Lifan prepara o lançamento do SUV X60 no Chile – Modelo chega este ano ao Brasil

Lifan X60 - Dianteira

Dentro de algumas semanas chegam às concessionárias do Chile o primeiro SUV da Lifan, o X60. A receita é a mesma das maiorias dos modelos chineses: um bom pacto de equipamentos a um preço relativamente baixo. Aparentemente o modelo parece dispor de um acabamento um pouco mais refinado. Veja mais fotos.

Lifan X60 - Detalhe da traseira do SUV

Frente do Novo Lifan X60

Fotos abaixo: clique nas imagens para ver em alta resolução.

Lifan - SUV X60

Lifan - SUV X60


Lifan - SUV X60

O Lifan X60 chegará ao mercado chileno somente com o motor de 1,8 litros que entrega 136 cavalos de potência e câmbio manual de cinco marchas. Apesar de ser um SUV, o X60 será oferecido, pelo menos inicialmente, apenas com tração dianteira. Os sistemas ESP e TCS não fazem parte da lista de série, mas o modelo conta com doiis airbags, freios ABS com EBD, direção hidráulica, ar-condicionado, sistema de som MP3/USB, rodas de liga leve e sensor de estacionamento traseiro.

Lifan - SUV X60

Na parte interna, apesar do painel ter um desenho um pouco mais moderno, o acabamento geral ainda transmite muito a sensação de “carro chinês” com seus tons claros, grandes botões simples e iluminação interna azul.

Lifan - SUV X60

A Lifan ainda não divulgou os preços do modelo, mas já antecipou que serão extremamente competitivos.

No Brasil, a marca já indicou que o X60 pode ser lançado até o fim deste ano. Com porte semelhante ao do Hyundai Tucson, o utilitário chinês deve desembarcar por aqui com preço em torno dos R$ 50 mil.

Publicidade

74 Comments

  1. EDGAR__RJ

    7 de agosto de 2011 at 11:11

    Bonito…. não parece copia de outro carro….
    Basta saber se melhorou em qualidade, diante seus irmãos 320 e 620…..

    • Cristiano

      7 de agosto de 2011 at 22:57

      Cópia onde? Misturaram um monte de coisas… com sua permissão… vou vomitar lá fora… que bagunça!

      • Antemax

        8 de agosto de 2011 at 12:36

        Não é atoa que seu comentário não tem 1 positivo sequer.
        Já o comentário acima, tem 11.

      • jaime

        31 de dezembro de 2011 at 13:35

        cristiano vc e um babaca neste preço vc quer oque um santa fe creçe ze

    • Matheus_P

      8 de agosto de 2011 at 21:15

      Olha é bem parecido com o Santa Fe, pelo menos a dianteira.

    • jaime ribeirao preto

      31 de dezembro de 2011 at 13:40

      acho lindo gostei estou esperando chegar para comprar vendo ecosporte e outros fico com x60

    • Ronaldo

      7 de junho de 2012 at 20:13

      Mas é mesmo um idiota… Vomitou?!?! Tá grávida, boneca?!?!

  2. Fabio

    7 de agosto de 2011 at 11:22

    como sempre clonando nomes e painel bizarros.

  3. bruno1905

    7 de agosto de 2011 at 11:42

    Esse interior é a cópia do Rav4. Só falta copiar a qualidade, aí sim veremos quando chegar aqui no Brasil.

  4. marcos

    7 de agosto de 2011 at 12:18

    Se nao tiver marketing da lifan vai empacar….Gostei do carro,compraria até o 620,tem ótimo acabamento (comprovem!!)e motor do corolla e cambio.

    • Guilherme_M

      7 de agosto de 2011 at 17:54

      Não, o motor não é de origem Toyota, somente a plataforma que é a mesma do Corolla "Brad Pitt".

      • p_h

        8 de agosto de 2011 at 0:10

        O motor, se for da família Q, é baseado em motores da Toyota.

        Na década passada, a Toyota vendeu ou licenciou a arquitetura e o projeto de alguns motores já descontinuados ou em processo de descontinuação para várias fábricas chinesas. A Lifan foi uma das que comprou e baseou seus motores família Q nestes motores Toyota.

        Quanto a plataforma, ainda é um mistério. Não encontrei absolutamente nada na imprensa chinesa que confirmasse que o 620 é baseado no Corolla, só a imprensa nacional diz isso. Inclusive não há nada sobre isso no tópico do Lifan 620 no China Car Forums. Dada a "qualidade" da nossa imprensa, é possível que seja uma mentira dita e repetida várias vezes até que se tornou verdade.

        • Wellington_L

          8 de agosto de 2011 at 1:12

          Bem…, eu pensei que a chinesa BYD fosse a "licenciada" de tecnologia Toyota. Vejam:

          BYD F3 (Generic Toyota Corolla Generation 9)

          <img src="http://i1101.photobucket.com/albums/g431/WMESTRE/BYDF3-SemiPerfil-Frente-Reduzida.jpg&quot; border="0" alt="Photobucket">

          BYD L3 (Generic Toyota Corolla Generation 10)

          <img src="http://i1101.photobucket.com/albums/g431/WMESTRE/BYDL3-SemiPerfil-Frente-Reduzida.jpg&quot; border="0" alt="Photobucket">

          • p_h

            8 de agosto de 2011 at 1:24

            A BYD e a Toyota são parceiras na China… pretendem oficializar uma JV e estão testando um modelo desenvolvido em conjunto para o mercado chinês.

            Sobre a questão dos motores, é uma prática muito comum na maioria das fábricas, vender tecnologia em desuso para juntar dinheiro em caixa. No caso, a Toyota colocou a venda os direitos sobre alguns motores antigos e alguns investidores chineses compraram… a Lifan e a Geely são os que eu tenho conhecimento. A Lifan usou estes motores como base para a sua família Q, já a Geely, se não me engano, produz o motor original (só não sei qual é) em sua fábrica.

          • Wellington_L

            8 de agosto de 2011 at 1:46

            É…, a globalização em nova fase: promiscuidade. Já estou até vendo o monstro chinês do futuro: design Fiat, câmbio Volkswagen, interior Mercedes-Benz e motores japoneses e/ou uma mescla diferente destes. Nada será como antes… Quem viver verá…

  5. Guilherme_M

    7 de agosto de 2011 at 12:24

    Pela beleza eu até compraria, aliás, ele parece muito mais robusto, visualmente falando, que SUV,s das marcas tradicionais, que tentam faze-los parecer coupés, ou então deixa-los mais ao gosto do público feminino.
    Mas ainda tenho um pé atrás com a Lifan.
    E galera, não sei como é de Santa Catarina para cima, mas aqui na região metropolitana de Porto Alegre, o Lifan 320 tem feito relativo sucesso, não é raro ve-lo nas ruas, e em cores bem chamativas, como azul metálico, vermelho, amarelo… Embora, outros do mesmo grupo, como o Effa M100 e o Lifan 620 continuem empacados por aqui.
    Falando em chineses de sucesso, os Chery ja são figura fácil, especialmente os Tiggo e o Face, e quanto a JAC, o J3 Turim é mais visto.

    • _Hofmann_

      7 de agosto de 2011 at 15:22

      Aqui em BH, a lifan tem feito relativo sucesso com ambos os modelos da linha. cópia de mini cooper, o 320 chega a ser figura fácil nas ruas, enquanto o 620 tem aparecido com certa frequencia no trânsito. também tenho os dois pés atrás com a lifan, mas tenho que admitir que o 620 me transmitiu uma ótima impressão, pois tinha um rodar aparentemente correto e sem a suspensão visivelmente "empenada", como a maioria dos fiats (65% dos veículos de BH), vw, gm e ford populares, que sempre rodam meio "de lado", tortos mesmo.

      effa m100 é um claro fiasco também por aqui (merecido). não se vê o modelo nem mesmo no show room das concessionárias effa / lifan (que são juntas aqui), pra se ter uma ideia… os chery são frequentes no trânsito, principalmente QQ (quase sempre atrapalhando o trânsito, sem ironia), face e cielo hatch. o tiggo é um modelo que não emplacou ainda, pois é raro de se ver nas ruas.

      as picapinhas chinesas são um sucesso absoluto, com vantagem para a towner, que em algumas localidades é mais frequentemente vista do que a kombi. já os JAC também são numerosos, principalmente o J3 hatch, que curiosamente é mais frequente na cor vermelha.

      • CARnivoroBH

        7 de agosto de 2011 at 15:40

        Brother.. sou de BH tb e o vejo o contrario de vc… O QQ até hoje não vi nenhum aqui em BH… O J3 Hatch é o chines masi visto aqui pelas ruas de BH… Dos carros da Chery o que eu mais vejo e tem visinhos meus aqui no sag. familia que tem é o TIGGO… tem aqui no bairro tb o face, o 320 e até um effa M100…

        • _Hofmann_

          7 de agosto de 2011 at 16:12

          velho, moro muito perto de ti e aqui no cidade nova está lotado de QQ (só na minha rua tem uns 3), 320 e J3 (todos os prédios em volta do meu tem pelo menos um), que realmente é o mais visto dos chineses. tem só um tiggo, dois cielos hatch, um sedan e alguns face. os lifan 620 (os cielos também) eu vejo direto no trânsito, principalmente na cristiano machado e via expressa. o tiggo eu nunca vi fora do bairro. effa m100 tem um do modelo antigo que roda por aqui (já em mau estado), mas fora ele eu nunca vi nenhum outro, nem mesmo na concessionária effa / lifan na cristiano machado. estranho essa diferença, pois os bairros são vizinhos…

          • CARnivoroBH

            7 de agosto de 2011 at 20:04

            Pois é… estamos perto mesmo… só que o meu caminho do dia-a-dia é o contrario deste da via expressa.. pode ser isto…

            Aqui na minha redondesa tem , que eu sei tem 3 Tiggos, 1 cielo hatch, 1 320 azul e 1 effa m100 prata (que roda aqui a direto)… e o que eu mais vejo de todos os chinas tanto aqui no bairro qto nas ruas é o J3 Hatch..

    • Daniel PoA

      8 de agosto de 2011 at 11:18

      Por cinquentinha, um é meu!!!

      • AndreyDKS

        8 de agosto de 2011 at 14:33

        Concordo, bom custo-benefício.

        • Jorge Alain

          9 de agosto de 2011 at 2:29

          Só vou falar isso na hora que sair um crashtest…

          • marcos

            4 de dezembro de 2011 at 12:53

            ja saiu amigo e foi um sucesso. ta sabendo?

  6. Fabiano

    7 de agosto de 2011 at 12:24

    136 cv.. sei nao hemm num vai subir as "ladeira" de BH nao

    • CARnivoroBH

      7 de agosto de 2011 at 15:40

      principalmente aquelas do srta lucia e buritis… rsrsrsss..

    • Roberto

      6 de fevereiro de 2012 at 2:02

      Não subir ladeiras com 136 cv. Só se BH for só serra……………………

  7. Robert Franklin Linzmeyer

    7 de agosto de 2011 at 13:13

    teria um facil, mais dependendo da motorização e acabamento, pelo preço ñ é de muita confiança, mais vendo pessoalmente e detalhadamente parece uma otima escolha se tiver uma larga faixa de concessionarias aqui na região

  8. kikokikorarara

    7 de agosto de 2011 at 13:29

    tomara que não venha… essas porcarias xing-ling tem que ficar é na china!

    • cris

      7 de agosto de 2011 at 14:25

      É MESMO, ONDE JA SE VIW UM CARRO DESSES VIR DISPUTAR MERCADO AKI, CONTRA NOSSOS MILLES, AGILES, ETC. TEM É QUE VIR MESMO, E QUEM QUISER COMPRAR É SO COMPARAR E ESCOLHER O QUE LHE ACHAR MELHOR

    • marcos

      4 de dezembro de 2011 at 12:57

      vc tem que andar é de pè amigo,atrasado è por isso que pagamos o preço caro dos nacionais ,por causa de pessoas como vc.

  9. Iuri

    7 de agosto de 2011 at 13:41

    Esse retrovisor tem 500kg! kkkkk

  10. Jeff_Brown

    7 de agosto de 2011 at 13:53

    O preço eu desconfio que seja mais alto, o carro 'aparenta' ser melhor que o Chery Tiggo.
    O motor embora tenha 136cv, falta saber o peso do carro e o torque em baixa rotação. Provavelmente não tem um desempenho empolgante como os chineses que chegaram até agora (exceto MG), mas se tiver um desempenho razoável ou próximo do Tucson, pode ser uma boa opção, claro se for bem mais evoluído em acabamento e construição que o Lifan 320, por exemplo.

  11. CLODOALDO

    7 de agosto de 2011 at 13:55

    COM ESSE MOTOR DE 136 CV, EM UM SUV, ACREDITO QUE O DONO DO VEÍCULO TERÁ QUE OPTAR: OU LIGO O AR CONDICIONADO OU ANDO COM O CARRO. KKKKKK
    MAIS UM MOTOR DE ENCERADEIRA PARA O NOSSO MERCADO…. TÔ FORAAAAAAA!!!!

    • sérgio

      7 de agosto de 2011 at 16:28

      O ecosport, com motor 1.6 de cento e sete cavalos não anda?

    • Guilherme_M

      7 de agosto de 2011 at 18:00

      Não sei se você ja percebeu, mas motores "potentes" só existem no Brasil. Na Europa e na Ásia, é comum ver carros como VW Polo, Fiat Punto, Ford Fiesta, com motores 1.2 sem turbo com potência em média de uns 80 ou 85 cv. Em algumas versões diesel, esses compactos chegam a ter meros 65 cv. ou então em casos mais "altos", os motores mais potentes desses compactos tem em média 100 ou 105 cv, lógico, tirando dessa lista os esportivos como Abarth, GTi, OPC…
      E até em médios como Opel Astra, Hyundai 130, que tem motores 1.4 a gasolina com seus 90 cv.
      E em muitos casos, com cambio de cinco marchas de relações corretas, sem essa idiotice brasileira de cambio curto.

      • Wellington_L

        7 de agosto de 2011 at 21:05

        A questão é que o Brasil é um mercado bem peculiar, haja vista a dimensão continental de nosso país, a pouca possibilidade de um cidadão brasileiro ter mais de um automóvel e a necessidade de o mesmo ter um que lhe entregue bom desempenho para locomoções rápidas nos trânsitos caóticos de nossas grandes cidades e ainda o leve (e/ou sua família) para longas viagens de férias (e/ou de feriadões), em que se encontram diversos tipos de estradas e relevos.

        • Guilherme_M

          7 de agosto de 2011 at 22:51

          Muito pelo contrário, na Europa há muitas pessoas que nem tem carro, pois eles podem contar com o transporte público. E mesmo que fosse, o que há de motores 1.2 com cambio de 5 marchas que atingem a máxima em 4ª, com as marchas mais longas. Conseguem ser bons em cidade e se saem bem em estrada. Na verdade, minha indignação é o cambio curto mesmo, pois quando vem um carro com relações corretas para o Brasil, as revistas especializadas fazem questão de debochar do cambio de os chamam de intermináveis, infinitos, inacabaveis…

          • Wellington_L

            8 de agosto de 2011 at 0:17

            Você bem disse, por lá eles podem contar com transporte público decente, mas nós…

            Definitivamente, a questão sobre os câmbios é a de que estes têm que possuir um escalonamento correto, pois, do contrário, tanto curto demais quanto longo em demasia, prejudicam o desempenho que os motores podem entregar. Resumindo, o automóvel popular brasileiro ideal seria – de uma forma exagerada – aquele que entregasse desempenho de veículo médio com motor potente, espaço de van, robustez de SUV e que possuísse um tamanho compacto para versatilidade urbana em geral.

      • kristiang

        7 de agosto de 2011 at 23:56

        guilherme, não é mera questão de 'idiotice'. A topologia do Brasil é muito mais acidentada do que na europa onde há áreas bem planas. Por isso aqui um motor mais forte e cambio curto se fazem necessários – moro em Belo Horizonte e há morros que não consigo subir com um carro 1.0.

      • p_h

        8 de agosto de 2011 at 0:01

        Ainda bem que o consumidor brasileiro rejeita motores fracos. Temos de copiar os pontos fortes dos outros mercados, não os pontos fracos.

        E vale uma observação, estes motores fracos na Europa existem por razões específicas (baixissimo consumo, baixa emissão de CO2, imposto menor), mas o próprio consumidor sabe que são fracos. E motores de 200cv ou mais são mais acessíveis para eles do que para nós e estão disponíveis até em alguns modelos de entrada.

        Como no Brasil carro é naturalmente caro, nada mais lógico do que esquecer dessas opções de entrada e exigir logo as opções mais potentes.

        E olha que pra brasileiro 160 cv é muita potência.

        • rai

          28 de novembro de 2011 at 16:20

          Legal ter um carro de 200cv pra enfrentar o transito brasileiro, e ainda tem o problema de alimentar esses 200cv…

    • Daniel

      8 de agosto de 2011 at 11:21

      Torque, meu amigo, torque!

    • deco

      28 de novembro de 2011 at 16:17

      Acho que esta um pouco enganado…

  12. FAELTIMAO

    7 de agosto de 2011 at 14:18

    Com certeza será a carro mais vendido da marca aqui….1º pelo preço,2°itens de segurança,3° marca já conhecida aqui e claro,4° mesmo nome do SUV da Volvo……..kkkk……..

  13. Nunes

    7 de agosto de 2011 at 14:56

    Aparentemente redundante "Aparentemente o modelo parece"

  14. 72007998

    7 de agosto de 2011 at 15:26

    a frente lembra um pouco o hyundai, acho que o veracruz ou santafé

    • HGP_

      8 de agosto de 2011 at 13:56

      é..a dianteira parece com o santa fé! E a traseira, principalmente o farol, me lembra o subaru forester!

  15. CARnivoroBH

    7 de agosto de 2011 at 15:44

    Bem mais bonito do que o SUV da Renault que vem por ai…

    Agora qto a qualidade e tal.. tenho os 2 pes atrás com a Lifan…. espero que tenha algum sucesso e principalmente faça abaixar os preços dos demais SUVs que estão por aqui como o Eco, Tucson, IX-35 e Kias…

  16. rodrigolgp

    7 de agosto de 2011 at 17:40

    Dianteira de Santa Fe e traseira lembra bastante a Captiva.

  17. Rodrigo_LUSA

    7 de agosto de 2011 at 18:29

    Este pisca no meio de para-choque dianteiro mata o carro, eu gostei da traseira, quanto ao interior só por Deus, e sofrivel!!!!

  18. Guilherme F

    7 de agosto de 2011 at 19:29

    Legal.. vamos ver como se sai ele por aqui..

  19. Tiago

    7 de agosto de 2011 at 20:28

    Curioso…

    bom, a preguiça chinesa foi menor nesse automóvel, já que preferiram fazer um mix de outros em vez de cópia escancarada de um modelo só. Farol de Focus, lateral do New Fiesta, painel do Rav 4, volante Captiva, talvez… isso depois de uma olhadela, algo rápido. Criatividade em escolher as "inspirações"?

    Mas esses carros chineses, que prezam pelo "baixo custo" (alto lucro?) às custas de qualidade ínfima a qualquer preço não me convencem, nunca me convencerão. É estremamente anti-ética, anti-esportiva, contra as tendências e exigências do mercado atual, em que até as leis brasileiras tentam se adaptar – segurança, por exemplo – a maneira de trabalhar da maioria das marcas chinesas que conhecemos. Carros sem tecnologia, sem originalidade, que tentam, com aparências copiadas mal e porcamente e acessórios ruins, conquistar consumidores despreocupados.

    Nota zero, em respeito às marcas citadas.

  20. Wellington_L

    7 de agosto de 2011 at 20:53

    Os automóveis chineses precisam continuar a evoluir. Quando estes alcançarem a qualidade, de mediana à boa, dos veículos sul-coreanos e se, por acaso, houver continuidade de uma comercialização em suas redes concessionárias por valores modestos – sem esquecerem-se de uma evolução dos pré e pós-venda, pois me parece que entre eles somente a JAC possui estrutura decente nestes quesitos –, poderão ganhar mais consumidores no Brasil. Nos dias atuais, somente os mais "corajosos" fazem isto.

  21. vi_pe

    7 de agosto de 2011 at 21:50

    Dizer que esse caro nao parece com nenhum outro, forcou em amigo do 1° coment. O farol é identico ao do focus 2,5, rodas da AMG microreduzidas, interior do RAV4, que jah nao eh grande coisa, paralamas a la Mazda enfim…se isso nao for gambiarra classica xing ling…sinal de fim dos tempos.

  22. gatopardo

    7 de agosto de 2011 at 22:06

    Por 50 mil, certamente compro um… Nem quê seja só pra deixar de ser roubado num ix35 ou sportage.

    • p_h

      8 de agosto de 2011 at 0:05

      Relaxa, quando sair a tabela de preços deste aí, o roubo vai ser igual ao da Hyundai e da Kia. O valor que vai ser menor (por razões óbvias), mas o assalto é igual.

      Uma pena. As marcas chinesas tinham tudo pra regular o mercado para baixo, mas preferiram seguir o cartel das outras fábricas.

  23. gatopardo

    7 de agosto de 2011 at 22:09

    Alias, estive examinando um ix35 e não sei quê merda a pessoa tem na cabeça pra pagar 88 mil nesse carrinho.

  24. leo

    8 de agosto de 2011 at 0:10

    50 vai vende muitooooooooooooo

  25. leo

    8 de agosto de 2011 at 3:14

    Sao bonitos os caros mais sao na vdd grande copia ne haha

  26. MARCOS

    8 de agosto de 2011 at 8:43

    porque a caplace não esta deixando exibir meus comentários?

  27. @paulolico

    8 de agosto de 2011 at 16:20

    Uma versão turbo seria muito bem vinda, com uns 180cv para competir com ix35 e Sportage.

  28. Robinho Shelby

    8 de agosto de 2011 at 17:31

    frente da santa fé, lateral da cayenne, e traseira da cherokee, ate q ficou maneirinho.

  29. Matheus_P

    8 de agosto de 2011 at 21:30

    gambiarra master que acabou saindo-se relativamente bem, pelo menos em design externo.

  30. Mota

    10 de agosto de 2011 at 15:46

    pesooal, com todo respeito que merecem…mas alguém aquí postou que esse lifan x60 terá motor de enceradeira…outro disse que ia vomitar lá fora por conta do design misturado de outros veículos e agregados ao lifan…não é bem assim…o propulsor que empurrará esse SUV será concebido pela lifan em parceria com a "RICARDO", que é uma empresa Britânica que constrói a bastante tempo e com muita credibilidade motores para carros de competição e outros…os "caras" são bons e sabem o que fazem…não iriam arruinar assim de uma ora para outra a sua reputação e credibilidade conquistada em muitos anos com pesquisa e desenvolvimento próprios…procurem se informar melhor antes de externarem as suas opiniões…o mercado tá mudando a nosso favor! vide exemplo do que fez a Ford por causa da Jac chinesa, igualando o preço de Fiesta e J3…

  31. Roger1

    10 de agosto de 2011 at 15:49

    Peesoal, quero ver testes de durabilidade, documentários sobre a tecnologia de itens como motor, suspensão, freios etc…..e resultados nos testes de segurança. Por que só divulgam os lançamentos? Onde está o pente-fino nestas marcas? Repito, tentaram entrar na Europa há 3-4 anos atrás e não conseguiram por não estarem nas normas de segurança.

  32. Junior

    12 de agosto de 2011 at 10:31

    Bom Sempre tive receio com "Chinas Cars" Minha mãe trocou o Fit dela em um Tiggo achei que ela estava louca, depois de 8 mil Km com o tiggo já estou pensando sériamente em trocar o meu carro por um tiggo tbm não é um primor no acabamento mais é bom suficientemente é confortável pricipalmente em buracos posição de dirigir boa e o Motor é bom não tive problemas em ladeiras nem com ele carregado fora que não sei como faz 9.4 de média na cidade (o O FIT fazia 9km/L). Então parei com a discriminação Achei o jac legal tbm soh que o j3 é mais alto que o tiggo é um Jipe aquilo se a susp fosse mais baixa com rodas mais perto dalata ia ficar bemm bonito

  33. MARCOS

    17 de agosto de 2011 at 11:33

    por esse preço eu compraria, mesmo desconfiando do carro, mais pelo mesmos não estou sendo enganado com os carros a CAOA (huinday) quando dizem que são todos melhores ou comprados com FERRARI, PORCHE, e por ai vai.

    • rOBERTO

      6 de fevereiro de 2012 at 2:17

      Diga-se VELOSTER

  34. griloswi

    12 de setembro de 2011 at 15:47

    véi, a Tucson tem um alto consumo de gasolina, pelamor de deus, tem que ser econômico. Meu amigo tem uma e quando rodamos com ela, o cara anda mancinho, certo dia disse, pise nesta merda pelamor de deus, ele respondeu, não pode, se não é 4 por litro.
    Se for econômico e ter boa pós-venda, to dentro.
    Quem quiser saber por que carro é tão caro no Brasil, aqui está! http://quatrorodas.abril.com.br/reportagens/carro

  35. idim

    29 de outubro de 2011 at 10:42

    sr. GRILOSWI….este veículo não é a TUCSON…RISOS !!! portanto sem necessidade de falar do mesmo…risos…a reportagem é de um carro chinês doido !!! risos !!! agora, se falasse que são idênticos e que o chinês é cópia da TUCSON, aí tudo bem…RISOS !!! e que os chineses, estão precisando contratar um design rapidíssimo….abraços à todos…

  36. lipe

    28 de novembro de 2011 at 16:12

    Foi-se os dias que quem comprava um carro, tava somente preocupado com manutenção ou consumo, segura entre outros gastos. Hoje compramos posição social, quem gosta de andar em um popular 1.0 quem faz 12 km/l que claro não tem ar-cond., DH, Trio Elétrico, ABS… etc (carro de plástico) que você paga por isso (30.000) >> (tem gosto pra tudo). Um lifan 320 copia do mini cooper que o mas barato custa (98.000) bate inicialmente os mesmos (30.000) do popular brasileiro. O X60 não é diferente, um pouco de cada sonho brasileiro, Frente da SANTA FÉ, lateral do PORSCHE CAYENNE, traseira JEEP GRAND CHEROKEE, no valor de 55.000, agora se pergunte, esse carro não seria uma ótima posição social? Bom eu já me fiz essa pergunta >> (Será que é valido ter um carro CHINÊS que vou poder ter além de todos os benéficos de um puta carro nacional, TETO SOLAR, GPS, SOM COM BLUETOOTH, BANCOS DE COURO AQUECIDOS..) é claro que sim…

    Pra quem ainda esta em duvida, da uma olhada…
    http://www.youtube.com/watch?v=WzPst-SZjQU&fe

  37. NEIF

    23 de outubro de 2012 at 14:54

    SOU DE RIBEIRÃO PRETO, TRABALHO COM TRANSPORTE DE PESSOAL, HA MAIS DE UM ANO COMPREI UM LIFAN MODELO 620 ZERO KM, ESTA COM 70 MIL KM EXATAMENTE, A UNICA COISA QUE FIZ ATE AGORA FOI TROCAR PNEUS E PASTILHAS DE FREIOS, SE SERVE COMO REFERENCIA, APROVEITEM, EU NÃO TENHO NADA CONTRA PAGAR POR UM PRODUTO MAIS BARATO E DE BOA QUALIDADE. SEI QUE NO BRASIL EXISTE UM NEGOCIO CHAMADO PROTECIONISMO, A QUAL SO DA VANTAGENS PARA AS INDUSTRIAS E O CONSUMIDOR NADA. ESTE VEICULO É COMPLETO E DE BOA QUALIDADE, CONFORTAVEL, ECONOMICO E MUITO GOSTOSO DE DIRIGIR. FICA AÍ MINHA IMPRESSÃO!

  38. Lanna

    2 de maio de 2013 at 16:31

    Um belo caro com ótimo acabamento.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>