmos ao avaliaram o carro em R$29.500,00 , isso pq o carro tem alguns arranhado e tomou uma chuva de granizo que marcou todo o porta malas e o teto( conserto orçado em R$1500,00).

      Será que se eu fosse na VW ou Fiat avaliariam meu carro tão bem?

  28. André

    14 de fevereiro de 2011 at 19:09

    Tenho um Jetta em casa que minha esposa usa, fiz um teste drive no Fluence e gostei, excelente custo benefício e PESSOALMENTE O CARRO É MUITO MAIS BONITO DO QUE NAS FOTOS.

    Parabens Renault irei comprar um para mim, já fiz o pedido

  29. Nelson de Toritama

    20 de fevereiro de 2011 at 15:42

    Já possui três renaults, o atual é um Symbol; antes possui tantos outros de tantas marcas, mas esse me cativou e vou trocar de carro, preferencialmente por um FLUENCE na próxima compra.

  30. noaci

    21 de fevereiro de 2011 at 12:28

    tenho um mégane 2009,comprei novo gosto muito dele,até hoje não deu problemas,o unico problema do mégane é da renault que ao chegar nas autorizadas eles desvalorizam muito a própria cria,qurero comprar um fluence,imagina só meu mégane está com 19000 km novinho tiverão a coragen de me oferecer 35000,00 foi igual me dar um soco na boca,vou pensar um pouco acho que vou mudar para o fusion ou C4 palas,então deixei por conta deles.

    • Ricardo

      10 de dezembro de 2012 at 17:08

      Não vai pra Citroen nao filho, é a pior marca de carros do mundo, nao ganham nem dos russos lada…

  31. fabio

    27 de fevereiro de 2011 at 13:21

    o bom e que caba a manuteçao das carreias dentadas q ue fudeu muitos motores

  32. Jô Ribeiro

    7 de junho de 2011 at 18:10

    Este carro seria lindo se não fosse a sua frente. Os engenheios que projetaram a frente do Fluense deveriam estar com muita preguiça de fazer um projeto condizente com o modelo que teria tudo para ser lindo, tão lindo como o Sonata, é uma pena mas pelo preço vale a pena.

  33. Fernando Macêdo

    23 de junho de 2011 at 18:25

    Lamentavel ter que lermos alguns comentarios tão agressivos contra êsse exelente e bonito carro. Isso mostra afalta de educação e bôas maneiras que o brasileiro tem. Se não pode ter o prazer de ter um Fluense em sua garagem tambem não precisa jogar pedra nele. Estou super feliz com meu Fluense e nem por isso saio jogando pedra nos RollsRoice. Cada um tem que ser feliz com o que pode ter sem precisar agredir o que não está ao seu alcance. Parabens aos que se portaram com educação quanto aos comentarios. Boas maneiras só engrandece o nosso pais e mostra que foi bem educado pelos pais e não pelas empregadas, que apenas tomam conta mas não têm condições de educar.

  34. Afonso

    17 de março de 2012 at 20:02

    Só fala mal dos carros da Renault quem nunca teve um. São ótimos. Nem se compara com Volks, Ford, Chevrolet e Fiat. Já tive 3 e vou continuar com a marca.

  35. Wellington_L

    3 de dezembro de 2010 at 23:47

    O modelo Grand Tour (versão perua do Mégane) continuará à venda por cerca R$ 48 mil. Bom negócio.

  36. Cristiano

    4 de dezembro de 2010 at 8:41

    Gabriel, discordo de sua afirmação! preste atenção no que você está dizendo: "a versão privilège deveria custar R$ 60 mil".

    Qual é o carro com porte maior que o Corolla, motor 2.0 16V com comando de válvula variável, cabeçote em alumínio e 143 cv, câmbio CVT, ar digital de duas zonas, 6 air bags, ABS/EBD/BAS, ESP/ASR, freios a disco nas 4 rodas, GPS integrado ao painel, rádio CD/MP3 3D com entradas USB/iPod e comandos no volante, bancos em couro, partida por botão, etc. etc. etc. que custa menos de R$ 80 mil?

    O Corolla XEi que entrega muito menos (câmbio automático de apenas 4 velocidades!) custa a bagatela de R$ 76.300!! O City EXL A/T, que é um sedan compacto com motorzinho 1.5 16V de 116 cv custa R$ 72.625, apenas R$ 3.365 a menos do que a Renault está pedindo pelo Fluence Privilège com todos os equipamentos citados acima!!!!!!

  37. Marclawyer

    5 de dezembro de 2010 at 1:08

    Nem sabe o que fala. O Fluence, baseado no SM3 (Samsung Motors), foi lançado este ano na Europa, como proposta de baixo custo, sendo um sedã médio para mercados emergentes.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>