Impressões ao dirigir: Nova Chevrolet S10 2012

Nova Chevrolet S10

Após 16 anos, a Chevrolet S10 ganha uma geração completamente nova. Nesse período, o mercado brasileiro passou por diversos momentos bons e ruins, a General Motors esteve à beira da falência, mas ainda assim, S10 permaneceu líder entre as picapes médias. No entanto, da geração anterior só preservou o nome. Dirigimos a nova picape em trechos de pista, lama, estrada de terra e até mesmo em simuladores de quebra-molas. Confira as impressões.

Nova Chevrolet S10

Visual da Nova S10

Para enfrentar as atuais picapes concorrentes, a Chevrolet adotou a mesma receita: grandes dimensões, suspensão alta, acabamento interno mais próximo ao de um carro de passeio, itens de conforto e comodidade além de tecnologia e entretenimento. Quanto ao visual, os traços gerais até remetem às concorrentes, mas ao vivo, os detalhes de design e a identidade da marca na dianteira fazem alguns concorrentes parecerem “cansados”.

Nova Chevrolet S10

Por falar em dianteira, o resultado final é bem interessante. A grade bipartida caiu bem na picape. O desenho dos faróis é interessante e os acabamentos cromados conferem requinte. Os vincos do capô transmitem imponência.

Nova Chevrolet S10

Na lateral, o destaque são os vincos na parte inferior que começam na porção traseira da caçamba e terminam na porta-dianteira. As lanternas dispostas na posição vertical têm elementos quadrados, inspirados no Camaro, e são formadas por LEDs. A tampa traseira é limpa, trazendo apenas vincos na região da maçaneta. O para-choque traseiro tem acabamento parcial cromado.

Nova Chevrolet S10

Acabamento interno

Nova Chevrolet S10

Na apresentação da Nova S10, Carlos Barba, chefe de design da Chevrolet, disse que o desafio era criar um ambiente interno moderno e com as facilidades de um carro de passeio. E conseguiram. A cabine tem desenho moderno com acabamento em tom cinza e luzes na cor “Ice Blue”. O material utilizado é plástico, mas demonstra boa qualidade e encaixes precisos. A ergonomia geral é boa e o acesso aos comandos do carro é fácil. O grande destaque na versão LTZ é o comando do ar-condicionado: simples, moderno e muito eficiente.

Nova Chevrolet S10

O painel de instrumentos é mais um item que foi inspirado pelo Camaro. Com dois clusters (quadrados), os grafismos são parecidos com os do muscle-car em tom azul e as quatro agulhas são em vermelho. Diferente dos carros passeio, o velocímetro e o indicador de temperatura ficam do lado esquerdo. Para quem estranhar, também poderá acompanhar a velocidade de forma digital na pequena tela ao centro, a qual também exibe as informações do computador de bordo. No lado esquerdo fica o conta-giros do motor e o indicador de nível de combustível.

Nova Chevrolet S10

Os comandos de acionamento dos faróis e alavancas (seta, limpador de para-brisa) são iguais aos encontrados no Cruze.

Nova Chevrolet S10

O console central tem um acabamento mais refinado em tom grafite. Conferindo mais requinte, a Chevrolet aplicou molduras cinza brilhante, apliques em tom de aço escovado e detalhes cromados. O resultado final é muito interessante. Para deixar o ambiente funcional, a Nova S10 conta com 26 porta-objetos espalhados pela cabine.

Nova Chevrolet S10

O bancos, revestidos em couro cinza, tem espuma rígida, mas confortável, e suas laterais ressaltadas, “abraçam” bem motorista e passageiro dianteiro. Na parte traseira há um bom espaço para as pernas dos passageiros.

Dirigindo a Nova S10

A Chevrolet possibilitou testar a Nova S10 em três ambientes para demonstrar as qualidades da picape, dividindo os jornalistas especializados por grupos. Confira a seguir a nossa sequência.

Nova Chevrolet S10

Teste 1 – Trecho Off-Road

O nosso primeiro contato ao volante da Nova S10 foi direto numa pista off-road. Havia chovido muito no dia anterior, e portanto, alguns pontos estavam com muita lama. O percurso inclui trechos retos somente em terra, curvas com muita lama, cascalho e até mesmo a “rampa”. Não foi difícil vencer este circuito. Impressionou durante o teste o baixo nível de ruído na cabine. Passar pela lama também foi tarefa fácil, sendo notável o trabalho dos controles de tração e estabilidade durante o percurso. O ponto de destaque foi usar a tração 4×4 reduzida, acionada eletricamente através de um botão, e subir uma rampa de 60 graus com quatro pessoas a bordo. O percurso foi completado saltando diversas saliências (lombadas gigantes) com a S10 relativamente rápida.

Nova Chevrolet S10

Teste 2 – Pista de asfalto

Este circuito nos permitiu acelerar um pouco, atingindo o máximo de 130 km/h em trechos de reta. Na versão 2.8 Turbodiesel automática, a entrega do torque impressiona e rapidamente a S10 passa dos 100 km/h. Os freios eficientes possibilitam conduzir a picape com segurança. Ao entrar forte nas curvas mais acentuadas, o sistema de controle de estabilidade entra em ação e corrige a trajetória. Somente forçando muito nas curvas que se ouve o barulho de pneu desgarrando, mas o fato é raro. A pista possui também curvas sinuosas em descida e uma grande ladeira, onde foi possível desfrutar com sobras do torque oferecido.

Também rodamos nesta pista com a versão 2.4 Flexpower e câmbio manual. Nesta versão, a alavanca de câmbio está posicionada de modo semelhante a de um carro de passeio, no entanto, balança um pouco quando está em movimento. Este é o único detalhe, porque no restante, mesmo com as trocas manuais, é bastante prazeroso de se dirigir. O motor 2.4 Flexpower desenvolve bem e o torque também agrada, inclusive nas ladeiras íngremes.

Nova Chevrolet S10

Teste 3 – Pista “Tortura”

Para finalizar, passamos pela chamada Pista “Tortura”. Na verdade, este teste simula o ambiente de grandes valetas, onde é possível notar o nível de rigidez torcional da carroceria além do trabalho da suspensão e tração. É uma sensação do tipo “não vai passar por aí”, mas a tarefa foi concluída rapidamente e sem demandar esforço. As fotos dizem tudo.

Nova Chevrolet S10

Nova Chevrolet S10

Nova Chevrolet S10

Considerações

É impossível comparar a Nova S10 com a geração anterior. A Chevrolet deixou de lado sua picape e tomou com base o novo padrão de picapes médias do mercado. Desenvolvida para um mercado global, a Nova S10 reúne qualidades e atributos suficientes para incomodar bastante os concorrentes. Com sua história de liderança do segmento, pela oferta das versões de cabine simples, cabine dupla, versão bicombustível e turbodiesel, câmbio manual e automático, a Nova S10 chega com uma linha completa para atender todos os tipos de consumidores. Pela fama que possui na versão anterior aliada a ampla rede de concessionárias, a Nova Chevrolet S10 deve consolidar o seu reinado.

Galeria de Fotos: Nova Chevrolet S10

Fotos: Fábio Trindade/CARPLACE

Publicidade

115 Comments

  1. Leonardo

    4 de março de 2012 at 16:55

    Fui ver a versão LT que estava disponivel aqui em Curitiba sexta feira. As linhas externas ficaram realmente bonitas, porém, o interior daquela s-10 de R$ 110.000 me pareceu de qualidade semelhante a dos carros básicos da linha chevrolet. Por exemplo, apertei o puxador da porta traseira e quase todos os contatos da porta se mexem, não parece uma camionete de preço superior aos 100k… Vou esperar a versão LTZ pra ver se esta é comparável a suas concorrentes e vou torcer para realmente ser digna de pagar R$135.000 para comprar a nova s-10 2012… Conselho, caso alguém queira a versão LT ou inferior, recomendo ver a qualidade de suas concorrentes e comparar…

  2. Emerson

    5 de março de 2012 at 22:43

    A CHEVROLET DESCONSIDEROU OS PROPRIETARIO DA ANTIGA S-10, LANÇOU O MODELO TOP DE LINHA A DIESEL 4X4 SOMENTE AUTOMÁTICA ISSO É UMA GRANDE FALHA, CARRO PRA ATOLEIRO É MANUAL, CADE A VERSÃO PRA QUEM GOSTA DE TER UM CARRO TOP DE LINHA MAS DE CONFIANÇA, OU SEJA PRA MOTORISTA QUE GOSTA DE DOMINAR O CARRO E NAO SER DOMINADO POR UM CAMBIO AUTOMATICO, E EU SEI QUE A LT E MANUAL MAS ACHO QUE DEVERIA TER A LTZ TAMBEM AFINAL DE CONTAS A LT VEM PELADA PERTO DA LTZ

  3. gabriel

    12 de março de 2012 at 17:35

    comprei a minha já 135 mil a ltz top… prata… muito feliz….

  4. Cairo

    14 de março de 2012 at 0:25

    Comprei a minha LT diesel 4×2 manual prata e to aguardando chegar. Aqui realmente tem uma fila enorme pra comprar esse carro. A versao flex ta vendendo que nem agua aqui. Prefiro a versao intermediaria porque eu posso ir botando as coisas que eu quero ate deixa la do meu jeito

  5. Joao

    18 de março de 2012 at 12:56

    Comprei a minha s10 ltz completicima e chegou onten

  6. Luana Andrade

    21 de março de 2012 at 0:17

    Maraa

  7. ADEMIR

    23 de março de 2012 at 17:43

    AMIGOS TOYOTA E TOYOTA I PONTO FINAL. QUERO VE ESA S DEISINHA AGUENTA COMO MINHA HILUX.

  8. Régis Vier

    8 de abril de 2012 at 19:34

    A GM PAROU A FABRICAÇÃO DA S10 ANTIGA ? pergunto isso pois lí que a S10 já superou a Hilux nas vendas, estou achando que estão somando S10 antiga com a S10 nova, aí então superando a Hilux. fica a pergunta, a gm parou de fabricar a s10 antiga ?

  9. Alex

    5 de junho de 2012 at 18:38

    A nova S10 não temos como dar a certeza que ela é a pick-up perfeita. Tenho uma Advantage 2010, até que estou satisfeito pelo preço que paguei na ocasião, mas hoje eu a troco por uma Hilux. Hilux não faz barulho nenhum, já a minha….e com 18.000 (em asfalto). Tenho um amigo que comprou a Nova S10 assim que chegou na concessionária e hoje ele está um pouco chateado com a Pick-up. As reclamações foram as seguintes: Borracha dos vidros quando o carro fica ao sol, estufam para fora ad porta, ele foi informado que haverá possivelmente um recall em TODAS AS NOVA S10 ! Outra, ao acionar o pedal da embreagem faz um barulho terrível, como se fosse no disco de embreagem. Já levou a concessionária e "parece que vão resolver" o problema dele, torço que sim. Outra, "barulho cíclico" na parte traseira na caminhonete, já levou 2 vezes o carro à conce ssionária, mas ainda não descobriram o problema.Trata-se da Nova S10 Flex LT 4×2

  10. luiz carlos

    24 de junho de 2012 at 19:19

    estou tendo problemas com o sistema de transmissão 4 x 4 , ele não esta retornando para 4 x 2, demora um dia, somente quando desligo o carro a noite, ai no proximo dia volta ao normal.

  11. luiz Carlos

    24 de junho de 2012 at 19:23

    outro problema que aconteceu vindo de SP para SC, minha terra natal, o sistema de ABS parou de funcionar por uns 50 KM, tive que parar o carro por uma meia hora e apos ligar novamente o sistema voltou. Outro fato é a caçamba, tem uma diferença de 3 cm entre um lado e outro a carroceria, achei esquisito.

  12. Arthur

    24 de julho de 2012 at 21:47

    Olá Caros leitores, tenho uma s10 Lt 4×4 autoa 3 meses e tá com 11000 km, ja apresentavam barulhos infernais q a revenda não conseguia acabar, mais hje ao rodar 180 km ele estorou a mangueira do interculer e perdeu a força, me deixou na mão!! a Chevrolet trocou mais não da nenhuma explicação!!

  13. Edu

    31 de julho de 2012 at 17:51

    Eu tinha um hilux srv át. 2010 por um ano, gostava muito da pick-up, faz uma semana comprei um Lt 4×4 at. Pickup muito boa confortável bom espaço, que anda atras não reclama que esta doendo as costas, motor muito forte e bem silencioso na estrada. Ate agora estou feliz com a troca.

  14. lc moraes

    21 de agosto de 2012 at 14:56

    Comprei em junho a nova s10 flex, o que me incomoda é o cambio, nas trocas de marchas ela faz barulhos no cardan, já fui em três concessionárias e elas me dizem que é assim mesmo. Um absurdo um carro nova fazer isto; não gostei, já stou pensando em vende-la.

  15. ANSELMO EDUARDO

    17 de novembro de 2013 at 10:50

    COMPREI UMA S10 LTZ FLEX 12/13 COM 7.000 KM QUE PERTENCIA A NATAL VEÍCULOS, CONCESSIONÁRIA CHEVROLET EM NATAL-RN. DESDE A PRIMEIRA REVISÃO ELA APRESENTA BARULHO NA TROCA DE MARCHA, QUE SÓ TEM AUMENTADO COM O AVANÇAR DA QUILOMETRAGEM, E AGORA JÁ QUASE COM 18.000 NUMA PISTA COM PEQUENAS ONDULAÇÕES, PARECE QUE TUDO VAI CAIR, UMA BARULHEIRA INCRÍVEL E CONSTRANGEDORA. NOTIFIQUEI NA PRIMEIRA REVISÃO, OS MECÂNICOS DISSERAM SER NORMAL. CONTINUEI RECLAMANDO, INCLUSIVE Á MONTADORA, ENTÃO, RESOLVERAM DEPOIS DE QUASE 3 MESES TROCAR A PONTA DO EIXO CARDAN QUE ENCAIXA NA CAIXA DE CÂMBIO. NÃO RESOLVEU NADA. ESTOU AGUARDANDO UMA POSIÇÃO DA MONTADORA. ENQUANTO ISSO, CONTINUO RODANDO COM O CARRO, FAZENDO UMA BELA PROPAGANDA PRA CHEVROLET E SUA S10 NOVA. ESPERO QUE A GM RESOLVA MEU PROBLEMA, ANTES DO CARRO CAUSAR A QUEBRA DEFINITIVA DAS PARTES ENVOLVIDAS, E SE DEUS QUISER NÃO CAUSE ALGUM ACIDANTE MAIS GRAVE EM UMA VIAGEM.. ESTOU MUITO DECEPCIONADO COM ESSE CARRO E O DESCASO DA ENGENHARIA DA MONTADORA. JÁ POSSUI 3 OPALAS E UMA S10 SIMPLES DAS ANTIGAS, E GOSTEI MUITO. ERAM BONS DEMAIS. NÃO POSSO DIZER O MESMO DESSA NOVA S10.

  16. Fabio

    25 de novembro de 2013 at 21:57

    Tenho uma s10 ano2012/2013, faz 20dias que ela esta para na concessionária por falta de peça, a corrrea do alternador estorou junto com a capa protetora, e ninguém da chevlolet me da uma posição de quanto eles terão a peça para consertar a minha s10, é lamentável a falta de respeito que estão tendo comigo.

  17. PAULO

    24 de fevereiro de 2014 at 20:34

    Bom, tenho uma LT, aut, diesel, 4×4. Cabine espaçosa, o pessoal que vai atras não reclama. Motor potente, responte em qualquer situação, cambio atende muito bem ao motor. Econômica, faz média de 7,5km/L urbano e entre 10,3 e 11.2 KM/L rodovia, velocidade entre 120/140 km/h, em todas situações com ar ligado. Antes tinha uma 2005, rodei 120.000 KMS, sem problemas, só manutenção ( troca de óleo, pneus, regulagem…etc). Rodei por estrada que até o diabo tem medo, nunca me deixou a pé. Essa nova alem de ganhar a robustez da antiga, ganhou conforto, espaço tanto na cabina como na caçamba.

    Obs: a antiga era um pouco mais econômica, mas tinha menos autonomia pela capacidade do tanque cerca de 12 litros a menos ( antiga a autonomia em viagens era cerca de 680 kms e a nova cerca 800 kms)

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>