Confira todos os preços e versões do Ford New Fiesta nacional

Preços - Ford New Fiesta nacional

A Ford lança o New Fiesta reestilizado, na versão hatch, neste final de semana (20 e 21). O carro, que deixa de ser importado do México e agora é produzido em São Bernardo do Campo (SP), chega em seis versões distintas e passa a contar com o motor 1.5 16V Sigma de 111 cavalos nas variantes de entrada. Já o conhecida versão 1.6 16V do Sigma se mantém na linha, porém agora rende 130 cv devido a aprimoramentos como o comando variável de válvulas. O trio de novidades é completado pela oferta do câmbio Powershift, automatizado de dupla embreagem e seis marchas, que equipa as versões top de linha.

Preços - Ford New Fiesta nacional

Com a fabricação nacional, o compacto desceu de preço. Se antes o hatch era encontrado por R$ 45.370 iniciais, o passaporte nacional somado ao motor menor e uma versão mais simples garantiram um desconto de R$ 6.380 em seu preço mínimo. O reflexo imediato dessa mudança é o ganho de competitividade do hatch, que agora é capaz de colocar uma dúvida em quem pensa em comprar concorrentes como o Hyundai HB20, ainda que o novato tenha motor mais potente, um 1.6 16V de 128 cv. De quebra, ele é o único de seus concorrentes a ter como opcional um câmbio automático de dupla embreagem, normalmente um item destinado a veículos mais caros.

Preços - Ford New Fiesta nacional

A nova configuração da linha é a seguinte:

– Ford New Fiesta S 1.5 16V – R$ 38.990
Traz como novidade o motor Sigma 1.5 16V, que rende 111 cv quando equipado com etanol. O propulsor é equipado com o sistema Easy Start, que dispensa o tanquinho de gasolina para partidas em climas mais frios quando o carro está abastecido com etanol. Mesmo nessa versão de entrada, que é equipada com câmbio manual de cinco marchas, a lista de equipamentos é considerável. Entra na conta airbag duplo e freios ABS com EBD, direção elétrica, trio elétrico, sistema de com MyConnection, com conectividade Bluetooth e USB, rodas de aço de 15 polegadas e alarme.

– Ford New Fiesta SE 1.5 16V – R$ 42.490
Agrega o pacote de equipamentos da versão S, acrescentando somente rodas de liga de 15 polegadas e faróis de neblina.

– Ford New Fiesta SE 1.6 16V – R$ 45.490
Traz debaixo do capô a versão revista do motor 1.6 Sigma, que agora tem abertura variável de válvulas e rende 130 cv com etanol. Em relação aos itens de série, ele traz o pacote de segurança AdvanceTrac, que engloba controle de estabilidade, de tração e auxílio para partida em rampas. O ar-condicionado é digital, o sistema de som é o Sync, com comandos de voz e controles no volante e os vidros traseiros também são elétricos.

– Ford New Fiesta SE 1.6 16V Powershift – R$ 48.990
Possui o mesmo pacote da versão SE 1.6, agregando o câmbio automatizado Powershift, de dupla embreagem e seis marchas.

– Ford New Fiesta Titanium 1.6 16V – R$ 51.490
Junta ao pacote do SE manual cinco airbags, de joelho, laterais e de cortina, sensores crepuscular, de chuva e de estacionamento, piloto automático, retrovisor interno eletrocrômico e bancos e volantes de couro.

– Ford New Fiesta Titanium 1.6 16V Powershift – R$ 54.990
Mesmo pacote da versão Titanium 1.6, porém equipada com câmbio Powershift.

CARPLACE dirige o modelo neste domingo (21), durante o evento de lançamento do carro. As impressões serão publicadas em seguida.

Com Daniel Messeder, de Foz do Iguaçu (PR)*
Viagem a convite da Ford do Brasil

Publicidade

262 Comments

  1. pedro

    24 de abril de 2013 at 22:37

    Minha gente, por favor, vamos parar com essa briga. Quem quiser compra o carro que pode, meu Deus. Acho o new fiesta e o punto compatíveis. Quando a ford trazia do méxico o NF eu acha caro. Mas agora que ele tá no preço do punto e mais completo vou ficar com o NF mesmo. Até porque tenho um fiesta rocam a dois anos e pense num carrinho bom danado.

  2. lucas

    25 de abril de 2013 at 0:54

    Se voces nao gostam do preço se mudem para nossa vizinha Argentina e parem de chorar, tavam pagando 10 reais o kilo de tomate e 5 reais pela cebola …

  3. Gaucho02

    27 de abril de 2013 at 9:33

    Com esse preço e a queda na qualidade interna, vai continuar vendendo pouco, o HB20 agradeçe.

  4. Pedro

    27 de abril de 2013 at 20:31

    Fui a uma ccs hoje e a vendedora me disse que ia ter versão com motor 2.0 para esse carro. Será?

  5. elza

    29 de maio de 2013 at 13:30

    eu estava endecisa mais lendos estes comentarios ja me decidi meu procimo carro eo nff eeeeee

  6. Critica

    27 de junho de 2013 at 21:50

    Porra Elza , Endecisa e proCimo é foda ! Assacinou o portugues!!!

  7. CharlesAle

    21 de abril de 2013 at 16:48

    O punto não passa de um palio bombadinho,nem de longe é o punto Europeu,que é derivado do Opel Corsa,nesse ponto a Fiat é super gambiarrenta,enquanto o Fiesta é o mesmo projeto Europeu,exceto no acabamento e trem de força….

  8. Milton_GT

    22 de abril de 2013 at 12:13

    O senhor está completamente equivocado, um detalhe primeiro, eu sou italiano e fluente na língua. O Punto brasileiro é o Grande Punto italiano que tinha originalmente direção com assistência hidráulica e é uma direção excelente para condução esportiva, pois é direta e bem firme em alta velocidade. No Brasil o nosso Punto tem essa direção. No Punto EVO a Fiat lançou uma direção elétrica com um controle no painel para os dois tipos de condução esportiva ou passeio, não foi lançada no Brasil, porque é cara. A Fiat tem muito mais respeito pelo consumidor brasileiro do que a Ford, por causa disso é que a Fiat é a Líder e a Ford é a 4ª colocada com a Renult no calcanhar. E esse 4º lugar da Ford é bem atrás do 3º pois a GM que está no 3º lugar tem o DOBRO das vendas da Ford. Acho que isso diz tudo. Quem gosta de Ford é a minoria revoltada.

  9. Pil

    22 de abril de 2013 at 16:01

    Está por fora, aliás a sua grande marca. A quinta colocada é a Hyundai, a Dacia/Renault despencou. A Ford não tem produção no Brasil para ser mais do que quarta colocada, não é questão de mercado, é questão de produção. A Fiat na Europa, já que você é italiano, toma um pau de louco da Ford, que por acaso é segunda colocada, só atrás da gigante VW.
    O New Fiesta é o carro mais vendido no mundo em sua categoria, mais de 600 mil unidades em 2012. Quem gosta de Ford, aprecia dirigibilidade muito acima da média, baixo consumo, prazer ao volante e tecnologia em motores (vide o 1,0 Ecoboost eleito o melhor motor do mundo). Fiesta, Focus, Fusion/Mondeo, Edge, Ranger, Mustang, a Fiat nunca teve nem nunca terá nada nesse nível, nem perto.

  10. Acacor

    22 de abril de 2013 at 18:29

    Não concordo. E qual a importância de se falar italiano? Quando dirigi o Punto, o fiz em 30 dias pela Espanha e Portugal, e não fez a menor diferença saber italiano ou não. Com relação a nome, se inclui EVO ou não, tanto faz. Eu estou falando do carro, e não do nome. Ou seja, estou falando do Punto que vende aqui no Brasil e no correspondente que é vendido na europa, que é o Punto (EVO). A direção elétrica não é muito cara, são os gananciosos que querem margens de lucro elevadas (aliás, vc sabe qual é a diferença de custo na produção de um veículo entre uma e outra? isso é uma boa que o Carplace poderia ajudar a responder). A Ford simplesmente abriu mão de uma pequena parcela da margem para oferecer um produto melhor na categoria, pois somente o C3, o Fit, agora o 208 e o New Fiesta possuem dir. elétrica. Além disso, com a quantidade de radares que hoje infestam as ruas e estradas, pra quê direção esportiva? Direção esportiva é pra quem dirige esportivamente, mas as nossas ruas e estradas são para deslocamento, e não para competições. Esse pensamento de que carro é feito para voar baixo contribui muito para os índices de acidentes inclusive com vítimas fatais que há no Brasil. Nós precisamos de motoristas com direção defensiva, e não esportiva. Se queres fazer esporte, vá a um autódromo e não coloque a vida de inocentes em risco. E se historicamente a Ford no Brasil teve menos respeito com o consumidor, o que é discutível, agora está mostrando que oferece um produto melhor. Para deixar claro, eu nunca tive um Ford, mas estou pensando em ter, agora com o câmbio de dupla embreagem, que é uma inovação enorme no segmento. Meu atual veículo é um new civic AT, que possuo fazem 4 anos e nunca deu defeito, é um ótimo carro, mas não é perfeito. Portanto, não faço parte de minoria de defensores de Ford.

  11. Milton_GT

    23 de abril de 2013 at 11:36

    Acacor, você não entendeu nada do que eu disse, saiba que nem li seu texto até o final, porque só tem bobagem, então não tenho mais nada a dizer a você.

  12. Acacor

    23 de abril de 2013 at 11:44

    bobo é você.

  13. Yuri

    5 de maio de 2013 at 22:26

    se você não leu até o fim, não dá pra fazer crítica ao outro.

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>