Fiat Freemont: Todos os detalhes em super galeria de fotos em alta resolução

O primeiro fruto da aliança com a Chrysler, o utilitário esportivo Fiat Freemont começa ser vendido no Brasil nas versões Emotion de 5 lugares por R$ 81.900 e Precision, de 7 lugares, por R$ 86 mil. Confira todos os detalhes do Freemont numa super galeria de fotos em alta resolução.

Galeria de Fotos: Fiat Freemont

Clique nas imagens para ver em alta resolução.

Publicidade
  • WANEY ANDRADE

    4 MARCHAS …. TÓ FORA, PREFIRO CRV OU ASX.

    • Anderson

      Quem não prefere? O negócio é q o Freemont te pega pelo preço, itens de série e espaço… Pois a versão de 7 lugares ainda consegue ser mais barata q o CRV básico… E o ASX carece de espaço no porta malas para se chamar de SUV, crossover ou sei lá o q….

      • Renan_Wolf

        Mais a Captiva por exemplo é bem melhor do que o Freemont, tanto em motor quanto em qualidade.

        • thiago

          desde qdo Captiva foi parametro de carro bom?

        • GILMAR

          CARRO E SORENTO KIA

        • zebedeuvgbr

          huahauhauhauahuah! Isso foi uma piada, né?

      • clodoaldo

        Concordo com vc Anderson…

        • Theresa

          This is a really intelligent way to awsenr the question.

    • Cleber Odorizzi

      É entendo a indignação. No entanto, a Freemont fez a versão com quatro marchas por ser mais compatível. Por ser quatro marchas, elas são mais longas. É claro que o "giro" do motor em algumas situções tende a ficar mais alto, mas isso também não é problema. Outra questão é o peso. São quase dois mil quilos para 175 cavalos (mais ou menos), pode em primeira impresão ser pouco, no entanto, não. Como possui 4 marchas, acaba se justificando. Quando se fala em consumo, é importante destacar que, diante de todo o aparato, luxo (diga-se de passagem ficou muito melhor que a antiga Journey), não há muito o que reclamar, já que na cidade o consumo ficaria entre 6 a 8 e na estrada 8 a 10. É um carro pesado, um SUV excelente. Se aproxima muito a uma camionete. Quanto aos opicionais são três: teto solar, aquecimento de banco e sete lugares. O preço bem da verdade tem início em R$ 81.000,00. O espaço interno é bom. Quem nunca entrou dentro da Freemont é melhor considerar seus posicionamentos. Apesar do preço, considero ser um carro melhor que muitos por aí. Considere também que a SUV Freemont ainda está como lançamento. Acredito que com o passar dos tempos, o preço caíra, como em outros casos. Como aconteceu com a Captiva.

    • tiago

      ficou muito bonita essa camionete freemont parabéns fiat

    • VINICIUSJUNKA

      WANEY, VC TÁ ENGANADO. TENHO UMA FREEMONT. O CONJUNTO MECÂNICO É MUITO BOM. VC NEM SENTE A MUDANÇA DAS MARCHAS. RODEI 500 KM COM ELA NA RODOVIA W. LUIS E ANHANGUERA E FEZ 11KM/L A 110-120KM/H. O CONFORTO É ABSURDO. PARACE QUE VC ESTÁ DIRIGINDO UMA CABINE DUPLA. NÃO TEM MELHOR CUSTO BENEFÍCIO NESTA CATEGORIA DE SUV CROSSOVER. FAZ UM TESTE DRIVE QUE VC VAI MUDAR DE OPINIÃO. ABÇS.

  • Danielfla

    Prefiro uma captiva Sport!

  • Arpoador Rio

    Podia custar R$ 10 mil menos!

    • Paulo_Freire

      Todos os carros dessa categoria podiam custar 10/15 mil a menos. Mas ñ cusram, e nessa o Freemont é melhor pelo custoxbeneficio.

      • kitokar

        Melhor custoxbenefício com câmbio lixo de 4 marchas???
        Só você com certeza acha isso.
        E outra coisa: essa coisa é um Fiat!

        • Paulo_Freire

          Com certeza, melhor que pagar BEM mais por uma porcaria de um pseudo SUV coreano com motor mais fraco, acabamento pior e que nem regulagem de distância do volante tem!

        • thiago

          um dos melhores custo beneficio! O unico concorrente seria o ASX por esse preco…

        • VINICIUSJUNKA

          UM CÂMBIO COM + MARCHAS NÃO CAIRIA BEM EM UM CARRO DESSE TAMANHO. PARA ISSO O MOTOR TERIA QUE SER PELO MENOS UM V6 OU 280 CAVALOS. NA FREEMONT, SE O CAMBIO FOSSE DE 6 MARCHAS, ACONTECERIA O MESMO QUE ACONTECE COM A SPIN, OU SEJA, O MOTOR É MUITO FRACO, ASSIM O SISTEMA FICA INDECISO EM AUMENTAR OU REDUZIR AS MARCHAS, PERDENDO RENDIMENTO. COM 4 MARCHAS, O FREEMONT FICA MAIS ESTAVEL NA CONDUÇÃO.
          SACOU?

  • Mr. Car

    Ele é seguramente um dos mais bonitos veículos deste segmento. Se fosse comprar um, seria ele. Só faltou o interior bege, infinitamente mais bacana que o porre do preto que praticamente se adotou como padrão aqui no Brasil.

    • Renan_Wolf

      Eu até compraria um, se fosse uns 10 mil mais barato, mais por esse preço o Captiva é melhor.

      • Maicon

        consumo exorbitantemente maior! mais cada um com seu gosto!

    • http://www.hotmail.com pedro

      Tem opcao de banco revestido em couro bege.. de uma olhada no site da fiat..
      CARRO SHOW DE BOLAA.. prefiro ele dok qualquer outro da categoria..

  • Fernando

    Não rola um câmbio desse. Feio não é, mas temos opções melhores. Peugeot 3008 por exemplo.

  • http://www.carplace.com.br José

    Prefiro o DODGE JOURNEY, pois com o Journey voce pode dizer: "Eu tenho um Dodge" e não um FIAT.

    • Paulo_Freire

      Com o Freemont tb.

  • Felipe

    Não, obrigado. Vou ficar em dúvida entre Captiva e ASX.

  • juniorbarreiros

    Mas ele tem os bancos em cor bege como opcional… eu acho muito bonito e o número de concessionárias fatalmente alavancarão as vendas do Freemont.

    • Pedro Paulo

      Duvido ! Tá muito caro !!!! Mas, se quisercomprar, vá em frete

      • Paulo_Freire

        Me diga quem são os melhores? CR-V? Rav-4? Captiva?

      • thiago

        Nao ta caro, nem barato! Está no preco! Caro sao Captiva, CRV, RAV….

  • Fabio

    lindas fotos

  • thiago

    fiat…não obrigado…vai ser mico

    • lbs_poa

      Pelo preço que está, não vai ser mico não.
      Os outros concorrentes custam quase 20 mil reais a mais.

      PORTANTO, apesar de eu não gostar da FIAT, espero que este carro seja O MAIOR SUCESSO DE VENDAS, para obrigar KIA, Mitsubishi, Chevrolet e Honda a baixar os seus preços.

    • luca55ilva

      espero que esteja sendo irônico, pois de fiat, esse carro só tem o emblema, quando na verdade é o bom e velho dodge journey!!

      • mpjrio

        Pois bem , os VW que prestam tem motor audi, o 3008, tira onda com um motor de BMW, assim como o Mini. A Land Rover usa motor 2.2 de origem Peugeot no freelander,; e a Jaguar faz o mesmo com o 2.2 DCTI da Ford, que por sua vez usa plataforma , motor e painel FIAT no seu Ka europeu. É a globalização, meu caro!!!!

    • flavio_ba

      O que falta é real senão compraria de olho fechado!!!!

    • Feijoão

      Cala essa boca seu imbecil, de fiat só tem a logo.

  • BARTY

    as mulheres iram adorar, olha a quantidade de porta objetos.
    eu já gostei do espaço, bom para viagens longas

  • gatopardo

    Esse carro ia ser vendido por 70 mil, colocaram esse preço pra ver se cola… Se não vender bem, em 60 dias já estará por 75 mil, pode anotar.

  • Readgis

    Eu até compraria, se fosse um Dodge Journey…

    • Paulo_Freire

      E é.

      • thiago

        E é. [2]

    • http://twitter.com/lambdanerd @lambdanerd

      Compre os adesivos da Dodge e você vai ficar com um carro fodão e tirar onda de esperto!!!

      • Bussade

        Melhor resposta de todas!

    • luca55ilva

      é só trocar o emblema e a grade dinateira, que ele fica igualzinho a um Dodge journey!

  • Matheus_P

    Carro de mulher…

    • p_h

      A quantidade de gadgets funcionais e porta-objetos neste carro é enorme. Também, foi projetado para ter a mesma funcionalidade de uma minivan.

    • Paulo_Freire

      Todos são.

  • p_h

    Engraçado o pessoal dizendo que não vai comprar por causa de um simples emblema! Só eu que acho isso um absurdo? Estão fazendo a mesma coisa que fazem os Toyotistas que pagam absurdos por um Corolla só por ser Toyota. Ou os conservadores que compram carros defasados só por serem de marcas tradicionais no país. Garanto que se fosse Dodge, essa galera não ia comprar do mesmo jeito, porque a Dodge tem uma rede de concessionárias ínfima e o preço das peças é alto. Esse carro só tem a ganhar com o emblema Fiat. Mais pontos de assistência, mais pontos de venda, além de um belo acréscimo na quantidade de unidades vendidas. Tanto faz se é Fiat ou Dodge, o carro é exatamente o mesmo, só muda o emblema.

    • Paulo_Freire

      E ele foi bem elogiado no Best Cars principalmente pelo ajuste de suspensão promovido pela Fiat.

      • p_h

        Tem me incomodado a Fiat em teimar levar crédito pelo que não tem. A suspensão do Journey também foi recalibrada. O Freemont é só um badge engineering.

        • Paulo_Freire

          Ñ ñ, a do Freemont tem calibração diferente da do Journey.

          • Wellington_L

            Claramente, por causa do conjunto mecânico, essa calibração é diferente em relação ao da velha versão V6 do Journey (já descontinuada) ou ainda se tratarmos da nova versão V6 Pentastar que ainda não desembarcou por aqui. No entanto, creio que seja idêntica a da versão de entrada da Dodge, que conta com o mesmo conjunto propulsor. Afinal, duas calibrações diferentes elevariam os custos com a montagem na unidade fabril mexicana…, não é?

          • Paulo_Freire

            Nem tanto, o lance é que p/ vir p/ cá, se ñ modificarem a suspensão a coisa complica. Amortecedores "americanos" e "europeus" nunca tiveram vida facil aqui e te digo mais: como esse carro ñ vem só p/ cá [é comercializado em outros paises latinos] essa calibração diferente acaba compensando já que nossos "companheiros" tem pistas tão ruins quanto as nossas.

    • mpjrio

      Isso é palhaçada de fanboy…. Ah é fiat, ah é dodge…. PALHAÇADA!!!!! Bota um emblema da Honda, da Toyota ou da VW e DOBRA O PREÇO, que os manolos compram!!!!! Tô contigo!!!!

  • http://www.Noticiasautomotivas.com.br @douglasareado

    Atualmente o único carro da FIAT com Câmbio Automático, mesmo sendo de 4 marchas, acaba sendo muito mais confortável que o TRANC***GIC, desculpe, Dualogic de 5 marchas. Espero que esse Câmbio Automático equipe o Linea e outros carros da FIAT. Dualogic deveria ser só pra linha Palio.

    • Wellington_L

      Não seria melhor torcer pelo câmbio automático de seis marchas que já equipa a versão norte-americana do 500? Este é fornecido pela empresa japonesa Aisin. No entanto, as especulações apontam que a linha popular da Fiat por aqui será equipada com o câmbio DCCT (robotizado de dupla embreagem) desenvolvido por ela própria.

      • Paulo_Freire

        Na verdade chama-se DDCT.

        • Wellington_L

          Obrigado pela correção…

  • Wellington_L

    Se colocássemos o conjunto motor/câmbio do Peugeot 3008 sob esse modelo, por exemplo, teríamos um belo custo/benefício, pois é somente isto que falta para essa versão do Dodge/Fiat ser considerado muito bom na categoria que disputa. No entanto, ele peca neste principal quesito para um automóvel: seu conjunto propulsor.

    Quanto à comercialização, a montadora italiana é uma das quatro grandes e isto já garante uma excepcional rede concessionária quanto à distribuição por nosso grande território. Além disto, seu excelente departamento de marketing não dá ponto sem nó. Estas características são suficientes para que as vendas do Freemont sejam razoavelmente boas – dependendo também da produção e envio do país norte-americano…, claro.

    • Paulo_Freire

      Ñ peca em motor e cambio pois a concorrência ñ oferece coisa lá muito melhor, peca em "oferecer" detalhes que ñ condizem com a Fiat mas que poderiam [e deveriam] ser revistos: consumo em litros/100km, as luzes ñ apagam ao desligar o carro, a troca de marchas se faz movendo a alavanca p/ os lados [coisa de Mercedes...] e ñ dá p/ reduzir marchas fincando o acelerador no assoalho ["knock down", acho que é esse o nome], freio de estacionamento por pedal [coisa de Mercedes...2] e encostos de cabeça que ñ encaixam no banco [formato de "virgula"].

      O motor nem está tão ruim visto que coisa BEM pior no mercado, mas o cambio poderia ser o de 5 marchas que o Classe C usava. Custa, Fiat?

      • Marco_Reis

        Peca justo no motor e cambio, caparam um dos conjuntos mais elogiados do segmento , tinha um motor V6 de 185 cv casado perfeitamente com um cambio de 6 marchas ( quem ja andou num Journey sabe o que eu estou dizendo) . O nome da manobra é "Kick Down" , e todo cambio at o faz. Quanto ao que vc citou, ele manteve as caracteríticas do original ( Journey), freio de pedal é prático e seguro, cambio tiptronic com movimentos laterais é só uma questão de costume. Acho que a Fiat perdeu uma oportunidade de arrebentar em um segmento que cresce muito no nosso mercado.

        • Paulo_Freire

          Casamento perfeito? Casamento ridículo isso sim! Um cambio excelente em um motor paupérrimo. É o mesmo que o Santana de entrada com o 2.0 da década de 80 aliado ao Tiptronic de 6 marchas.

          Olha como o casamento é perfeito: http://bestcars.uol.com.br/testes3/dodge-journey-

          E se todo cambio fizesse o Kick down o do Freemont faria, o que ñ faz. Ou vai discutir com quem andou no carro? Ñ sei o que tem de seguro em freio de pedal, ocupam espaço de um apoio de pé por conta dessa porcaria. Se quer se livrar do freio de mão que ponha um elétrico. E ñ custava nada ter alterado o que eu falei, impossível ñ é, assim como traduzir p/ o Português brasileiro o p.c de bordo.

          • Marco_Reis

            Paulo, leia com mais atenção, o que disse do motor foi exatamente o que está no Bestcars. O motor V6 casava perfeitamente com o cambio de 6 marchas. O que foi capado pela fiat com um cambio de 4 marchas e um motor inferior em cavalos e em curva de torque. Kickdown é uma manobra que pode ser executada por praticamente todos os cambios AT, cuidado com o que vc le , existe uma amostra de jornalistas "automotivos" que não sabem nem se posicionar em um carro. Digo isso porque ja vi um pessoalzinho que não sabia dirigir direito, e estava lá nos lançamentos descrevendo pseudo avaliações sobre os mesmos.

          • Paulo_Freire

            Foi aqui que eu li que o cambio do Freemont ñ faz kick down: http://bestcars.uol.com.br/testes3/fiat-freemont-

            O motor 2.4 tem salvo me engano 3 k.g.f.m e 11 cvs a menos que o V6, muito pouco se quer saber, o que mata [é o goleiro] é o cambio, mas como eu já disse, tem gente que compra S-10 com motor de potência e torque paupérrimos e acha que anda bem, o Freemont nem está tão ruim assim.

          • Marco_Reis

            Devo andar nee esta semana, tenho certeza que faz, depois te digo. O que vc viu foi o torque e potencia máximos, se vc analisar as curvas vai ver que o v6 entraga melhor isso mais cedo, daí a grande diferença no pedal. S-10 é carro de Goiano, só para quem quer dizer que anda de picape e não tem 100 doletas para pagar uma, ela tem uma das piores dirigibilidades que eu já vi. O freemont não está ruim, mas poderia brigar pela liderança do segmento se não fosse a cagada que fizeram com o motor e cambio. Lembre que ela e a journey pesam quase que um veracruz, e estão com potencia e cambio de rav4.

          • p_h

            Nesse caso, discordo. Os crossovers mais vendidos são justamente aqueles com as piores relações peso/potência (CR-V – este sim, teve motor capado exclusivamente para o Brasil, ix35, Sportage, etc).

          • Marco_Reis

            MAs tem desempenho bem melhor do que o Freemont. A ix35 e o sportage então… A CRV anda pouco, mas ainda coloca 1,5 s na frente do freemont

          • p_h

            Eu acho essa discussão irrelevante… os compradores desse segmento não se importam com o desempenho. A proposta é outra. Se alguém realmente fizer questão, vai existir a opção do Journey V6 com motor mais potente.

          • Marco_Reis

            Ledo engano P_H, sou consumidor do segmento e , assim como outros que conheço verificamos sim o desempenho. Não adianta, ninguém leva um banheirão lerdo para casa,.

          • p_h

            Marco, é aquela coisa, não dá para generalizar. O que eu vejo, por experiência ou por opinião dos outros ou mesmo opiniões na internet, é que realmente existe um incômodo com o desempenho fraco, mas não é decisivo na compra.

          • Marco_Reis

            Pois é, to te dando a minha opnião como consumidor do segmento Tem gente que realmente não liga, mas…

          • p_h

            Vdd, eu particularmente tbm não compraria, mas acho que o "consumidor padrão" não veria problema nesse detalhe.

          • Marco_Reis

            P_H, vamos ver o número de vendas… E olha que no Brasil se vende de tudo, mas , ainda acho que a Freemont vai pegar um terreno muito difícil, vi seu comentário a respeito dela ter um emblema Fiat e te digo, vai prejudicar sim, pois para a maioria dos consumidores Brasileiros, virou status ter um SUV Coreano. Não que eu concorde, mas vc viu isso nos coments…

          • p_h

            Infelizmente o que tu falou é a mais pura verdade… tbm não concordo, mas esse pensamento existe mesmo.

          • ismael

            Concordo. È meu caso com BB de 1 mês em casa. Não passo de 80KM. E como moro na grande BH com quase 5milhões de habitantes e maxima de 60KM dentro da cidade , busco custo beneficio e não um carro de corridas.

          • mpjrio

            CRV, só se for em sonho. O Noticias automotivas andou no CRV e falou que ele é super lerdo ( eu tive a mesma impressão quando andei numa). Além do mais, se alguém quer apostar corrida, compra uma cherokke SRT Hemi 6.1!!!

          • http://twitter.com/lambdanerd @lambdanerd

            Carro de goiano?!?
            Hehehe… Aqui no Mato Grosso tem muita camionete que foge até de barro do meio fio!

          • p_h

            Paulo, tu viajou, meu caro.

            Todo câmbio automático faz kick down, inclusive o Freemont.

            O que o Best Cars falou é que no modo manual o câmbio não faz kick down. Só no modo manual.

          • Paulo_Freire

            Olhos de águia vc tem razão, e olha que eu li essa matéria 3 vezes… Agora, ainda sim ele ñ faz kick down o que – como bem disseram – deveria ser revisto.

          • p_h

            Não foi capado, não, Marco. Esse motor 2.7 V6 simplesmente não é mais fabricado. Ele só era usado no Journey europeu e no brasileiro, pois nos EUA sempre existiu a opção do motor 2.4 4 cilindros e o 6 cilindros era um 3.5. Como o Journey continuará a ser vendido, a Fiat vai vender o Journey com motor 4 cilindros e a Dodge com o motor 6 cilindros (agora é o Pentastar 3.6).

          • Marco_Reis

            Pena, porque ficou pouco para o tamanho e peso do carro . Pior foi o cambio de 4 marchas, associado a esse motor ta dando 14 s de 0-100, muito lento.

          • Marco_Reis

            O freio a pedal não incomoda nada quem descansa o pe´no canto, isso porque quando ele está livre fica bem para cima, deixando livre o canto direito. Acho o freio de stacionamento eletronico melhor, claro, mas nada que altere uma escolha.

          • Paulo_Freire

            Quanto ao pedal de freio de estacionamento, ñ deixaria de comprar um por causa do freio, mas ñ deixa de ser incômodo. O que eu usei era o de uma Ranger e era terrivelmente pesado.

          • Marco_Reis

            A Ranger é pesada como um todo…. Mas guenta o batente e tem o preço mais em conta das 4×4 diesel. Para empresa ( no meu caso) foi a melhor opção.

          • Paulo_Freire

            Pois é, eu detestei a dirigibilidade da Ranger, o turbo entra muito tarde e de forma lenta, fora que os comandos são tão macios quanto os de um Jipe dos anos 60… A visibilidade é uma porcaria tb, nesse ponto a L200 é MUITO mais MUITO melhor mesmo. Apesar de o motor fundir se vc esticar muito e por muito tempo, custar um fígado e um rin p/ trocar mesmo a menor das peças e a desvalorização ser absurda no motor vagabundo, o HPE.

          • Marco_Reis

            Fora que ficava 8 mil a mais…

          • Marco_Reis

            Fora 60 dias de espera. Tem uma mineiradora aqui do Goiás que ta levando tudo. Compram de lote…

  • doccar

    Fiat, se nao for Palio, Uno ou Strada, voce entra numa roubada amigo…

    • sheldonmendes

      Concordo. Ninguém quer comprar carro "TOP" da Fiat, vide Linea, Bravo, etc….. vira mico.

  • Gaucho02

    Gostei do carro, já venderam muitos aqui, para as Funerárias de Plantão… rsrsrsrs.

  • zeh

    essas rodas são muito pequenas para esse carro, agora o preço? bem que poderia ser menor, tipo….45k bom tamanho

  • Danilo Leandro

    Só é uma pena não ter o esperado cambio manual, apesar de ser tendencia, nós brasileiros ainda gostamos do bom e velho cambio manual.

  • Xandão

    Parabens, a FIAT, a melhor hoje e a mais rica do mundo, FIAT sempre na frente.

  • Denise

    Entendidos..preciso de um bom carro , nem barato nem caro, bom e arrojado…confortavel…qual?

  • Eric

    Na foto 49 dá para ver problemas de acabamento.

  • Gabrriel

    Nossa parece que pegaram um Dodge Journey, tiraram o logo da Dodge, e colocaram o da fiat no lugar. Plágio assumido do Journey… Nossa !

    • d1g

      Foi exatamente isso que fizeram;

  • Ricardo

    O Dodge Grand Caravan, 280 cv, é idêntico ao Journey, porém com portas TOTALMENTE automáticas e um porta-malas a mais de 900L após o sétimo lugar. Existe há zilhares de anos (LÁ NOS EUA) e custa os mesmos 22 mil dólares que o Journey, que, com TODOS os impostos de importação, deveria chegar aqui pelos 44 mil dólares, equivalente a 80 mil reais na versão completa e totralmente liberada.
    Mas a FIAT preferiu copiar o Journey ao invés do Grand Caravan (entre no site da Dodge dos EUA e confira em CARS) e ainda por cima espeta a faca nos brasileiros no preço (todas as revendedoras fazem isso exageradamente). Saiba que um Journey e um Camaro custam exatamente o mesmo preço nos EUA, pagam o mesmo imposto de importação para entrarem no Brasil e chegam ao consumidor com quase 100 mil reais de diferença!

  • lorena

    e bonita a fota

  • lorena

    eu gostei quero ganhar um desse ai ele e bonito demais nao tenho dinheiro so eles mesmo papai noel me da um sou criança menina 9 anos

  • abraao

    gostei

  • zebedeuvgbr

    Só lembrando que no mesmo patamar de preço da Freemont não existe outro veículo com mais eletrônica embarcada em favor da segurança do que ela!

  • barbara

    Gente eu tenho uma top de linha, precision, 2012/2013 branca, e acho maravilhosa, realmente não tenho do que reclamar. Os bancos da terceira fileira são bem mais espaçosos, do que os bancos da terceira fileira da journey (já tive uma e também me satisfez bastante, motor é bem mais potente), realmente tem muito porta treco, mas é interessante para colocar sapatos, por exemplo, quando não se está com todo o porta malas aberto numa viajem. O único problema desses carros é na hora de encontrar vaga pois, as vagas dos shoppings por exemplo são bem pequenas, mas depois de um tempo de prática, fica mais fácil. Bom, tenho a pouco tempo, apenas 3 meses, costumava ir sempre para CRV e MITSUBISH, que aliás tive uma pajero 2009 que me deu alguns problemas, mas ano passado decidi por um Fiat e gostei. O designer interior acaba mudando de uma marca pra outra é claro!! mas em relação ao conforto e segurança não vi mta diferença, são todos muito parecidos,. A única diferença é o preço, achei bem mais acessível em relação aos importados que citei, sendo que segurança e conforto são os mesmo. Portanto, RECOMENDO!