CARPLACE

CEO da Fiat confirma fim de linha para os modelos Dodge Durango e Avenger

Depois de decretar o fim do Jeep Compass e da Chrysler Town & Country, o CEO do grupo Fiat, Sergio Marchionne, anunciou em entrevista ao portal Automobile Magazine que os modelos Durango e Avenger, ambos da Dodge,  também serão descontinuados.

Dodge Avenger RT

De acordo com Marchionne, o sedã Avenger terá sua produção encerrada em 2014, tendo em vista que o foco do grupo está voltado agora para o Chrysler 200. O Durango, por sua vez, deixará de ser comercializado em 2016, abrindo espaço e cedendo sua plataforma para o Maserati Kubang e o “remake” do Jeep Wagoneer.

Por fim, o executivo confirmou uma versão esportiva para o Dodge Journey, a ser desenvolvida pela divisão SRT, que também prepara um Dart nervoso.

Por Dyogo Fagundes – Fonte: Automobile Magazine

Publicidade
Publicidade

42 comentários

  1. cado

    7 de junho de 2012 at 16:58

    Assim que é bom Fiat, o Durango mal vai chegar ao Brasil e quem compra sabe que vai sair de linha.

    Tirando o Uno, Palio e outros básicos acho que o objetivo da Fiat é colocar carros no mercado para tirar depois de alguns anos..

    • Paulo_Freire

      7 de junho de 2012 at 17:10

      Vai sair de linha em 2016 bucha, não sei se você sabe mas estamos em 2012 ainda e o carro será lançado esse ano.

      • Rajado SC

        7 de junho de 2012 at 18:00

        Bem nessa, esse tal CEO não tem dimensão de uma notícia deste tipo. Ao meu ver, nunca se deve anunciar fim de linha de modelos que recém estão sendo lançados. Simplesmente, muita gente vai ler essa matéria e vai desistir de comprar a nova Durango.

      • saosao

        7 de junho de 2012 at 18:22

        Ah então pra vc é normal lançarem um modelo e 4 anos depois tirarem da linha? Bem pensamento de Fiat mesmo: Tipo, Brava, Stilo, Bravo… qual será o próximo?

        E esses carros, Durango, Avenger, Town & Country, já existem no mercado americano há vários anos e sempre venderam bem.
        Portanto, como o cado disse, a Fiat está matando a maioria dos veículos e mantendo só alguns… para quê?

        • cado

          7 de junho de 2012 at 19:07

          Acho que ele é o tipo de consumidor que já compra sabendo que vai sair de linha e tá felizão. Quero ver o sorriso no rosto dele quando for procurar as peças e, em 2016, quando sair de linha e o valor do carro despencar uns 20% no ano que sai de produção.

          • Paulo_Freire

            7 de junho de 2012 at 22:38

            Se você compra um carro pensando no valor de revenda, trouxa é o que é. Ainda mais nos States onde a desvalorização de modelos ordinarios é imensa…

          • Wagner

            8 de junho de 2012 at 12:55

            Isso que você relatou já acontece mesmo que o novo produto mantenha o nome da carro que saiu de linha!!!! É que tirando as velharias que estão no mercado a mais de 10 anos, todo geração dura no máximo 8/9 anos para a chegada de uma novo carro independente de manter o nome ou não, porque no final das contas o carro velho sai de linha de qualquer forma ou você ainda acha que o Gol BX ainda é fabricado? Este ano o Gol GIII também sairá de linha.
            Onde estão Monza, Santana, Escort, Astra, Kadett, Bora……. A Fiat não é diferente de nenhuma outra montadora.
            Mas concordo em uma coisa. A Fiat não deveria anunciar que tirará o carro de linha, devia fazer como a GM que praticou uma verdadeira chacina caladinha. Afinal as vezes a melhor coisa é a ignorância.

        • Fábio

          7 de junho de 2012 at 20:57

          Pelo que sei esses 3, Durango, Avenger, Town & Country estão vendendo mal. Até a Town & Country que é quase um ícone americano tá vendendo mal. Ainda bem, pq acho todos feiosos.

        • Jaaggg

          7 de junho de 2012 at 21:47

          Durango, Avenger, Town & Country, aonde que esses carro vende bem???

        • Paulo_Freire

          7 de junho de 2012 at 22:37

          Venderam bem? Tá certo, na proxima pesquisa antes de vir comentar. Me mostre, lá fora, quais carros duram mais que 4 anos em linha sem modificações?! O que vai acontecer, criança, é que eles serão substituidos por algo melhor, não que eles sejam um icone nem nada do tipo, vencer no cansaço não cola.

          E mais uma vez os brasileiros se metendo na vida alheia, tomando as dores do resto do mundo sendo que eles não tem nada a ver.

      • Cristiano Tratores

        7 de junho de 2012 at 22:59

        Vai sair em 2016 esse como você disse e certamente vão pôr outra coisa anda melhor. Esse mercado tem muitos fãs na América do Norte. Seria como a GM lançar o novo S-10 e abandonar o SUV Blazer.

    • lsm300c

      7 de junho de 2012 at 21:21

      Não dá pra entender o porque de se dizer hoje que um carro vai sair de linha em 2016, as unicas coisas que se pode acontecer é as vendas nem chegarem a decolar e o Marchionne sair antes do Durango….

      • Paulo_Freire

        7 de junho de 2012 at 22:39

        Se não decolaram antes, duvido que vão decolar agora.

  2. uncle Sam

    7 de junho de 2012 at 17:11

    A questão é : O que vai sobrar do grupo Chrysler depois da era Fiat?

    • Jaaggg

      7 de junho de 2012 at 21:48

      MIMIMIMI a Fiat renovou todos os carro a Chrysler nunca tinha vendido tão bem.

    • Paulo_Freire

      7 de junho de 2012 at 22:40

      Apenas aquilo que vende, o que a Fiat está fazendo é uma limpeza na linha Dodge/Chrysler/Ram e deixando só aquilo economicamente viável. O que pouco vender está fora.

  3. afonso200

    7 de junho de 2012 at 17:18

    po vai tirar o town country, esse carro tem só uns 22 anos em linha de produção, a fiat compra a açoes p/ estragar com o mercado americano

    • Jaaggg

      7 de junho de 2012 at 21:50

      Estragar,??? que me lembre a Chrysler tinha falido

    • Fábio

      7 de junho de 2012 at 22:11

      Lá vem os anti-Fiat chorões

  4. D7V5

    7 de junho de 2012 at 17:31

    A concepção dos Chrysler mudou radicalmente.
    É esperar para ver como se sairão os novos modelos.

    • saosao

      7 de junho de 2012 at 18:24

      Mas eu gostava do estilo da Chrysler…

      Agora ver esses novos carros com cara de Fiat… me faz ter saudade de antigamente.

      • Paulo_Freire

        7 de junho de 2012 at 22:41

        As suas saudades não valem nada a não ser que você compre em grande volume os carros antigos. É assim que a industria funciona.

  5. ChalMust

    7 de junho de 2012 at 18:06

    Esse Durango é show ! ! !

    • cado

      7 de junho de 2012 at 19:08

      Pra mim esse Durango aí dá um banho na SW4, tanto por fora quanto interior, além de ter belo motor. Mas a Fiat parece não ver isso, que a SW4 vendeu bem no Brasil.. já desistiram de cara e cortam o projeto de um veículo muito bom.

      • Wellington_L

        7 de junho de 2012 at 23:04

        Bem…, o Dodge em questão, por ser produzido sobre uma base monobloco (derivada do Mercedes-Benz Classe ML Mark II), se configura em um segmento distinto e/ou superior em relação ao citado modelo da Toyota…

        P.S.: Apesar de sua carroceria estar sobre uma armação de longarinas, creio que o SUV 4Runner da montadora japonesa ocorra como o concorrente mais aproximado frente ao Durango.

        • Paulo_Freire

          8 de junho de 2012 at 6:20

          Concorrencia aqui é questão de preço, no caso dos SUVs, a presença de reduzida também conta.

  6. Matheus_P

    7 de junho de 2012 at 20:06

    fora o despejo do jeep compass

  7. ronaldo

    7 de junho de 2012 at 21:09

    NUNCA VOU VOU GOSTAR DE FIAT!…NUNCA!!!…TENHO PENA DA GRUPO CHRYSLER…SAUDADES ETERNAS DA ERA 100% AMERICANA…ANOS 90,80,2000 ATÉ 2008

    • Paulo_Freire

      7 de junho de 2012 at 22:42

      Quando ela estava à beira da falência.

  8. ELIOMAR

    7 de junho de 2012 at 21:16

    A chrysler está dando a volta por cima. Em maio foram mais de 150.000 unidades comercializadas no mercado americano.
    O durango é um projeto novo e vende bem, o Town & Country alterna a liderança desse segmento,com o irmão Caravan, alias um das pouquissima modalidade liderada por marcas americanas a outra é a das Pick ups, no resto os modelos japones estão na ponta. O avenger vende um pouco mens que o 200.
    Esse Sergio Marchionne, está pirando e vai afundar a Chrysler.

    • Jaaggg

      7 de junho de 2012 at 21:51

      Chrysker esta dando a volta por causa da Fiat, falando nisso a ela renovou todos os carro. vai afundar a montadora??? como pode ter tanta gente inocente kkk

    • Bruno

      8 de junho de 2012 at 14:34

      O Grupo FIAT cresce com todas essas críticas mesmos que sejam falsas, pois o Grupo tem mostrado grande evolução a nível mundial. A FIAT é a marca que menos polui no continente europeu, e tem salvo o Grupo Chrysler, que hoje está em sua melhor época com produtos inovadores e sustentáveis! E você ainda vem dizer que Sergio Marchionne vai afundar a Chrysler?

  9. Jaaggg

    7 de junho de 2012 at 21:58

    Para a revolta dos golzetes e afins a Chrysler esta indo melhor do que nunca , renovou todo a frota,, lançou o Dart do jeito que Obama queria. Desde 2008 quando faliu ela nunca tinha vendido tão bem igual agora, ainda agora com a chegada do Dart vai continuar vendendo bem,

  10. Fábio

    7 de junho de 2012 at 22:16

    Os fãs de super-calotas estão revoltados. Podem berrar de choro e desespero mas o fato é que, graças a Fiat, a Chrysler está se recuperando. E os lançamentos até agora impressionaram. O Dart está sendo elogiado pela crítica, e o Viper vai voltar mais potente.

  11. SonataRio

    7 de junho de 2012 at 23:45

    O pessoal esquece que a Fiat só faz isso pois tem semelhantes quase iguais no mercado. A Town & Country vai abrir espaço para a Caravan nova. O Durango vai deixar o GrandCherokke livre. Tá na hora de corta mesmo alguns carros, e crescer em vários segmentos não explorados, alternando entre Dodge, Chrysler, Jeep, Fiat. O povo procura qualquer para criticar, achando que pode para tal, eu duvido que se um desses estivessem a frente do grupo Fiat, ele estaria crescendo tanto quanto hoje.

  12. Renan07

    8 de junho de 2012 at 1:14

    Pra que o Avenger tbm, se tem o Charger, que tem visuais muito semelhantes, e o Charger parece bem melhor!

  13. aneypassos

    8 de junho de 2012 at 13:58

    deviam era acabar de vez com a fabrica italian atrapalha o transito FIAT rapido…

    • Bruno

      8 de junho de 2012 at 14:32

      É uma pena ver que você é burro assim! Para início de conversa, a FIAT é a marca que menos deu recall entre as montadoras principais (VW, Ford, GM, Renault) em todos os tempos, e ainda vem me dizer que atrapalha o trânsito? Olha, o Grupo FIAT cresce com todas essas críticas mesmos que sejam falsas, pois o Grupo tem mostrado grande evolução a nível mundial. A FIAT é a marca que menos polui no continente europeu, e tem salvo o Grupo Chrysler, que hoje está em sua melhor época com produtos inovadores e sustentáveis!

      • Fábio

        8 de junho de 2012 at 23:19

        Cara, não sou fã da Fiat mas reconheço o crescimento da marca e a contribuição dela para o crescimento da Chrysler. "Sergio Marchionne vai afundar a Chrysler" é a pérola mais dita e dá pra fazer um belo compilado de outras burrices ditas aqui. O preconceito é tão grande que eles simplesmente não enxergam os fatos. Chrysler está crescendo, Fiat 500 e Panda vendem bem em alguns países da Europa e os Fiat-haters e volks-lunáticos simplesmente não aceitam isso. Chega a ser bizarro!

  14. carlao GTS

    8 de junho de 2012 at 17:57

    Nem vimos ,
    e já saiu de linha?!

  15. Fernando

    11 de junho de 2012 at 13:50

    Que pena, dois carros lindos.
    Aluguei o Durango nos EUA e achei um carraço.
    Lindo por dentro e por fora, espaçoso e anda muito.

  16. THALES

    2 de setembro de 2012 at 12:16

    MUI DURANGO

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>