CARPLACE

Oficial: Fiat lança o Freemont no Brasil na versões Emotion por R$ 81.900 e Precison por R$ 86.000

Fiat Freemont Brasil

A Fiat lança oficialmente no mercado brasileiro o Freemont, seu primeiro SUV. Fruto da aliança com a Chrysler, o utilitário esportivo será vendido no Brasil na versão Emotion de 5 lugares por R$ 81.900 e Precision, de 7 lugares, por R$ 86 mil. A garantia é de 3 anos. Veja mais detalhes do Freemont.

Motor do Fiat Freemont

As duas versões do Fiat Freemont são equipadas com o motor de 2,4 litros a gasolina com duplo comando variável e 16 válvulas que entrega 172 cavalos de potência e torque de máximo de 22,4 Kgfm a 4.500 rpm. O câmbio é automático sequêncial de 4 marchas. No Brasil, o utilitário será vendido em quatro cores: branco, cinza, prata e preto.

Motor do Fiat Freemont

Entre os itens de série estão os freios ABS com EBD e controle de estabilidade desde a versão básica. Os únicos itens opcionais do modelo são os bancos de couro, nas cores preto ou bege, que custam R$ 2.200 e o teto solar por o teto solar R$ 2.500.

Motor do Fiat Freemont

Na versão de sete lugares, a Precision, as rodas de liga leve medem 17 polegadas e são calçadas com pneus 225/65 R17. Na versão de cinco lugares, a Emotion, as rodas são de 16 polegadas calçadas com pneus 225/65 R16.

Motor do Fiat Freemont

Segundo a Fiat, a velocidade máxima do Freemont é de 190 km/h. Já na aceleração de 0 a 100 km/h, a marca informa que a versão Precision precisa de 12,9 segundos enquanto a Emotion, levemente mais rápida, faz em 12,3 segundos.

Motor do Fiat Freemont

Outro dado já divulgado pela marca é sobre o consumo do Freemont: 15,0 km/litro na estrada e 9,1 km/litro na cidade.

Motor do Fiat Freemont

Logo mais, publicaremos os detalhes e itens de série de cada versão e também mais fotos do modelo.

Publicidade
Publicidade

199 comentários

  1. Henrique

    10 de agosto de 2011 at 14:57

    O c/b não é ruim, em se tratando de Brasil. Mas, realmente, trocar a versão 6cc pela 4cc, pelo MESMO PREÇO é PALHAÇADA…

  2. Simoa

    10 de agosto de 2011 at 15:03

    Caríssimo!!!!!!!!!!!

    Mais um elefante branco da fiat.

    Só esperar o 500 com aquele preço camarada agora.
    Estamos no Brasil, fazer o que?

    • Cristiano

      11 de agosto de 2011 at 12:35

      Será que eu entendi errado ou você estava na dúvida se comprava um Freemont ou um 500?

  3. jrsomseabra

    10 de agosto de 2011 at 15:17

    Vai vender uns 500 unid em 2012..

  4. jrsomseabra

    10 de agosto de 2011 at 15:19

    Nao sera um sonho de ninguem…

  5. Celso

    10 de agosto de 2011 at 16:11

    Esse motor 2.4 e o câmbio de 4 marchas é o conjunto que era utilizado no finado PT Cruiser, até porque a FIAT não possui cambios automáticos no Brasil, somente esses brinquedinhos automatizados.
    Não faz mais de 7 km/l na cidade e 11 km/l na estrada e isso com o PT que era mais levinho. Imagina carregando a Journey… ops Freemont.
    Não reclamem não, pois daqui a pouco vão lançar a Freemont adventure Locker, com aquele rack monstruoso e uns 3 farois de milha de cada lado do parachoque. Ah ainda vão colocar um motor Fire no mastrodonte.

    • Cristiano

      10 de agosto de 2011 at 18:59

      Concordo. Quando vi os números de consumo divulgados pela FIAT me perguntei se era erro de medição ou má fé mesmo, porque uma coisa é certa: 9,1 km/l na cidade e 15,0 km/l na estrada não faz mesmo, NEM A PAU!!!! Basta procurar saber o consumo de hatches médios automáticos bem mais leves e com motorização 2.0. Não precisa ser gênio pra isso.

      Quanto à idéia da versão, Locker… nossa! vai pesar uns 2.000 kg e fazer o 0 – 100 km/h em uns 15s.

      • Celso

        11 de agosto de 2011 at 11:03

        Cristiano, coloquei a versão Adventure Locker só de brincadeira, mas não seria surpresa se a FIAT lançasse essa versão mesmo… rsrsrs, já que a mesma conseguiu transformar uma simples Palio Wekeend em quase um SUV… rs

    • Cristiano

      10 de agosto de 2011 at 19:55

      Dei uma olhada na QR deste mês. O consumo medido por eles é de 7,3 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada. Bem mais palatável do que aquele embusterismo divulgado pela FIAT.

      • p_h

        12 de agosto de 2011 at 4:46

        Todo consumo de fábrica é medido seguindo a normatização definida pela ABNT e o mesmo parâmetro é seguido por todas as fábricas. São feitos dois ciclos e nestes dois ciclos se tira o consumo urbano e o rodoviário. É claro que é difícil repetir os npumeros no uso comum, mas esses dados servem de comparação entre carros de marcas diferentes. Se um Modelo Y, por exemplo, faz 8 km/l e o Modelo Z faz 9 km/l seguindo o mesmo teste, a tendência é que o mesmo motorista faça médias melhores de consumo com o Modelo Z, ainda que na prática as médias sejam menores (6,5 km/l e 7 km/l, por exemplo). Não dá para culpar a fábrica por não conseguir repetir os números do teste. O teste não segue os critérios da Fiat, mas sim da ABNT. E existem mil fatores que influenciam no consumo. Abs.

        • Cristiano

          19 de agosto de 2011 at 10:15

          Simplesmente não confio nos números da FIAT. Tanto de consumo quanto de performance. Não apenas deste Freemont, mas de todos os seus modelos. Já percebi que seus números sempre são muito mais otimistas que os divulgados pelas revistas especializadas. Não uma revista em específico, mas TODAS ELAS. Isso não acontece com outras marcas de forma assim tão assintosa.

          Ou seja, ainda que se alege seguir um procedimento padronizado pela ABNT, os resultados são esquisitíssimos, ainda mais que sempre beneficiando a FIAT. Aí eu pergunto? Esses testes são auditados?

    • p_h

      11 de agosto de 2011 at 3:01

      Esse motor não é o mesmo do PT Cruiser, Celso. São motores completamente diferentes.

      O motor do Freemont é da família GEMA, um motor atual, desenvolvido em conjunto com a Mitsubishi e a Hyundai.

      O motor do PT Cruiser é da família NEON, derivado do antigo motor 2.0 que equipava o Neon nos anos 90.

      • Celso

        11 de agosto de 2011 at 10:57

        p_h, isso mesmo, quanto ao motor 2.4 com 143hp do PT Cruiser ser derivado do antigo motor 2.0 do NEON isso é certo mesmo. Agora tenho minhas dúvidas se esse motor 2.4 seria mesmo de uma nova família de motores. Já que se a Freemont for montada no México a FIAT pode ter aproveitado o mesmo motor do PT com algumas alterações para aumentar a potencia. Acredito que você tenha mais informações do que eu sobre esta nova família, pois não li em nenhuma reportagem sobre isso.
        Sei que a linha de montagem do PT passou a ser a do Cinquecento. Mas de qualquer forma obrigado pela informação.

        • p_h

          12 de agosto de 2011 at 4:42

          O motor é da família GEMA mesmo, Celso. Esse motor é o mesmo motor usado no Journey norte-americano. Já tem a ficha técnica no site da Fiat. Os motores da família NEON já sairam de linha… abs.

  6. Tony_76

    10 de agosto de 2011 at 18:56

    Tem gente falando que o carro deveria custar 65k, impossível, esse é o preço de Eco Sport 2.0. O preço de lançamento é alto, mas é a realidade brasileira.

    • Cristiano

      10 de agosto de 2011 at 19:27

      Deveria custar uns R$ 75.000 (versão de entrada) e R$ 79.900 (versão top), o máximo. Está uns R$ 6 a R$ 7 mil acima. Mas o mercado se encarregará de colocá-lo em seu devido lugar.

    • Wellington_L

      11 de agosto de 2011 at 6:31

      Claro…, mas não devemos nunca nos acomodar/conformar com esta situação… não é?

  7. Marcio

    10 de agosto de 2011 at 19:10

    A maldição dos Poneis malditos!!!!

    • Geovani

      2 de março de 2012 at 22:44

      Para vcs que só critica e porque são todos quebrados e não tem grana nem para comprar um uno mille e quer criticar um carro como este, larga de ser osmose cambada de quebrados, vão tentar pelo omenos fazer um teste drive para poder sentir o carro, mas como não tem este gabarito e mais facil criticar.

  8. Luciana

    10 de agosto de 2011 at 19:33

    QUEM NÃO TEM GRANA, BASTA NÃO COMPRAR!!! Galera aqui não tem grana pra comprar nem um Mille e fica falando mal de um carro que sequer conhecem ao vivo!!!

    • YoOdEx

      12 de agosto de 2011 at 0:07

      Ahhh o Mille eu tenho! uhaehueahu

    • Luciano

      14 de agosto de 2011 at 10:13

      É isso ai, só quem andou numa Journey pra saber o quaqnto vale… to louco pra testar o Freemont

    • Vagner

      23 de fevereiro de 2012 at 11:28

      Ei querida, a questão nem sempre é a grana e sim, raciocinio lógico, só mulher mesmo pra comprar um carro pesado c/ 4marchas,rsrs.Eu conheço os dois carros(jorney original), a Fiat adora clientes como vc,
      pois sabe que não precisa se preocupar com cliente exigente, mas sim comprador simpático(compra pela beleza).

  9. Cristiano

    10 de agosto de 2011 at 20:55

    PREFIRO O ORIGINAL, MOTOR MELHOR, CÂMBIO MUITO SUPERIOR. EM TEMPOS DE ECONOMIA, CÂMBIO DE 4 MARCHAS É UMA OFENSA!

  10. Leonardo

    10 de agosto de 2011 at 22:33

    A tá só pode estar de brincadeira R$ 86.000,00 se eu tivese condiçoes eu pagaria um pouco mais e compraria o Journey na versão mais em conta e é um Dodge.

  11. thiago

    10 de agosto de 2011 at 23:30

    galera so entende de carro popular. Ta mto barato!

  12. THIAGO

    11 de agosto de 2011 at 11:40

    A FIAT SURTOU…HAUAHAUAHAUAHAUAHJAUA…EU PASSO ANO LUZ LONGE AINDA MAIS SENDO FIAT…QUE DIZER SÓ TEM O LOGO …BOA SORTE BABACAS QUE IRSM COMPRAR

  13. LBA

    11 de agosto de 2011 at 12:24

    INICIALMENTE O PREÇO FICOU ACIMA DO INFORMADO NA PREVENDA QUE SERIA EM TORNO DE R$ 70.000,00, ESSE VALOR DE R$ 81.900 É CARO, POIS A DOODGE DE ENTRADA CHEGOU A SER VENDIDA POR R$ 80.000, A FIAT AO MEU VER PERDEU A OPORTUNIDADE DE LANÇAR UM CARRO QUE VENDERIA IGUAL A TUCSON GL AUT, QUE DE TANTO SER VENDIDA FOI RETIRADA DO MERCADO PAR DAR ESPAÇO A GLS E, FICANDO SOMENTE A MEC POR R$ 60.000 E AUT R$ 70.000. SE COMPARAR COM A GASOLINA QUE A BR JA TENTOU VENDER A R$ 3,00 POR VÁRIAS VEZES E VENDO QUE A QUEDA NAS VENDAS FOI GRANDE SEMPRE VOLTA AO PREÇO QUE JA É UM DOS MAIS CAROS DO MUNDO DE R$2.50.

  14. rodrigo

    11 de agosto de 2011 at 13:00

    Fechei o meu hj galera! prata emotion com couro, consegui fechar por 83.300. pegando o bicho daqui a 10 dias.

  15. Murillo

    11 de agosto de 2011 at 13:28

    O carro já está disponível no site da Fiat, com configurador e tudo mais!

  16. Junior

    11 de agosto de 2011 at 15:41

    Por esse preço, coloco mais uns milzinhos a mais e fico com a Journey mesmo.

    Pelo menos o carneiro dá mais status :D!

  17. flavio

    11 de agosto de 2011 at 16:01

    O motor é muito bom, alem de ser muito economico,
    tecnologia vvt ( duplo comando variavel)
    quem gosta de toyota corolla, vai gostar dele também!
    tecnologias semelhantes!

    • YoOdEx

      12 de agosto de 2011 at 0:10

      O problema que o Corolla pesa 1200Kg, esse pesa 1800Kg.. De qualquer forma, acho que sera um motor eficiente na questão de desempenho. Não vai empolgar, apenas será um carro de familia. Quanto ao consumo, acredito passar longeeee do Corolla, Aposto em 10km/l na estrada, vazio, andando a 110km/h sem forçar muito.

    • Cristiano

      12 de agosto de 2011 at 8:34

      O motor é bom, mas é insuficiente para o peso do carro. Os testes das revistas especializadas comprovaram isso. O 0 – 100 km/h do Freemont ficou em 13,5 s em média. Esse valor é equivalente ao de modelos como o Chery Face 1.3, JAC J3 1.4, Fiat Uno 1.4, Chevrolet Agile 1.4 e Citroën Aircross 1.6, este último muito criticado pela insuficiência de motor.

      Some-se a esta falta de potência e torque do motor um câmbio de concepção antiquada e, além de desempenho modesto, teremos consumo elevado. A Quatro Rodas, por exemplo, registrou 7,3 km/l na cidade e 9,8 km/l na estrada.

  18. Carro barato

    11 de agosto de 2011 at 18:43

    A concorrencia dele é o Sorento, Santa fé, Jorney e Honda CRV, o preço tá um pouco salgado porém não muito fora do preço do mercado. Prefiro pagar um pouco mais pelo Jorney, porem para quem precisa de 7 lugares é uma boa opção. A potencia é semelhante porém muito mais torque (que é mais importante) do que o Sorento 2011, o pecado é o cambio 4 marchas, o que justificaria o preço inferior.
    ASX, Sportage e IX-35 são lindos porém de tamanhos menores, eu gosto de SUV mas não compraria por serem pequenos, sem falar que o bagageiro desles são um desastre para quem viaja com bagagens, são carros de mulher rodar em cidade.

    • Cristiano

      12 de agosto de 2011 at 8:36

      O Freemont não concorre com o Journey. Tanto é que a versão de entrada do Dodge, a SE que custava R$ 82 mil, saiu de linha para dar lugar ao "novo" lançamento da FIAT. Já o CR-V, este não concorre com Sorento e nem Santa Fé. Ele concorre com os demais SUV's "compactos" citados por você.

  19. Repdesc

    11 de agosto de 2011 at 23:05

    PERGUNTO: sete lugares, fico com a FREEMONT, com a GRAND C4 PICASSO ou com a “antiga” JOURNEY?

    • Salvatore

      15 de agosto de 2011 at 13:59

      Eu estou na mesma encruzilhada, porém entre Freemont, Vera Cruz, Captiva, Sorento, e a Journey RT 2012 que deverá vir com motor de 3.5 283HP. Destas opções foicaria com a Journey RT 2012. O Freemont com motor de 170 é muita manco.

      • Repdesc

        18 de agosto de 2011 at 1:14

        Vendedora da Dodge me disse que a nova Journey chega no final de setembro com preço entre 115 e 120 mil

  20. ussantos

    11 de agosto de 2011 at 23:13

    Não me importa se vem a logomarca da FIAT ou da CHRYSLER na grade, o carro parece ser bom e se eu tivesse dinheiro suficiente, o compraria.

    Acredito que venderá bem, mas não será um estouro de vendas. Mas se me permitem brincar um pouco, poderia ser um estouro de vendas se a Fiat lançasse a versão Adventure!! (risos)

  21. RSantos

    12 de agosto de 2011 at 13:20

    Se viesse com os motores diesel da versão européia seria show. Agora, não dá para comparar com Tucson, Ix35 ou Sportage, todos são pequenos e de 5 lugares, O Freemont é comparável ao SantaFé, Sorrento, etc, com espaço de sobra e 7 bancos. Mas com o motor 2.4 vai ser difícil fazer 9km/l na cidade, tá mais para 7km/l, enfim, têm que esperar o publico comprar e testar, eu não arriscaria.

  22. Salvatore

    15 de agosto de 2011 at 14:04

    Faz um tempo que eu esperava pra ver o que a Fiat iria fazer. O resultado foi decepcionante em trazer este carro com motor de 170CV. Fiz um test drive na versão da Dodge com motr de 185 e é muito manco. Agora estou entre a Journey 2012 RT com motor Pentastar de 283HP, ou Vera Cruz, ou Sorento 656. Depois de ver o que a Fiat trouxe ou vou esperar a Versão 2012 da Journey, se decidir não esperar vou de VeraCruz 2012 (remodelada) ou Sorento.

    • Lucio Alves

      21 de agosto de 2011 at 18:37

      Amigo Salvatore e amigos. Atualmente tenho um Toyota Corolla 2010. É outra enganação. internamente com designe antiquado, radio toca CD pré histórico, flex beberrão mesmo sem utilizar ar condicionado. Estou emigrando pro Ssangyong com aval de motor e cambio Mercedes-Benz com combustível DIESEL dentro das especificações europeias. O preço é atrativo principalmente pelo combustível que utiliza. Tive oito veiculos FIAT por sesi anos consecutivos. O descaso dessa marca com o consumidor é notório. Já fiz teste drive em outras marca e estou pendente a aderir a SSANGYONG. Aceito comentários e palpites inteligentes de quem realmente é consumidor e tem poder aquisitivo para tal. Grato. Alvinho

  23. André Abreu

    16 de agosto de 2011 at 0:25

    Fiat não tem mercado para carros de luxo, se eu tivesse 90mil para comprar um carro iria pensar noutras marcas, menos na Fiat. Como bem disseram, o público que compra esse carro é mais velho, mais conservador, um empresário ou executivo de 50 anos de idade a ultima coisa que vai desejar é um fiat.

    • Fio do Chico

      10 de setembro de 2011 at 15:46

      Falou tudo!

  24. Roger

    21 de setembro de 2011 at 17:32

    Eu só queria saber quais os carros que vocês espertos tem, geralmente pessoas que fazem este tipo de comentários, tem no máximo um carrinho 1.0 e olha lá.
    Geralmente quem mais comenta de carro é o que anda de moto ou de bicicleta.
    Quem tem dinheiro para comprar um carro desses ele compra, amanha não gostou troca por outro.
    Eu comprei tenho dinheiro para comprar qualquer outro, e não estou preocupado quanto ele vai valer amanha, o que me interessa que o carro é um espetáculo e muito confortável.

  25. Roger

    21 de setembro de 2011 at 17:36

    Eu só queria saber quais os carros que vocês espertos tem, geralmente pessoas que fazem este tipo de comentários, tem no máximo um carrinho 1.0 e olha lá.

  26. anderson aps

    2 de outubro de 2011 at 11:17

    ogico que esse carro vai vender bem.tudo que é novidade no começo faz sucesso.espere um pouco que vcs vao ver a desvalorização desse carro .nao tenho dinheiro para comprar e nao compraria.motor é fraco sim para tanto peso.fiat nao tem tradição nenhuma nesse tipo de veiculo.esse carro é sim para tios afortunados.vai ser um beberrão.vejo esses lançamentos caros de pouca qualidade e por isso fico com meu carro velho.tenho um omega cd lindissimo e é muito mais carro.ninguem quer saber de carro velho mas ter novo uno(horrivel) fiesta gol celta palio entre outros ninguem merece.pobre nao pode comprar alem disso pois nao tem dinheiro mesmo.sou pobre? sim sou mas tenho carro.preço nao é tudo,carro novo nao é tudo tem que ter qualidade.

  27. anderson aps

    2 de outubro de 2011 at 11:20

    kkkkkkkkkkkkkkkk celso vc foi demais.seu comentario foi perfeito.o lance nao é ter apenas dinheiro para comprar mas sim saber comprar.

  28. GBJ

    18 de outubro de 2011 at 16:48

    Sem palavras! Hoje conhecí este BELO exemplar da FIAT! Navegando na web me deparei com estas postagens!…Sem palavras!!! Fico admirado com a grosseria e ignorância deste povo que infelizmente infesta este pobre país terceiromundista ainda perdido na total ignorância e subdesenvolvimento!
    As pessoas denigrem a marca FIAT pela símples ignorância! Tive Tempra 2.0, troquei ppor um Marea 2.4, NUNCA tive nenhum problema sequer! NUNCA! Reduzo na marcha, estico as marchas até o limite de rotação, faço o que quero com estes motores, NUNCA nenhum problema! Então, desculpem alguns dos participantes; mas PAREM de postar tantas asneiras, babaquices e mentiras preconceituosas! POR-FAVOR!
    VW sempre foi e na maioria das vezes ainda é uma carroça dura e pelada, FORD mudou muito, mas sempre foi símples e antiquada, a Chebrolet….bem…..se não fosse a FIAT, ainda teríamos opalão ou vectra ….mas com MOTOR opalão….. Ninguem merece!….rsrsrrssrsrsrs……

    • DANI

      9 de novembro de 2011 at 22:38

      E INVEJA DE QUEM NÃO TEM DINHEIRO PRA COMPRAR

  29. Tadeu Guedes

    27 de outubro de 2011 at 10:50

    Pessoal, estive pesquisando pessoalmente alguns carros SUV e, de todos já vistos (IX35, Sportage, CRV) a Freemont é disparado a que oferece maior espaço interno, itens de série e interatividade.
    Minha desconfiança seria somente esse consumo dele.
    Estou quase inclinado a pegar esse carro, e olhe que estou saindo de um Volkswagen, cuja confiabilidade é bem melhor!!!

  30. gerson

    27 de outubro de 2011 at 20:57

    só usando para saber.acabei de adquirir,top,daqui 30 dias,posso comentar,espero ter feito bom negocio

  31. Marcelo Costa

    5 de novembro de 2011 at 2:33

    Acho que a FIAT deu outro tiro no pé. O Freemont é uma junção da FIAT com a Chrysler Journey. E a Chrysler parece ter parado no tempo. Seus carros são pesados, quadradões moderninhos, nada além disso. O desing do Freemont não é diferente, e por esse preço. Minha nossa, o brasileiro está aprendendo, ainda que muito devagar, que é melhor ficar na mesmice dos japoneses, me refiro aqui a dupla Corolla e Civic, que já são carros testados e aprovados, do que pagar 86mil num carro como o freemont. É demais. Será que esses caras pensam que a gente tá tirando dinheiro de algum poço no fundo do quintal é? Acorda FIAT.

  32. dani

    9 de novembro de 2011 at 22:35

    nossa gente como vcs são invejosos, vcs so não compram pq não tem dinheiro seus pobres . EU ADOREIIIIIIIIII

  33. awatt

    7 de dezembro de 2011 at 21:16

    comprei e o carro e muito bom, o motor e mais forte do que o crv

  34. carlos

    16 de dezembro de 2011 at 21:58

    Atenção! o consumo divulgado é propaganda enganosa.

  35. josi

    23 de dezembro de 2011 at 9:48

    Bom estou saindo de um CRV para uma Freemont , adorei o carro!
    Como todos tem os seus defeitos, mas em beleza principalmente interna é indiscutivel, e mais todos nos levam para o mesmo lugar, se não valer a pena, é só trocarmos de novo hehe

  36. josi

    23 de dezembro de 2011 at 9:55

    Se o Carro Freeemont fosse tão ruim assim, não ficariamos na fila de espera por 90 dias e até 120 dias, parem pensem e meditem seu unico e maior defeito são as 4 marchas, mas que é lindo isso sim ele é, e por ser 7 lugares seu preço é rasuavel como os demais veículos.

  37. EMS

    14 de dezembro de 2012 at 20:35

    Já tive Tucson e CRV, agora estou comprando o freemont precision, para mim da de 10 a zero nos outros. Quem está reclamando é porque está morrendo de vontade de ter um mas não pode !!!!!!!!!!!!!!!!!……………

  38. BRUNO

    26 de janeiro de 2013 at 21:31

    Tenho um Freemont Emotion, Excelente carro, 6Km/L Cidade e 10Km/L Estrada, Confortavel, Otima Estabilidade, Bonito, comparado aos modelos no mercado digo ter um bom custo/beneficio. Satisteito.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>