CARPLACE

Impressões ao dirigir o Novo Ford EcoSport 1.6 Freestyle e 2.0 Titanium 2013 – Veja fotos do teste

Lateral - Novo EcoSport

Do antigo, só sobrou o nome e o estepe pendurado. Assim podemos definir a nova geração do EcoSport lançada oficialmente no dia (04) deste mês. O CARPLACE esteve presente no lançamento oficial, que aconteceu em Natal – RN, e testou o Novo EcoSport 1.6 Freestyle e a 2.0 Titanium. Confira a seguir as impressões ao dirigir e também os detalhes em uma galeria de fotos em alta resolução.

Novo Ford EcoSport 2013

Clique nas imagens para ver em alta resolução

Agora como projeto global, a Ford não economizou no design e na tecnologia para o modelo. A nova geração do utilitário agrada logo de cara, pelo seu visual moderno alinhado aos recentes lançamentos da marca, pelos itens de série desde a versão básica e pelo seu comportamento dinâmico.

Visual externo

Novo EcoSport 2013

A Ford não poderia decepcionar, ainda mais agora que o EcoSport se tornou um veículo global e que também será vendido em mais de 100 países. O visual atual não traz nenhum traço do modelo anterior, ostentando agora um desenho moderno, de características próprias e em sintonia com a sua identidade global. A começar pela parte dianteira, o Novo EcoSport conta com uma grade no formato hexagonal que recebe acabamentos diferentes de acordo com a versão, podendo ser cromado ou em tom fosco. O conjunto ótico traz faróis que, além do novo desenho, também inovam no segmento ao contar com LEDs desde a versão de entrada. O capô alto tem ressaltos nas laterais que contribuem com a aerodinâmica.

Lateral - Novo EcoSport

Na lateral, a linha de cintura é alta e o desenho traz um vinco ascendente que se integra com as lanternas. Na parte inferior, outro vinco faz o chamado efeito luz e sombra, que realça o desenho geral, enquanto um aplique plástico logo abaixo dá um toque de robustez e também ajuda na aerodinâmica. Outro detalhe na lateral são os novos retrovisores com as setas integradas e que agora estão fixados na porta.

Traseira do Novo Ford EcoSport

A traseira traz o estepe na tampa, o qual a marca decidiu manter para preservar a identidade do modelo. As lanternas possuem desenho na horizontal, com linhas modernas, e a do lado direito ainda conta com a maçaneta “oculta” para a abertura do porta-malas. Detalhe para abertura com acionamento elétrico. Para otimizar a passagem do evento, a Ford inseriu um defletor na ligação entre os vidros espia e o traseiro. Na parte inferior o para-choque abriga os refletores laterais.

Acabamento interno

Novo EcoSport - Volante

Na parte interna, somente o símbolo do oval azul no volante permaneceu da geração anterior. O painel novo desenho com linhas semelhantes ao do New Fiesta, em dois níveis, com variações de tonalidade. A sua composição é de plástico rígido, mas que se apresenta com boa qualidade. O quadro de instrumentos tem o padrão de iluminação em tom azul e branco que confere excelente visibilidade, tanto à noite como durante o dia.

Sistema SYNC - Novo Ecosport

Na área central do painel, a tela da central multimídia SYNC, que é item de série em todas as versões, exibe informações do carro, como notificação de portas abertas, ajustes, distância dos objetos identificados pelos sensores de estacionamento além do sistema de telefonia e entretenimento. Próximo do freio de mão estão as entradas USB e auxiliar além de uma tomada de 12V.

Ar Condicionado Digital - Novo Ecosport

As saídas de ar foram criadas especificamente para o modelo, com desenho próprio e nada do “padrão” circular presente em quase todos os carros recentes. Mais abaixo estão os comandos do ar condicionado de formato circular e com bom acesso, que mesmo sem saídas na parte traseira, atende bem os passageiros que vão atrás com boa distribuição do ar climatizado. Nas portas, os botões de acionamento dos vidros estão bem posicionados, assim como o de ajuste dos retrovisores, mas a Ford não aplicou tecido nos revestimentos.

Os bancos acomodam bem os passageiros e possuem espuma na densidade ideal. Os ajustes do banco do motorista são facilitados pelas alavancas (não mais roldanas) e possui até ajuste lombar. O único ponto que incomodou foi o apoio de cabeça, que por ser inclinado demais para a frente, causa um certo desconforto.

Os bancos traseiros, onde viajam confortavelmente duas pessoas, mas que acomoda três, agora contam com um sistema que permite reclinar o encosto, de forma semelhante ao de avião, o que possibilita viajar com mais conforto. Há bom espaço para as pernas e todos os bancos contam com encosto de cabeça e cintos de três pontos.

Motores e versões

Novo EcoSport Titanium 2.0

Como falamos na matéria anterior, o Novo EcoSport chega equipado com o motor 1.6 Sigma Flex com bloco e cabeçote de alumínio de 16 válvulas que entrega 115 cv a 5.500 rpm e 15,9 kgfm de torque a 4.750 rpm e também com o 2.0 16V Duratec Flex que gera 147 cv a 6.250 rpm e torque de 19,7 kgfm a 6.250 rpm.

Inicialmente as versões disponíveis do EcoSport são a 1.6 S, 1.6 SE, 1.6 Freestyle, 2.0 Freestyle e a top de linha 2.0 Titanium. Confira aqui os itens de série e preços de cada versão do Novo EcoSport.

Dirigindo o Novo Ford EcoSport 2013

Novo EcoSport 2013

Ao tomar assento no banco do motorista logo nota-se a evolução. Novo volante com boa empunhadura, novos bancos e boa visibilidade traseira, mesmo com o estepe pendurado, porém, a coluna A tira um pouco da visão diagonal. Encontrar uma posição confortável para dirigir é fácil graças aos ajustes de altura e profundidade do volante e de altura e até lombar do banco do motorista. Ao girar a chave e iniciar as primeiras manobras, duas impressões iniciais são fortes: nem se ouve o trabalho do motor e a leveza do volante.

Novo Ford EcoSport 2013

Ao iniciar o teste, partindo da região do Parque das Dunas em Natal com destino à Praia de Pipa, o Novo EcoSport não deixa dúvidas de que se trata de um carro completamente novo. Nenhum aspecto de dirigibilidade da versão anterior está presente nesta nova geração. A direção com assistência elétrica vai ganhando peso adequando conforme a velocidade aumenta. Nas manobras, fica extremamente leve, o que deve agradar muito o público feminino.

A aerodinâmica do novo desenho é realmente funcional, quase anulando por completo o barulho de arrasto do vento. A suspensão, também completamente nova, tem bom acerto entre o conforto e estabilidade. Entrar mais forte em uma curva não causará o mesmo desconforto da antiga geração, graças em parte pelo trabalho dos sistemas de controle de estabilidade e tração. Passar em buracos e valetas também não é mais problema para o modelo. Durante o percurso do teste, voluntariamente ou não (por falta de sinalização), forçamos a passagem por lombadas e a suspensão deu conta do recado sem bater. A mudança é realmente significativa.

Novo EcoSport 2013

Na primeira parte do teste dirigimos a versão que deve ser a mais vendida do modelo: a 1.6 Freestyle. O motor 1.6 16V Sigma Flex que estreia na linha EcoSport se demonstrou suficiente para empurrar o utilitário. Trabalha de forma eficiente em conjunto com o bom câmbio manual de cinco marchas, o mesmo utilizado no New Fiesta. Direto ao ponto, é um motor que dá conta do recado e, na versão Freestyle, se mostra a melhor relação custo-benefício.

Na segunda parte do trajeto testamos a versão top de linha, a Titanium, a qual vem somente equipada com o motor 2.0 e inicialmente apenas com o câmbio manual de cinco marchas. Como esperado, o Novo EcoSport com este propulsor fica muito mais esperto e ágil. Rodando a 120 km/h, o motor trabalha de forma suave com giro em torno de 3.100 rpm. Ultrapassagens e retomadas são feitas com muito mais tranquilidade.

Novo Ford EcoSport 2013

Considerações

Esqueça o anterior. Totalmente novo, moderno e tecnológico são algumas das qualidades do Novo EcoSport. O visual imponente deve agradar tanto o público feminino quanto o masculino. Os itens de série e a tecnologia presente o colocam muito à frente dos atuais concorrentes. O conjunto mecânico agrada, ficou mais silencioso e mais confortável. Agrada também o posicionamento da Ford ao oferecer desde a versão de entrada os freios ABS, o duplo airbag e a direção com assistência elétrica.

Peca em pequenos detalhes, como a visibilidade diagonal, peso das portas dianteiras e encosto de cabeça inclinado demais nos bancos dianteiros, mas isso não tira nem um pouco o brilho de tamanha evolução.

Novo EcoSport 2013

Mesmo o preço sendo um pouco mais salgado do que o anterior, depois de conhecer e dirigir, não resta dúvidas do sucesso que o Novo EcoSport fará no mercado brasileiro. É um carro que surpreenderá quem já gostava do modelo e até quem não simpatizava com a geração anterior. É o tipo de carro que será vendido “do jeito que está” em outros mercados.

Ficha Técnica – Novo EcoSport 2013

Preços, versões e itens de série – Novo EcoSport

Galeria de Fotos – Novo Ford EcoSport 2013

Por Fábio Trindade, de Natal – RN
Viagem à convite da Ford do Brasil

Publicidade
Publicidade

176 comentários

  1. Zigoto

    9 de agosto de 2012 at 21:59

    O Carplace está de parabens. Uma avaliação clara, objetiva e imparcial. Focou as qualidades evidentes da evolução do carro. Fora as fotos que ficaram excelentes e ajudam muito aqueles que estão interessados em comprar o carro._Fico triste por ver que outros sites se preocupam em ser tão rigorosos, que esquecem de valorizar o trabalho dos engenheiros brasileiros que praticamente desenvolveram esta nova categoria pelo mundo. Hoje, praticamente todas as montadoras estão copiando a Ford, por causa da ousadia dos Engenheiros brasileiros que criaram este carro._Infelizes existem os sites (Notícias Automotivas, G1 Carros, etc) que não sabem valorizar este novo produto e todo valor que a Ford está dando ao Brasil. Ficam mais preocupados em meter o pau em pequenos detalhes, que muitas das vezes são avaliações pessoais e não profissionais. São sites que não merecem o mínimo de atenção.
    Parabéns Ford pelo ótimo trabalho com o Novo Ecosport e parabéns Carplace pela ótima matéria.

    • Fabiano_Pires

      10 de agosto de 2012 at 2:26

      Assino embaixo!!! Exatamente isto! Apenas acrescentaria as ótimas avaliações da Auto Esporte e Best Cars, que não deixaram de criticar mas enalteceram o belíssimo trabalho da Ford/Brasil.

    • Alex

      10 de agosto de 2012 at 20:58

      Mas quando vai estar disponível nas concessionárias p venda?

    • Ricardo

      10 de agosto de 2012 at 22:52

      Deixei de seguir o NA a eras! Além do português muito mal escrito, parece que as matérias são escritas com a maturidade de crianças de 14 anos. Será?

  2. Douglaz Amaral

    9 de agosto de 2012 at 22:08

    O carro parece realmente ter evoluído em tudo!
    Será o próximo carro do meu "velho" provavelmente uma Freestyle branca!
    E a Ford tem pontos aqui em casa, meu pai está no terceiro Ford (fiesta sedan 2006, EcoSport 2007 e Fiesta sedan 2011) todos sem nenhum problema, só manutenção normal. Já o Classic da minha mãe sem comentários…

    Meu pai também pediu para parabenizar Carplace pelas belas fotos, assim já conhecemos os detalhes do acabamento interno!
    Valeu Carplace

    • Abraham

      30 de setembro de 2012 at 6:16

      I have been browsing onnile more than 3 hours today, yet I never found any interesting article like yours. It’s pretty worth enough for me. In my view, if all webmasters and bloggers made good content as you did, the internet will be much more useful than ever before.

  3. Landrutt

    9 de agosto de 2012 at 22:10

    Não é Praia de Pia e sim Praia de Pipa, que fica no município de Tibau do Sul.

    • nightwishjp

      12 de agosto de 2012 at 23:39

      Na verdade é Praia DA Pipa.

      • Landrutt

        13 de agosto de 2012 at 3:13

        Os dois nomes estão corretos e são amplamente usados pela prefeitura de Tibau do Sul na divulgação do local. Muitos anos atrás, logo após o boom do turismo, era conhecido como Praia DE Pipa, mas em um período mais recente alguém achou que o uso do DA ficaria mais atrativo turisticamente.

    • nightwishjp

      12 de agosto de 2012 at 23:40

      E essa foto não é na praia da Pipa não, é na Praia de Cacibinhas, fica de lado da Praia do madeiro, que é de lado da Praia da Pipa.

      • Wellington_L

        13 de agosto de 2012 at 3:48

        Praia de cabacinhas?!…

        P.S.: Brincadeirinha… Rir faz bem à saúde.

    • Hernest

      30 de setembro de 2012 at 14:06

      E o que importa a praia? O assunto é carro e não turismo.

  4. Gustavo

    9 de agosto de 2012 at 22:11

    O carro está realmente muito bonito, o estepe é a identidade do carro doa a quem doer! Quero ver pessoalmente se a Ford maneirar nos preços tem tudo pra Duster mofar nas lojas!

    • Luis

      9 de agosto de 2012 at 23:09

      kkk ficou bonitinho e moderno.. mas continua sendo um ford e de novo esqueceram de que precisamos de porta malas… vc já viu o tamanho do Duster ? sem falar que é muito mais carro e muito mais robusto.. aguenta qualquer parada!!!

      • Alexandre

        10 de agosto de 2012 at 12:20

        Não é o q dizem… mais lento, beberrão e ridículo, esse Panderão já tá dando dor de cabeça aos proprietários, veja a matéria:
        http://www.gazetadopovo.com.br/economia/conteudo….

        Só porque ele é feio não quer dizer q é resistente…kkkkkkkkkkkkkk

        • Brazuca

          11 de agosto de 2012 at 7:44

          Todas as marcas, sem exceção, produzem carros defeituosos. Porém, algumas marcas exigem que suas concessionárias consertem os defeitos, e outras não. Este é o grande problema da Renault: estragou, você ficou na mão.

          Por isso que a Honda, apesar de ter preço abusivo, vende bem. É como me disse um freguês de Honda Civic: "eu paguei R$ 50.000,00 no carro e mais R$ 15.000,00 para ter bom atendimento e suporte no caso de o carro quebrar".

        • DaniloSouza

          11 de agosto de 2012 at 11:13

          Liga não, só pelo comentário "mas continua sendo um ford" deu pra perceber que o cara é fanboy e gosta de meter o pau na Ford. Nem se compara a qualidade de construção dos carros da Ford que é uma marca global contra carros de uma marca romena com produtos low cost (Dacia).

  5. NETO

    9 de agosto de 2012 at 22:12

    ECOSPORT X IX35 X SPORTAGE
    A TOP CONCORRE COM A RANGE ROVER EVOQUE E PORSCHE CAYENNE

    valew ford

  6. brunocarros

    9 de agosto de 2012 at 22:17

    Sinceramente, o preço é uma sacanagem!

    • H_Joe

      9 de agosto de 2012 at 23:10

      Mas ainda não se conformou com isso?

      • Brasileiro Revoltado

        10 de agosto de 2012 at 9:30

        sacanagem é manterem o estepe na traseira… além de estragar o visual é gerador barulho e ainda facilita o roubo da roda! É o ÚNICO SUV moderno que ainda utiliza esta solução!!!

        • Menos Revolta

          10 de agosto de 2012 at 11:58

          A ford fez uma enquete e a maioria dos brasileiros votaram em permanecer o estepe, portanto não é culpa da ford.

        • VERDADE_RODAS

          10 de agosto de 2012 at 14:12

          Ou melhor, "de-solução"…

        • Isaias Teixeira

          10 de agosto de 2012 at 22:58

          Concordo Plenamente com você, quando vi que veio com estepe na traseira eu desacreditei…

      • RicardoB

        10 de agosto de 2012 at 16:30

        É, mas apesar de ser mais simples e com acabamento pior, prefiro um Duster 2.0 Dynamique4x4 com suspa multilink, além de ser maior e mais barato que o Eco Freestyle 2.0.

        • Alexandre

          11 de agosto de 2012 at 9:08

          A galera que é vidrada só no tamanho deve estar querendo compensar alguma coisa, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        • William

          11 de agosto de 2012 at 13:30

          Cara, desde quando o Duster tem suspensão Multilink??????????????

          • William

            11 de agosto de 2012 at 14:20

            Ao retirar o Duster na concessionária paulistana Itavema France Pinheiros, o responsável pela entrega cometeu algumas derrapagens. “Abasteça o primeiro tanque com gasolina comum, para as peças se ajustarem. Depois, pode usar etanol à vontade”, disse. Não houve uma palavra sequer sobre a recomendação constante da página 2.2 do manual do proprietário: “Até 1 000 km, não ultrapasse 3 500 rpm na troca de marcha…”. As derrapadas continuaram: “Apesar de o seu Duster não ser 4×4, você pode encarar trilhas sem medo. Ele tem suspensão independente multilink nas quatro rodas”. O próprio site da Renault desfaz o nó: a suspensão é do tipo McPherson na dianteira e semiindependente com barra estabilizadora e molas helicoidais na traseira. Fonte: Teste de longa duração Renault Duster Revista 4rodas

          • William

            12 de agosto de 2012 at 22:35

            Ricardo e Wellington, pesquisando melhor verifiquei a existencia da suspensão multilink no Duster 4×4. Abraços

          • Wellington_L

            11 de agosto de 2012 at 21:02

            A versão Dynamique 4WD do citado Renault possui deveras suspensão traseira independente do tipo multibraço, haja vista as questões técnicas relacionadas à sua tração integral.

  7. Wellington_L

    9 de agosto de 2012 at 22:27

    Fábio…

    Diga a verdade, já está com saudades do Rio Grande do Norte…, não é?

    P.S.: Rir faz bem à saúde.

    P.S. II: Quanto a esse novo automóvel, creio que tudo já foi dito sobre ele… Minha particular avaliação sobre o produto está bem postada em sua matéria anterior (link de acesso abaixo).

    http://carplace.virgula.uol.com.br/novo-ecosport-

    • CARPLACE

      10 de agosto de 2012 at 10:57

      Certamente voltarei, mas em férias para curtir a região com mais calma.

  8. fabio_augusto

    9 de agosto de 2012 at 22:36

    Esse estepe maldito estraga o visual do carro. Peguei umas fotos e "apaguei" o estepe. Fica muito melhor…

    • H_Joe

      9 de agosto de 2012 at 23:11

      Segundo a Car and Driver disseram que "os brasileiros não abriram mão do estepe", cara eu gostaria de saber onde foi feita essa pesquisa, e quem são esses brasileiros…

      • Minasi

        9 de agosto de 2012 at 23:39

        KKKKKKKKKKKKKK Sabe que eu sempre penso nisso? Fabio, seria possível postar um link com a foto sem o estepe?

    • Carlos

      11 de agosto de 2012 at 21:03

      Pode não ser uma solução bonita, mas me salvou 3 vezes de totozinhos. Duas vezes na marginal tiete em SP, quando o motoboy filho da…não viu para frente, e como o transito sempre ta parado, ele bateu no estepe do carro, sem acontecer nada ao carro, na outra foi no pedagio na rodovia dos bandeirantes, onde parei, e o outro infeliz, bateu com o carro no estepe de novo. Nas 3 ocasioes, não aconteceu nada ao carro, mas se estivesse sem o estepe, iria amassar, tenho certeza.
      E sou um a favor do estepe!

      • Wellington_L

        13 de agosto de 2012 at 3:43

        Bem…, talvez, um impacto em alta velocidade sobre esse tipo de recurso – lembrando que o conjunto estepe/suporte não é um para-choque, barra de proteção ou, ainda, nem faz parte de uma área de deformação programada – o faria mudar alguns conceitos.

  9. KTA

    9 de agosto de 2012 at 22:50

    Para tirar nota 10 só faltou botar o controlador de velocidade, vulgo, piloto automático. Digo isso porque até o Agile da GM tem o item que é muito bom, principalmente na estrada.

    • DaniloSouza

      11 de agosto de 2012 at 11:14

      Agile tem isso mas não tem segurança nem beleza. hahaha

  10. Ricardo_Alves

    9 de agosto de 2012 at 22:55

    natal, pipa quanta saudade. estive la em 2010 numa viagem de carro de 6800k tirei fotos com o carro neste mesmo lucar com o mar emoldurando a foto. quanto ao carro melhorou e muito .

  11. Cristiano_RJ

    9 de agosto de 2012 at 23:49

    O carro está bacana. Para quem não precisa de tanto espaço e porta malas, mas gosta de boa dirigibilidade, segurança, design moderno e alguma tecnologia embarcada, é um boa opção. Não está barato, é verdade, mas ainda está dentro da faixa considerando o que os concorrentes oferecem. Resta saber se assim como o C3 haverá a prática medonha do velho ÁGIO e depois do retorno do IPI, para quanto vai o preço definitivo…

  12. Pimentel_

    9 de agosto de 2012 at 23:50

    O novo Ecosport ficou muito bom para a categoria, mas voltou a ficar sem concorrentes, talvez essa tenha sido a intenção da ford. So vai começar a ter concorrência quando chegarem os concorrentes a altura, Dacia Duster não tem nível para concorrer com esse carro. O único aspecto que o Duster ganha é no porta-malas, e só.

    • Brazuca

      10 de agosto de 2012 at 7:56

      O Duster é muito maior que o novo EcoSport. E mais robusto também.

      • danieldourado_2

        10 de agosto de 2012 at 9:24

        E mais barato

        • Alexandre

          10 de agosto de 2012 at 12:07

          E mais feio, mais beberrão, muito mais lerdo e na hora da venda custa o preço de um Pandero… sobre a robustez dê uma olhadinha na net para ver a "robustez", kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

          • BATORE

            10 de agosto de 2012 at 14:40

            ser quadrado agora é Sinônimo de robustez

          • DaniloSouza

            11 de agosto de 2012 at 11:16

            E muito mais inseguro. Se o March perdeu 2 estrelas vindo da europa pra cá, imagina o Duster que na europa la levou 2 estrelas no EuroNCAP? Aqui vai receber uma na melhor das hipóteses.

      • Pimentel_

        10 de agosto de 2012 at 13:38

        Dacia Duster anda muito menos, bebe muito mais, tem um acabamento patético, tem um comportamento dinâmico ruim, é muito pelado e possui um design ridículo. O design do Dacia Duster não parece fazer parte do nosso tempo, ao mesmo tempo, não é um design clássico, aparenta apenas ser antiquado e de baixo custo. Além disso, não é mais robusto, o que não faltam são reclamações dos donos. Eu nem precisei falar sobre revenda, pois não compro carro pensando em revenda, mas o comprador dessa categoria, geralmente, pensa muito nisso. O espaço interno lateral não é tão diferente, o espaço para as pernas do Duster também não é tão melhor. É um projeto Dacia, talvez por isso, o carro tenha um aproveitamento não tão bom assim do espaço interno. Repito, o Dacia Duster só ganha no porta-malas. Quando o Enjoy/Traxx, ou seja lá o nome que resolverem utilizar, chegar teremos concorrência real de novo.

    • r2_cwb

      10 de agosto de 2012 at 10:53

      E mais jurássico e pelado também!!!

    • msbiel13

      10 de agosto de 2012 at 23:29

      bom , comparar duster com a nova eco seria como comparar sandero com new fiesta , tem nem comparação , outro nível de carro

  13. Alexandre

    10 de agosto de 2012 at 6:05

    Nossas sinceras desculpas a todos aqueles que compraram um Pandero ontem, KKKKKKKKKKKKKKKKKK
    Sorria meu bem, sssssoooooorrrrrrrriiiiiiiiiiiaaaaaaaaaaa!!! O campeão voltou galera!!!

  14. Pither

    10 de agosto de 2012 at 7:57

    O Enjoy GM será mais carro que isso ai, esperem e vocês hão de ver.

    • Fabio

      10 de agosto de 2012 at 11:03

      Mais carro e mais caro.

    • Alexandre

      10 de agosto de 2012 at 12:16

      Vai vir com cara de agile e painel de mobilete, nossa q medo…

      • Alexandre

        10 de agosto de 2012 at 15:21

        huauhauhahaa

    • Wellington_L

      11 de agosto de 2012 at 8:00

      Bem…, o projeto Opel/Chevrolet Korea é real e tecnologicamente mais maduro…

      No vídeo abaixo, você e os demais colegas poderão visualizar a variante alemã do Chevrolet Trax (Enjoy?):

      [youtube _jmQlUk14OY http://www.youtube.com/watch?v=_jmQlUk14OY youtube]

      • Cristiano_RJ

        11 de agosto de 2012 at 8:44

        O "nosso" futuro Chevrolet Trax será esse mesmo Opel Mokka? Se for, achei bem bacana. E melhor, parece ter um porta malas mais aceitável que o do novo Eco. É, a briga parece que vai ficar "feia" nesse segmento, basta que a Chevrolet não abuse no preço (como tem feito com seus novos lançamentos). E se não for tão peso pesado quanto o Cruze, deverá andar até bem com o Ecotec 1.8. Wellington, a plataforma é a mesma do Sonic?

        • Wellington_L

          11 de agosto de 2012 at 9:20

          Cristiano…

          A versão sul-coreana será um pouco mais despida de refinamentos…, é claro – vide a analogia entre os atuais modelos Astra e Cruze;

          Quanto à arquitetura, o modelo foi realmente estruturado sobre a matriz Gamma II.

          • DaniloSouza

            11 de agosto de 2012 at 11:18

            Ou seja, receberemos a versão mais simples e mais capada, Vide Sonic.

          • Wellington_L

            11 de agosto de 2012 at 20:12

            Neste abordado ponto de vista, a interdependência entre Opel Corsa (D) e Chevrolet Aveo/Sonic também é válida…

            Vamos aguardar.

          • Cristiano_RJ

            11 de agosto de 2012 at 12:21

            Mas e quanto à carroceria? Será a mesma dese Mokka? (Exceto a grade frontal, claro)

          • Wellington_L

            11 de agosto de 2012 at 19:59

            Bem…, existem algumas imagens de patente que "vazaram" – como visto nos desenhos em preto e branco da peça postada pelo colega Zeus Linux… No entanto, a maior parte do automóvel é ainda uma incógnita…

            No mais, creio que não haverá – por questões de custos – muitas diferenças sobre a carroceria desse futuro SUV compacto.

            Abaixo, posto uma filmagem contendo o protagonista da Buick a partir deste plano geral da GM:

            [youtube kzbpZ7kcOb0 http://www.youtube.com/watch?v=kzbpZ7kcOb0 youtube]

          • Alexandre

            12 de agosto de 2012 at 6:01

            Resumindo, será com cara de Agile e painel de mobilete, KKKKKKKKKKKKKKKKKKK

          • Wellington_L

            13 de agosto de 2012 at 3:27

        • zeuslinux

          11 de agosto de 2012 at 16:17

          Deve ser mais parecida com a que está nesse vídeo:
          http://www.youtube.com/watch?v=LSYmND2yic8

          onde se pode ver a frente padronizada que a Chevrolet vem adotando nos seus modelos novos. Parece ainda mais com a Captiva.

          • Cristiano_RJ

            11 de agosto de 2012 at 17:20

            Nada mal. Prefiro o design do Opel Mokka, porque acho que a Chevrolet foi infeliz na escolha de sua identidade com essa grade exagerada, mas até que nesse carro não ficou ruim. O interior o Cruze, se é que realmente será esse, também é um ponto positivo. Enfim, pelo visto, esse segmento dominado por um único representante até bem pouco tempo atrás estava realmente precisando de novas personagens. E pelo visto, aos pouquinhos estão vindo.

          • Wellington_L

            11 de agosto de 2012 at 20:00

            Se me permite…

            [youtube LSYmND2yic8 http://www.youtube.com/watch?v=LSYmND2yic8 youtube]

        • francisco

          18 de outubro de 2012 at 15:34

          parece um besouro

    • Wellington_L

      11 de agosto de 2012 at 8:04

      Mais uma apresentação:

      [youtube cELBuDTq9YM http://www.youtube.com/watch?v=cELBuDTq9YM youtube]

      • Fabiano_Pires

        11 de agosto de 2012 at 15:26

        Concordo que o Trax será um grande concorrente, mas um duro golpe foi a escolha (recente, acho que o Brasil perdeu por muito pouco) do México como sede de fabricação, não pelo custo por unidade, que é mais barato do que fabricar aqui, mas especialmente pelas cotas de importação, que limitarão a quantidade de Trax por mês, ou pelo sensível aumento de preço por unidade, caso a GM resolva bancar a cota extra, uma vez que pagará Imposto de Importação "cheio" pelo excedente e terá de diluir isso no preço por unidade. Ademais, parece-me que será um carro maio, entre o Tucson nacional e o iX35; portanto, as chances de ser mais caro aumentam. Executivos da GM brasileira admitiram (em off, claro) que poderá concorrer com as versões mais caras do Eco. Disseram, ainda, que há possibilidade do Trax substituir a Captiva, outro indicativo de tamanho e preço maiores do que o Eco. Parabéns à Ford, que manteve o tamanho e melhorou tudo. Tamanho reduzido não é sinônimo de carro ruim…muito menos o fato do Duster ser maior significa que ele é melhor (beeem longe disso). Mais economia, mais dirigibilidade, melhor desempenho, menos emissões, mais vagas para estacionar: a Ford fez uma ótima opção.

      • zeuslinux

        11 de agosto de 2012 at 16:15

        Parece uma mini-captiva mesmo, ainda mais com as modificações na aparência que a Chevolet deve fazer:
        http://www.youtube.com/watch?v=LSYmND2yic8

        Só o fato de não ter o estepe, acho que fará muito sucesso.

    • francisco

      18 de outubro de 2012 at 15:20

      enjoy oque e isto beba com moderaçao

  15. Brazuca

    10 de agosto de 2012 at 7:58

    Esse novo EcoSport pelo que vi é uma versão perua (ou Station Wagon) do New Fiesta, só que bem mais legal. Para quem queria uma "belina" do New Fiesta, este é o carro. Agradável de dirigir, confortável e cheio de modernidades.

  16. Kravicz

    10 de agosto de 2012 at 8:04

    Parabéns ao fotografo!

  17. luis

    10 de agosto de 2012 at 8:09

    Cambio automatizado de dupla embragem :( decepcionante.

    • DaniloSouza

      11 de agosto de 2012 at 11:19

      Se não conhece o Powershift, melhor não condenar algo que não conhece. Ele está a anos luz na frente de i-motion, Dualogic e Easytronic.

      • @coutinhoandre

        20 de agosto de 2012 at 1:13

        Exatamente, esse novo câmbio será pioneiro entre veículos fabricados no Brasil. É tão bom quanto o DSG do grupo VW, que se tornou referência no mercado.

  18. Prata

    10 de agosto de 2012 at 8:25

    Parabens a Ford e seus engenheiros em fabricar um carro com tantas qualidades.
    Com certeza vai ser lider em sua categoria, pois o Duster não se compara.
    Tem um colega de trabalho que comprou recente uma Duster, pois não sabia da nova Ecosport, ele não acompanha muito os lançamentos novos de veiculos, agora esta tentando vender a Duster, mas nem a Renaut quer comprar. Esta com um mico nas mãos.
    Ja faz 6 anos que compro só carros da Ford e não tenho mais problemas.

  19. Rafael

    10 de agosto de 2012 at 9:03

    E o preço…

  20. Vaice

    10 de agosto de 2012 at 9:45

    A reportagem tá boa….mas, pelas fotos, percebi que o novo Ecosport "não" tem banco traseiro…..

    • Alexandre

      10 de agosto de 2012 at 12:15

      Mas hein? Essa é novidade… explica aí pois todos q testaram dizem que o espaço no banco traseiro é generoso.

    • Cristiano_RJ

      11 de agosto de 2012 at 8:45

      ???????

    • Herstet

      30 de setembro de 2012 at 14:09

      Concordo… Nenhuma foto nem comentário … Não deve ter mesmo.

  21. kaio

    10 de agosto de 2012 at 10:00

    HORRIV EL CARO DEMAIS, NAO VALE ESSE PREÇO QUE PEDEM

  22. kaio

    10 de agosto de 2012 at 10:02

    É CARO PARA CLASSE DE RENDA BAIXA TEM QUE VALER 40.000,00 NO MAXIMO, QUEM TEM GRANA NA CLASSE MÉDIA NAO VAI COMPRAR ESSE CARRO, TEM OPÇÕES MELHORES E COM PREÇOS POUCO MAIS. ESSE CARRO É PARA A POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA.

    • Fabiano_Pires

      11 de agosto de 2012 at 15:55

      Kaio, a Eco é cara, não é para classe baixa, tá…e o Duster, custa 40.000?! Hehehe…será que o Dacia Duster é para quem ESCREVE em CAPS LOCK também?

    • francisco

      18 de outubro de 2012 at 15:27

      voce quer pagar 40.000 em uma eco sport e aquela coizinha da volks chamada fox vai valer quanto

  23. salazar1966

    10 de agosto de 2012 at 11:11

    Porque não comentou nada a respeito do porta-malas?

    Com este preço, somente se for muito conservador para comprar, pois concorre com SUV’s de verdade.

    • Alexandre

      10 de agosto de 2012 at 12:11

      Lá vem ele… tá difícil achar defeitos na Eco nova hein? O preço da top vai baixar, pode escrever. As versões mais baratas vão fazer o Panderão mofar nos pátios.

  24. Ricardo

    10 de agosto de 2012 at 11:38

    Têm pelo menos cinto de 3 pontas para todos? Mas só de não ter uma versão automatica eu já passo.

    • DaniloSouza

      11 de agosto de 2012 at 11:20

      A versão com o powershift vai ser apresentado no salão do automóvel e estará disponível nas lojas logo depois.

  25. Lucas Veigas

    10 de agosto de 2012 at 12:50

    Sem ao menos opção de câmbio automático ?? ! Não obrigado.

  26. AmmmmmP

    10 de agosto de 2012 at 12:50

    Pequenos pecados a visibilidade diagonal? pra mim isso é um grande risco! que assumem em nome do design…

    A visibilidade diagonal é exatamente aquela que precisamos para visualizar pedestres nas pontas das faixas e outros carros em entradas e saídas de balões… etc.

    A área da coluna A que fica ao redor do retrovisor externo é muito fechada e abrangente, tal qual no Fox, que nem janela vigia tem.

    Cuidado redobrado com esses ícones do design comercial, já funcional… pisou na bola.

  27. Milton_GT

    10 de agosto de 2012 at 13:43

    Não consigo achar essa frente bonita, não engulo esse bocão, também não gostei da traseira por causa daquele pneu ridiculamente mal pendurado. Eu geralmente, não gosto de carros da Ford, mas gostava da Ecosport antiga, hoje entre essa e a Duster, fico com a Duster, que no conjunto e no visual, me parece bem melhor.

    • Alexandre

      10 de agosto de 2012 at 13:54

      Tem gosto para tudo nesse mundo, fazer o q né?

    • pcastilho2000

      10 de agosto de 2012 at 17:32

      No conjunto Duster é melhor? No visual Duster é melhor? kkkkkkkkkkkk…

      • Milton_GT

        10 de agosto de 2012 at 21:14

        Para mim é, kkkkkkkkkkkkk

        • pcastilho2000

          11 de agosto de 2012 at 0:00

          Sem comentários. Não anda no carro é fala que no conjunto o outro é melhor, afff…

          • Milton_GT

            11 de agosto de 2012 at 12:19

            Estamos falando do Visual, leia os comentários direito, antes de comentar.

          • Alexandre

            11 de agosto de 2012 at 14:04

            De qualquer jeito o Duster é pior, seja no conjunto ou no visual.

          • Fabiano_Pires

            11 de agosto de 2012 at 15:42

            Com máximo respeito ao colega que prefere o design do Duster, mas…é difícil entender. Até gosto da traseira, nas na-da dos setores do carro – frente, lateral e traseira – harmonizam! Parece uma foto-montagem! A frente tem tudo, absolutamente tudo dia carros dos anos 80, início dos 90: faróis quadrados e grandes, grade entre faróis (e não um pouco mais abaixo, ou mesmo no para-choque, tendência mundial de Audi, VW, Ford e até da Renault…Ah, mas é Dacia, esqueci)! A lateral é ainda pior: reta, chapada como Logan/Sandero (economia de custos, leia-se)…mas para denotar robustez simplesmente "engordaram" os paralamas de modo desproporcional! Com a lateral chapada, o contraste fica ainda mais evidente! Engraçado que o portfólio de cores do Duster é bem chamativo – e de bom gosto, reconheço. Mas as cores externas chamativas visam disfarçar as economias e ângulos desfavoráveis do carro, como a Nissan faz com o March. Enfim, prossigo respeitando, mas ouso discordar: EcoSport em termos de design é um dos veículos mais bonitos do Brasil. Há um verdadeiro abismo nesse aspecto perante o Duster!

        • Wdadam

          29 de setembro de 2012 at 22:01

          . First the Shelby can’t run with the best Corvette out there. That would be the ZR1 and the Shelby can’t touch it. And I would like a car that doesn’t halnde in the turns like an Elephant, like the GT 500 does. People in American do like cars that halnde good. When I see a Mustang I think oh some girl just graduated from high school and got a nice present. I don’t hate the GT500 but I would take an Lingenfelter Camaro instead.

    • Bruno

      10 de agosto de 2012 at 22:22

      Vc deve ter comprado o Sandeirão e esta com este mico na mão.
      Milton, passa la na Ford e mata esta sua vontade de comprar a Eco, passa este pandeirão para frente.

      • Milton_GT

        11 de agosto de 2012 at 12:17

        Parece que você não se conforma por eu não gostar de Ford, não é? Saiba que eu tenho um Punto 1.8, nunca tive carro da Renault. Mas tive amigos que tiveram e gostaram. Existe uma parte da imprensa automobilística que fica elogiando a Ford e tem também alguns fan-boys como você, mas o mercado não acha, tanto que se os carros Ford fossem tão bons assim ela não estaria amargando um 4º lugar, com a Renault na cola. Mas se considerarmos o Grupo PSA a Ford está em 5º lugar. E finalizando, já tive um Ford e não gostei.

    • Airton

      13 de agosto de 2012 at 21:15

      O que seriam das feias se todos só gostassem das bonitas. Fique com a Duster!

    • Fordfanboyola

      30 de setembro de 2012 at 14:12

      Bando da mala! Devem andar nos seus ford no porta-vocês (malas) :p

  28. bedotRJ

    10 de agosto de 2012 at 15:15

    Legal que teve fotos de todas as versões, embora poucas das versões S (com calotas) e SE (c/ rodas de aço). A maioria foi da Feestyle (rodas e retrovisores em cinza) e Titanium (rodas comuns, retrovisores na cor do carro, visula mais limpo). Notei que algumas Titanium não traziam o emblema 2.0 na traseira. Será que ambas as versões, Freestyle e Titanium, vão oferecer os dois motores?

    No mais, Natal, o caminho p/ Tibau do Sul, as falésias, Pipa…. que saudade! rs

  29. JokerCrow

    10 de agosto de 2012 at 15:45

    Mas legal que esse estepe do EcoSport, só no Santanão kkkkkk
    http://lh3.ggpht.com/_wkU0aCa0Pag/Sc8RlCUL-7I/AAA

    O carro é perfeito, só pecou por esse penduricalho.

  30. Sigma7

    10 de agosto de 2012 at 18:31

    Carro de acabamento de baixa qualidade e bem chamativo, bem do "jeitinho brasileiro" ao completar com preço alto.

    • Cristiano_RJ

      11 de agosto de 2012 at 8:52

      Sigma7 disse: "Carro de acabamento de baixa qualidade"

      Companheiro, você tem certeza de que leu a reportagem? Se não, vou facilitar para você:

      "Acabamento interno
      Na parte interna, somente o símbolo do oval azul no volante permaneceu da geração anterior. O painel novo desenho com linhas semelhantes ao do New Fiesta, em dois níveis, com variações de tonalidade. A sua composição é de plástico rígido, mas que se apresenta COM BOA QUALIDADE".

  31. ManuMessi

    10 de agosto de 2012 at 18:59

    Duuuvido que este motor 1.6 seja bom pro tamanho do carro! Isso é jogada de marketing/jabá! Todos criticam um motor 1.6 até no New Fiesta com 115vc agora vem dar conta do Eco com peso maior sem gastar mais??? Brincadeira né!!!

    • Bruno

      10 de agosto de 2012 at 22:23

      Todos criticam. Não vi nenhuma critica. Acho que vc enganou de carro.
      Todos que conheço que comprou o New estão gostando do desempenho.

      • Manu

        10 de agosto de 2012 at 23:11

        Conversa! Vc deve conhecer uma pessoa no máximo q comprou o carro vende pouco nao é atoa.
        E esse 1.6 é fraco sim nao negue um propulsor de 115cv nao da conta do peso do Eco…

        • Alexandre

          12 de agosto de 2012 at 6:06

          Santa ignorância… vai estudar camarada.

      • ManuMessi

        11 de agosto de 2012 at 10:16

        Vc deve conhecer uma pessoa no máximo, pq o carro é fraco de vendas. Vc tem carro com qual motor? 1.0? Porque achar que 1.6 de 115 cv é suficiente pro carro dito como SUV e mais pesado é brincadeira né? Tive Fiesta 1.6 vendi pq o acabamento era ruim, manutenção cara e o motor beberrão, por isso Ford não dá!!!!

        • Alexandre

          11 de agosto de 2012 at 14:11

          Meu pai tem o New Fiesta assim como um colega meu e ninguém reclama deles agora convencer alguém q não conhece de carro é difícil… só para informação vc tá comparando motor Rocam com Sigma, estuda um pouquinho os dois depois vc escreve blz?

          • Cristiano_RJ

            12 de agosto de 2012 at 13:47

            Pois é, esse tal de ManuMessi é muito amador. Para ele Fiesta rocam e New Fiesta é a mesma coisa. Para ele o velho Eco e esse novo Eco também são a mesma coisa. Não tem capacidade para entender que são gerações diferentes, com mecânicas diferentes e, consequentemente, desempenhos diferentes.

    • Cristiano_RJ

      11 de agosto de 2012 at 9:18

      ManuMessi, ao invés de duvidar, por que não pesquisar? Afinal, estamos falando de uma característica objetiva do carro e não de religião, onde se decide crer ou não crer em algo, não é? Pois bem, vou passar alguns dados de testes de pista do novo Eco para você e compará-lo ao Duster 1.6 e ao Cruze Sport6 só para referência:

      Aceleração: 0 – 100 km/h

      Revista Carro: Cruze Spot6 M/T (10,9s) < Novo Eco 1.6 (11,7s) < Duster 1.6 (13,6s)
      Auto Esporte: Cruze Sport6 M/T (11,1s) < Novo Eco 1.6 (11,5s) < Duster 1.6 (13,3s)
      Quatro Rodas: Cruze Sport6 A/T (11,6s) < Novo Eco 1.6 (11,7s) < Duster 1.6 (13,2s)
      Car & Driver: Cruze Sport6 (não disp.) / Novo Eco 1.6 (11,9s) < Duster 1.6 (13,5s)

      Como você pode ver, o Novo Eco 1.6 fica um pouco atrás do Cruze Sport6 em aceleração, mas está longe de ser um carro lento, como é o caso do Duster 1.6.

      • ManuMessi

        11 de agosto de 2012 at 10:13

        Este foi um dos comentários mais ridiculos que vi por aqui! Cristiano vc vem falar de religião, sua declaração é de gente apaixonada e sem fundamento para defender uma marca. Peço que pesquise mais sobre carros, porque comparar Ecosport com Cruze é vergonhoso pra vc aqui no site. Saiba que 1 ou 2 segundos em aceleração mostra toda a diferença de torque e motor, então o que me diz do Gol com novo motor TEC 1.0 necessita de apenas 12,9 segundos, portanto, 1.0 que anda mais que o 1.6 do bonitinho Eco. Seja razoavel nas apaixonites o Eco é mais pesado e o motor 1.6 é fraco sim pra ele, vc goste ou não disso!!!

        • Cristiano_RJ

          11 de agosto de 2012 at 11:58

          Cara, sinceramente ridículo e apaixonado no ataque a um modelo quem está sendo é você. Primeiro, porque não te ofendi. Segundo porque citei religião apenas no intuito de distinguir algo que não pode ser constatado com experimentos, e portanto resta a nós acreditarmos ou duvidarmos, com algo que é perfeitamente mensurável, como é o caso do desempenho de um modelo. Fiz isso apenas para refutar a expressão utilizada por você: "duvido". Finalmente, não estou comparando o Cruze com o Eco, estou apenas usando uma referência do que seria um carro de desempenho razoável para você poder julgar mais objetivamente o Ecosport; enquanto no lado oposto coloquei o Duster 1.6, seu maior rival. Será que você é incapaz de compreender a língua portuguesa escrita ou sua "paixão" o torna inapto a isso? Acredito que a segunda opção seja mais razoável, portanto, vou desenhar pra você:

          • ManuMessi

            12 de agosto de 2012 at 12:55

            Pq vc nao colocou motores 1.6 como referencia? Realmente coloquei 1.0 do gol quando deveria ter escrito 1.6, dai vc veja esse com potência de 104cv se a acerelacao é compatível ou nao com o Eco. Mas como vc é um fanboy exagerado da marca, sugiro que de uma lambida no Ecosport assim vc pode emitir opinião de sabor também sobre o carro… E vai encher outro cara sai fora.

          • Cristiano_RJ

            12 de agosto de 2012 at 13:43

            Bicho, você falou uma grande bobagem, facilmente evidenciada pelos dados por mim aqui postados e na falta de um argumento consistente ou na falta de humildade mesmo, ao invés de reconhecer que estava errado, parte para a agressão direta. E não vem com essa de fanboy de marca. O que postei aqui foram DADOS OBJETIVOS E MENSURÁVEIS. Isso não tem nada a ver com opinião de fanboy seu mané! É tão difícil assim entender isso? Agora, o engraçado é que já fui acusado de ser fanboy da Hyundai, da Volkswagen e agora da Ford. Na verdade, pessoas como você são assim mesmo: incapazes de participar de um debate de alto nível, tentam simplificar as coisas acusado a outra parte de ser fanboy. Ridículo…

            PS. Quanto à sua insistência no Gol 1.6, já postei todas as informações necessárias. Leia os dados pelo menos. Acho que isso você é capaz de fazer, não?

        • Cristiano_RJ

          11 de agosto de 2012 at 11:59

          De acordo com a revista Carro, o Ecosport é 0,8 s mais lento que o Cruze Sport6 e 1,9 s mais rápido que o Duster. Logo, é óbvio que seu desempenho está muito mais próximo do primeiro que do segundo.
          Já segundo a Auto Esporte, o novo Eco é 0,4s mais lento que o Cruze Sport6 e 1,8 s mais rápido que seu rival franco-romeno. Ou seja, repete-se o resultado anterior.
          Finalmente, a Quatro Rodas encontrou praticamente um empate técnico entre o Cruze Sport6 e o Ecosport: uma diferença de insignificantes 0,1 s! Se dermos o desconto pelo fato do câmbio ser automático, teremos muito provavelmente um resultado similar aos das demais revistas. Quanto ao Duster, este continua atrás do Ford: 1,6 s mais lento.

          A Car & Driver não testou o Cruze Sport6, mas seus números em relação ao Duster só comprovam o que as demais revistas encontraram: o Eco é 1,6 s mais rápido.

          Conclusão? O Ecosport 1.6 anda menos de 1 segundo atrás do Cruze Sport6 e mais de 1,5 segundos à frente do Duster. Esse resultado coloca por chão a sua afirmação a respeito do desempenho do novo Eco. Enfim, os números agora estão aí para você ver e também tirar suas conclusões. Mas lembre-se: CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS!

        • Cristiano_RJ

          11 de agosto de 2012 at 12:09

          Ah, você citou o novo Gol 1.0, não foi? Então tá, vou te mostrar os números dele também:

          0 – 100 km/h do novo Gol 1.0:
          Revista Carro: 19,1s
          Auto esporte: 18,2s
          Quatro Rodas: 16,6s
          car & Driver: 18,8s

          Se tirarmos uma média, veremos que o novo Gol 1.0 acelera de 0 a 100 km/h em 18,2s, valor muito maior que a média do novo Ecosport 1.6 (11,7s). Não vá me dizer que esses 12,9 s você achou no site da VW… acho que você não seria tão ingênuo a esse ponto…

          • Mmessi

            11 de agosto de 2012 at 16:38

            Se vc se deu ao trabalho desse tanto de respostas ainda nega ser fanboy?
            Pq nao colocou o teste do gol 1.6 com 104cv? A uma pergunta: já lambeu o Eco? Pra defender assim… Ridículo

          • Alexandre

            12 de agosto de 2012 at 6:08

            Vc deve ter 10 anos ou é louco, deveria responder os argumentos do colega pois ele não tem culpa de vc ter comprado um Panderão Monster.

          • ManuMessi

            12 de agosto de 2012 at 13:00

            Que carro vc tem bobão? Tenho um ASX, já tive Ecosport por posso falar do carro, depois cai na bobeira de ter m Focus 1.6 portanto, tenho razão como consumidor em falar do carro e vc deve ser um fanboyzinho qualquer que fica defendendo opiniões e nao a experiência…

          • Cristiano_RJ

            12 de agosto de 2012 at 13:55

            Quer dizer que você tem um ASX, não é? Engraçado, porque os dados de desempenho do ASX são piores que os do Ecosport, veja só o 0 a 100km/h deles aí embaixo

            Auto Esporte: ASX (11,1s) <; Ecosport 1.6 (11,5s)
            Quatro Rodas: Ecosport 1.6 (11,7s) < ASX (12,6s)
            Revista Carro: Ecosport 1.6 (11,7s) < ASX (12,4s)

            Se tirarmos uma média, o novo Ecosport 1.6 faz o 0 a 100 km/h em 11,6s, enquanto o ASX faz o mesmo teste em 12,0s. Ou seja, o Eco é 0,4s mais rápido que o ASX. Imagine então a versão equipada com o Duratec 2.0…

            Portanto, não entendo o porquê de tanta indignação com a motorização de entrada desse novo Ecosport, ainda mais depois de comprovado por testes que o mal desempenho que você pre-julgou é uma falácia! Ainda mais depois de saber que seu carro possui desempenho pior…

            PS. Agora, o pior de tudo é você achar que pode falar dessa nova geração só porque já teve um Ecosport da geração antiga. Noss…

          • Cristiano_RJ

            12 de agosto de 2012 at 10:09

            ManuMessi, meu velho. Muito me decepciona sua resposta. Ao invés de ler os números que postei e reconhecer que de fato a sua afirmação inicial de que o motor 1.6 Sigma é fraco para esse novo Ecosport está equivocada, você ignora completamente tudo o que falei e parte para o ataque pessoal. Não estou "defendendo" nada, estou INFORMANDO. Desde quando alguém torna-se fanboy por disseminar informações? Aliás, você deveria é me agradecer por ter me dado ao trabalho de buscar todas as informações acima e compartilha-la com você. Deixe de ser mal agradecido!

          • Cristiano_RJ

            12 de agosto de 2012 at 10:30

            E essa insistência no Gol? Você vem me falar no Gol 1.0, quando eu retifico sua informação aí você me questiona sobre o Gol 16? Eu hein, parece que tá maluco!

            Mas tudo bem, já que você insiste agora nessa versão do Gol, posto pra você também. O único problema é que a única revista que testou o novo Gol 1.6 foi a Quatro Rodas, portanto, teremos que nos basear nessa única fonte, o que não é o ideal, mas vou comparar com outros modelos para termos boa referência:

            novo Gol 1.6 = 11,3s
            Cruze Sport6 A/T = 11,6s
            novo Ecosport 1.6 = 11,7s
            novo Honda CR-V = 11,9s
            Mistubishi ASX A/T = 12,6s
            Fiat Freemont = 13,6s

            Ou seja, o novo Ecosport 1.6 é 0,4 s mais lento que no novo Gol 1.6, o que é pouco expressivo, mas possui um desempenho similar ao do Cruze Sport6 A/T. Dizer que o Eco é lento é o mesmo que dizer que o Cruze Sport6 é lento, não é? Quanto a outros SUV's de maior porte, observe que o novo Eco também não decepciona.

    • Alexandre

      11 de agosto de 2012 at 10:31

      Leia os testes que estão sendo feitos pela imprensa especializada antes de falar besteira.

  32. Aldo Neto

    10 de agosto de 2012 at 19:10

    Pô Ha Ford! Uma bósnia como a Kia Soul tem câmera de ré em todas as versões, a nova Eco nem na top. Mais respeito com o consumidor.

    • Cristiano_RJ

      11 de agosto de 2012 at 9:19

      Quer dizer que não ter câmera de ré é sinal de falta de respeito ao consumidor? Essa é boa…

      • Fabiano_Pires

        11 de agosto de 2012 at 15:47

        É, não vou comprar o Eco porque não tem a câneta de ré (opcional caro) do Soul, mesmo tendo sensor de estacionamento…hahaha. Piada!

  33. RSquall

    10 de agosto de 2012 at 19:47

    A melhor definição que vi das revistas foi que comparar Duster com o novo Ecosport, é o mesmo que comparar o Sandero com o New Fiesta… E é bem a realidade mesmo, e isso não é nenhum desprestigio para o Renault! Eles são projetos com foco diferentes e possuem publico para os dois.

    Vamos colocar a seguinte situação: vc quer um Sandero ou um New Fiesta? Se o preço fosse idêntico é obvio que a maioria ia querer o Ford pela diferença de projetos (mesmo o Sandero com um espaço quase de médio.. até pq se só isso interessasse ele seria lider do mercado e não o Gol e Uno que chegam a ser mais caros até), mas como não possuem o mesmo preço as pessoas precisam avaliar a finalidade do automóvel e o quanto de dinheiro está disposto a gastar… Na minha opinião, nesse segmento dos "Crossovers B", além da preferencia no estilo, acontecerá a mesma linha de pensamento do anterior.
    Quem quer um carro mais refinado, seguro, com mtos equipamentos e puder pagar por ele, vai de Eco… Senão quiser gastar tanto, mas ter uma boa opção no segmento, vai de Duster que continuará bem servido para o seu propósito.

    Digo que isso não é um desprestigio para a Renault, pq ele foi criado justamente pra esse objetivo… Não é a toa que o Duster é vendido na Europa por preço de Punto… Ele é de baixo custo e está traz alta lucratividade para a montadora aqui no Brasil… A Renault consegue fácil diminuir o preço do Duster caso necessite!

    • Bruno

      10 de agosto de 2012 at 22:26

      Concordo, são carros do mesmo segmento mas para publicos diferentes.
      Mas acho que a Eco vai assumir a liderança neste segmento

    • Wellington_L

      10 de agosto de 2012 at 22:51

      Pois é…

  34. leasilsan

    10 de agosto de 2012 at 21:01

    Impressão minha ou o carro não tem marcador de temperatura, seja digital ou não?!

  35. Alexandre

    11 de agosto de 2012 at 1:45

    A mulherada pira, minha mulher ficou doida… No caso dela que quer trocar o Crossfox, é uma opção a ser considerada. Mais o carro ficou mto bonito, e aparentemente não muito caro.

  36. Argeu Teles

    11 de agosto de 2012 at 2:25

    É flamengo u Corinthians???????

    Gente deixem paixão de lado. Carro é carro, vamos separar as coisas.

    Às vezes leio todos comentários e simplesmente acho graça como as pessoas torcem pelo carro ou pela marca.

    Não tenho Duster nem Eco, não compraria nenhum dos dois, por não satisfazer minhas necessidades, pois preciso mesmo é de carroceria. Bom, como meu sonho de criãnça era ter um fusca um dia. Acredito estar no lucro……kkkkkkkkkkkkkkk

  37. Juliana

    11 de agosto de 2012 at 7:40

    Achei o carro com um design muito bom e feito por brasileiro que me deixa mais orgulhosa, adorei a matéria, as fotos, o lugar para as fotos, Natal é maravilhoso, parabéns a todos…
    Eu penso que inovar é preciso e a Ford fez isso o Duster é bem diferente e vão atender publicos diferentes, o design esta muito melhor da Eco, e gostei que veio com o estepe, todos temos uma identidade, quando envelhecemos mudamos muito, mas a nossa identidade é a mesma por isso adorei que eles pensaram nisto.

  38. gabryelpinho

    11 de agosto de 2012 at 10:22

    “A sua composição é de plástico rígido, mas que se apresenta com boa qualidade.”

    plastico rigido, eu li isso?

    • Cristiano_RJ

      11 de agosto de 2012 at 12:18

      Sim leu. Mas você também leu "boa qualidade". É o mesmo que acontece com o novo Civic, o Cruze e o Lancer. Você já entrou nesses carros? Todos possuem painel em plástico rígido, mas não necessariamente de má qualidade.

      • Fabiano_Pires

        11 de agosto de 2012 at 15:51

        Ótima colocação, Cristiano! O importante é a qualidade de montagem, evitando futuros espaços e ruídos. A menos que a pessoa goste de tocar, amassar e esfregar-se nos plásticos, hahaha. Brincadeira, pessoal!

      • fabio_augusto

        12 de agosto de 2012 at 0:38

        Sim, e além desses o antigo Focus tinha painel de plástico rígico porém com encaixe excelente. O que se destacava nele era o material usado nas portas, 90% de material macio. O novo Focus usa painel emborrachado, mas as portas abusam do plástico rígido. Portanto, o novo Focus tem um acabamento no geral inferior comparado ao antigo…

      • Pimentel_

        13 de agosto de 2012 at 10:00

        Exatamente! Parece que as pessoas esquecem que outros carros, mais caros, como New New Civic, por exemplo, são todo de plástico, mas de boa(na medida do possível) qualidade. O mesmo que vem criticar os plásticos do Ecosport, vai no tópico do Civic para elogiar a qualidade de montagem.

  39. Adilson

    11 de agosto de 2012 at 18:51

    Pq tem algumas tem o escapamento bem aparente e outras não??

    • Wellington_L

      11 de agosto de 2012 at 20:28

      Bem observado…

      Claramente, são diferenças inerentes aos propulsores que lhes equipam: 1.6 e 2.0 litros.

  40. jef

    11 de agosto de 2012 at 23:34

    melhor carro fabricado no brasil

  41. Clodoaldo

    13 de agosto de 2012 at 16:15

    Aposto que será vendido em outros paises pelo equivalente a 1/3 do valor cobrado aqui. Mesmo que seja produzido aqui com todos os custos e impostos possíveis e imagináveis. kkkkkk

    • Alexandre

      14 de agosto de 2012 at 2:12

      E isso é Brasil, é assim com todos os carros vendidos aqui…

  42. Eduardo de Lima

    14 de agosto de 2012 at 17:30

    faltaram algumas informações de cunho comparativo. Pelas fotos, o novo modelo parece menor que o anterior. Não apresentaou informações sobre o tamanho do portamalas. Onde será fabricado. (espero que no Brasil).

    • Cristiano_RJ

      14 de agosto de 2012 at 20:35

      O volume do porta malas divulgado oficialmente pela Ford é de 362 l x 320 l da geração anterior.

      Com relação ao local de fabricação, será no Brasil mesmo. Mais precisamente, na fábrica da Ford em Camaçari / BA.

  43. thomas

    15 de agosto de 2012 at 8:38

    nao falaram do espaco interno neh….

  44. Ricardo

    17 de agosto de 2012 at 0:54

    O novo ecosport é uma minivan disfarçada de jipinho ( com aquela ridicula estepe pendurado na traseira).
    O Duster tem porte e traços de utilitário, anda muito em qualquer terreno, é mais alto em relação ao solo, e mais robusto, maior espaco interno, maior porta malas, ….
    No novo eco mal cabem 4pessoas, no porta malas nem se comenta.
    Duster vai continuar na liderança sem duvidas.

    • francisco

      18 de outubro de 2012 at 15:30

      iu iu iu e 1 de abril

  45. Giovanna

    17 de agosto de 2012 at 10:16

    Achei o Carro Lindo .. Meu Sonho é ter um Ecosporte desse Branco Lindo Perfeito!

  46. Rico

    19 de agosto de 2012 at 9:18

    Tenho uma Tucson, a que mais se assemelha como um SUV é o Duster. O Eco esta na mesma linha dos AirCross da Citroen. Nesta lógica sou mais a Duster.

    • l

      26 de setembro de 2012 at 17:44

      o duster é horrivel, como pode comparar o eco novo com esse carro…..

  47. Carlos

    4 de setembro de 2012 at 9:25

    com 20mil km vai estar fazendo mais barulho que escola de samba

  48. jef

    6 de setembro de 2012 at 21:25

    SE FOR LANÇADO AGORA EM SETEMBRO A NOVA ECO SPORT TITANIUM 1.6 EU COMPRAREI. ESTOU NO AGUARDO.

    • l

      26 de setembro de 2012 at 17:41

      então se prepara pq já está nas ruas pelo menos aqui em Cuiabá sim.

  49. l

    26 de setembro de 2012 at 17:33

    Bem melhor, né? A outra eu não gostava, essa me chamou a atenção, está aprovada.

  50. l

    26 de setembro de 2012 at 17:45

    Ficou parecida com a sportege da kia, não acham? Ficou top de linha, adoro carros altos, aprovadissima..

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>