Manutenção: Cuidados que serão valiosos na hora da revenda

Cuidados com seu carro

Com as novas medidas instituídas pelo Governo Federal nos últimos dias, a possibilidade e a atratividade da compra de um carro zero aumentou para muita gente. Mas seja para utilizar como parte do pagamento ou simplesmente em um venda comum, seu carro atual precisa estar em bom estado para ser passado para frente sem perder valor.

Apesar de ser de conhecimento de muitos, é sempre bom lembrar de alguns cuidados que são indicados quando o assunto é a conservação do seu carro.

Bateria: Cuidados com a bateria do veículo são muito importantes. Um deles é verificar se nenhum dos acessórios elétricos do veículo está ligado no momento da partida. Itens como ar-condicionado, faróis ou luzes internas, por exemplo, podem sobrecarregar a bateria do seu carro ao ligá-lo.

Vidros: Nada mais incômodo do que um risco no vidro, por onde você precisa olhar todo o tempo. Uma dica básica para evitar riscos é ficar atento ao ligar o limpador de para-brisa. Se o vidro estiver seco, a possibilidade de um risco é grande, devido ao acúmulo de folhas, poeira ou qualquer outro tipo de sujeira. E não se esqueça de utilizar uma flanela macia ao realizar a limpeza dos vidros.

Lataria: Talvez o fator mais importante no momento da revenda, ao menos o primeiro a ser notado. Nesse quesito, a dica mais importante e básica é o cuidado. Batidas de porta no estacionamento, pequenos arranhões ao guardar o carro na garagem e até mesmo riscos oriundos de pessoas que “se encostam” no veículo são evitáveis. E se não deu tempo evitar o risco ou o amassado, a dica é realizar o reparo rapidamente. E sempre em um local de confiança, para não se surpreender com o resultado.

Manual do proprietário: Muitas vezes deixado de lado por muitos motoristas, o manual do proprietário pode ser muito útil na hora de revender seu veículo. Para isso, é preciso ter disciplina. Toda revisão do veículo e outros tipos de manutenção, como troca de óleo, por exemplo, devem estar documentadas no manual. Desta maneira, no momento da revenda, você terá uma prova da boa conservação de seu veículo.

Estas foram apenas algumas dicas para você manter a manutenção de seu veículo em dia e não perder o valor no momento da revenda. Aliás, estas dicas valem também para o dia-a-dia de seu carro, mesmo se sua intenção não for vendê-lo. E aí, você também tem alguma dica para compartilhar?

Estas dicas são um oferecimento da Citroën. Tecnologia, qualidade e eficiência com preços fixos de revisão em todo o Brasil

Preço Fixo - Revisão Citroën

Publicidade
  • contra bomba atomica

    imagine quanto custa manter 1 carro de verdade

  • http://www.youtube.com/user/WithintheCloud?feature=guide D7V5

    Sempre bom lembrar.

  • V8_sempre

    Depois de 28 carros na garagem…. Acho q posso dizer que…

    "Cuidados na hora de vender o carro"

    Seria escolher… Entre perder muita grana na venda… Ou perder um pouco mais de muita grana… Hoje em dia !!! O grande cuidado q valeria a pena… É "conseguir" vender o carro para particular !!!

    • Estéfano

      É isso mesmo, hoje se você trata seu carro melhor que sua mulher isso não vai te valer mais nada na hora da venda, pode facilitar a venda mas não vai conseguir mais dinhero por isso.
      Como aquela máxima que diz " O pior carro pra vender é o SEU"

      • saosao

        Complementando…
        O pior carro que existe é o seu.
        O melhor carro que existe é o seu.

        As duas afirmações acima são verdadeiras.

    • Rodrigo_RJ

      Concordo plenamente! O último q fui vender numa css, o cara sõ perguntou é qual carro, q ano? Ai eu disse: carro X, ano Y. E ele respondeu na lata o valor de compra. Nem quis ver o carro q estava em outra rua. Se tivesse uns riscos a mais, rodas arranhadas, etc… continuaria valendo a mesma coisa.

      • macumba_online

        Exatamente o que ocorreu comigo. ano, modelo… cor… e tá aqui o valor do seu carro…

  • Louis

    Eu não cuido do meu carro pensando na revenda.
    Cuido porque valorizo o que é meu. Não gosto de andar com carro amassado, peças soltas, lampada queimada, etc…

  • Brazuca

    Se cuidas do carro ele será novo por muitos anos, não haverá necessidade de passá-lo adiante.

    • Wellington_L

      Pois é…

      • Brazuca

        É mesmo, porque no nosso país os carros continuarão os mesmos por muito tempo, só muda o vestido, a noiva é a mesma.

  • lsperott

    Eu fiz tudo isso no meu carro. Só que fui tentar trocá-lo agora e recebi o mesmo tratamento de qualquer outro carro. Resultado. Vou ficar mais um ano com ele. Afinal está em excelente estado. Queriam me dar FIPE – 20%.
    Já que é assim: NÃO compro carro novo em 2012. Que os pátios fiquem abarrotados.
    PS.: Ontem fui fazer um test drive de um Cruze Sport6 e lá tinha carro 0 KM a perder de vista.

    • EevaBeeva

      Eu também cuido muito bem do meu carro, mas isso não conta na hora da venda ou da troca. O pessoal só olha o ano e nada mais.
      O meu carro tem quase seis anos. Eu o comprei novo e não tem nenhum ruído interno e anda certinho, com tudo ok, mas de que isso resolve, se os caras nem querem saber em dar uma voltinha com ele.
      Mas o pior é como dois vizinhos que compraram seus carros que "era de mulher" e que tinha apenas "25.000km" rodados. Ambos cheios de problemas, mas o papo do vendedor os iludiu e descobriram que a quilometragem tinha 100.000 a mais, hehe…

      • saosao

        Eu também cuido muito bem do meu carro. Pena que outras pessoas não quiseram cuidar do meu carro na hora de bater nele ou de arrombá-lo. Agora está com um amassado feio na porta, oriundo de um arrombamento…. para deixá-lo como novo, só trocando todas as peças de dentro da porta… infelizmente.
        Depois desse fato, deixei até de ficar lavando ele… mas motor, mecânica e elétrica está tudo ok.

  • EevaBeeva

    Tem revenda que até paga o preço da FIPE, mas aí eles aumentam o valor do novo e muito boboca aceita.

    • saosao

      Não é ser boboca, é necessidade. Se o cara precisa do carro, aceita o que lhe oferecem.

  • FLOpel

    Oferecimento de Citroen, por mais que eu cuide o carro como se fosse um diamante valioso, a revenda é como vender BMW com preço de New Fiesta…

  • Luciotz

    Gosto de cuidar do meu carro. Prefiro eu mesmo lava-la do que os lava jatos, pois sempre apresentam algum problema depois, como: ressecamento da borrachas e perda de brilho da lataria.

    Mas, não concordo que "Batidas de porta no estacionamento, pequenos arranhões ao guardar o carro na garagem e até mesmo riscos oriundos de pessoas que “se encostam”" são evitáveis. Por mais que eu estacione a uma distância considerável do carro ao lado, não muito raro encontro marcas de portas na lataria.

    Na hora da revenda, estes tipos de defeitos são considerados normais até um determinado nível, pois ninguém fica 24horas por dia do lado do carro para evitar tais problemas.

  • wotan

    Tive vários carros, sempre muito bem cuidados, em 2010 vendi um Golf GLX96, unico dono e realmente impecavel, a pessoa que o comprou, verificou tudo, minuciosamente, o cara era "chato" mesmo, mas na hora de negociar ele não ofereceu mais que a tabela fipe, "brigamos" por quase 10 dias mas no fim vendi, pois precisava da grana. Quem "alisa" muito o carro pensando na revenda, é pura desilusão. Pense nisso!

  • subzero99

    Que release mais sem conteúdo da Citroen !! Não agregou nada de novo, ou importante !!

  • Marcos

    Trabalho como lubrificador automotivo e se têm uma coisa que não negligencio e não economizo é na manutenção preventiva. Só uso óleo de qualidade no meu siena EL 2009 e seguindo rigorosamente as especifcações do fabricante. Não o faço na esperança de obter melhor preço na revenda, mas sim na certeza de ter um veiculo confiável e seguro nas mãos. Me chateia saber que a maioria dos trocadores de óleo ou até mesmo mecânicos, por negligência ou ma fé mesmo, insistem em somente vender óleo e serviços, e não em oferecer o produto ou serviço correto e realmente necessário para seus clientes em base ao carro que possuem. É um conceito errado que ainda impera no meio profissional e também na mente de muitos clientes, aquele do "óleo para 5000km e óleo para 10000km, ou então "qual é o óleo mais barato que vc tem?". Não é fácil mudar o conceito das pessoas, mas com educação, profissionalismo e honestidade procuro exclarecer aos meus clientes como são as coisas. Afinal, quem quer economizar na manutenção preventiva, se aborrecerá com a corretiva. Abraços.

  • Felisbinobr

    Revisões A PARTIR DE 3 X R$89,00. Já começa com um preço caro. Isso que deve ser a primeira revisão do C3. Imagina uma revisão de 40.000 ou 50.000km de um C4, ou C4 Picasso. Deve custar os olhos da cara!