Cópia: Marca chinesa apresenta “clone” de modelo da Renault

Os chineses já deram sinais de maturidade quanto à estética de seus veículos. Contudo, algumas montadoras locais ainda insistem em copiar descaradamente modelos de outras marcas.

O Zoe, elétrico compacto da Renault, mal foi apresentado no Salão do Automóvel de Genebra e já “ganhou” sua versão chinesa. Batizado de JO EV e produzido pela Shenzhen Greenwheel Electric Vehicle Co. Ltd., o clone do veículo francês deverá ser apresentado oficialmente neste mês durante o Salão do Automóvel de Pequim.

No site da marca ainda é possível encontrar versões semelhantes aos modelos fabricados por outras montadoras, como é o caso, por exemplo, do Smart.

Por Michelle Sá / Fonte: Autoblog Alemanha

Publicidade
  • Brazuca

    Quanto à marcas chinesas, é necessário separar o joio (Xing Lings) do trigo (Great Wall, Geely, etc.)… Os chineses fazem coisas boas também, não só porcarias.

    • http://americatratores.blogspot.com Cristiano Tratores

      "Copiam", mas não chegam nem perto. Se o carro da Renault sair como está na foto, os chineses que têm certas limitações psiquico-motoras, demorarão uns 10 anos para chegar até lá. As vezes eu penso que carros bem feitos surgem da inspiração de engenheiros que fazem retiros espirituais, porque mesmo que nós tentemos copiar os carros, eles não saem iguais. Há algo chamado "conteúdo humano" embutido num projeto de um carro.

  • CesarMotor

    Que falta de imaginação.

  • D7V5

    Fazer um carro custa caro e é um risco.
    Para os chineses, melhor copiar, aprender e reduzir o risco.

  • Kenn

    Brincadeira. Igual! É como se o carro da Renault pedisse para ser zoado. Zoe-me.

    Um dia os carros chineses terão o mesmo caminho que os japoneses e coreanos.

  • Landrutt

    Essa marca só fabrica lixo. Tudo é clonado, até a porcaria do Effa M100 é vendido por eles como Evion. A cópia do smart vendida como ZEVi já foi usurpada de outra montadora chinesa que fabrica as cópias "originais", ou seja, é cópia da cópia(Shuanghuan Noble). Mas o que mais me chocou foi a cópia da finada Suzuki Carry(que foi vendida na versão van na década de 90 no Brasil mas poucos sabem), chamada Farmotori. http://www.greenwheelev.com

  • BlueGopher

    A tentação de copiar é irresistível, economiza o enorme custo de um departamento de design e seus agregados, como pesquisas de gosto do mercado, viabilidade técnica de certos desenhos, e assim por diante.
    Para o mercado interno chinês isto tudo é dispensável, e quem vai conseguir ganhar um processo de pirataria lá na China?

    • Wellington_L

      Pois é…

  • lucca

    Então era verdade mesmo aquele escândalo, no início de 2011, que uma marca chinesa tinha roubado informações do programa Z.E da Renault , com até a suspensão e depois readmissão de três executivos e que depois foi desmentido pela mesma.
    Que coisa estranha, porque será a Renault se "desmentiu" e agora vemos que era tudo verdade??

    Pra quem não se lembra: http://noticias.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2

    • Wellington_L

      Bem…, porque ela quer (precisa?) voltar para o mercado chinês…, não é?… Ou seja, espionagem é espionagem, negócios à parte… Ou ainda, uma mão lava a outra e as duas as caras de pau…

  • d

    d

  • mestiço black

    "no mundo nada se cria tudo se copia"

    • lucca

      Se pensassem assim nunca que teríamos Fusca, Citroën DS e Avant, Mercedes 300SL e tantos outros.

  • paulo

    Penso assim: eles pelo menos fazem carros, cópias ou não, produzem algo.

    Bom, ou não, e barato; SEMPRE!

    E o Brasil produz o que mesmo? Ah nada… Só manda matéria prima pra eles pra importar manufaturado depois.

    Eles estão certos em pelo menos tentar e nós devemos nos envergonhar da nossa eterna covardia por estarmos "sentados eternamente"….