CARPLACE

CARPLACE está no lançamento da nova Chevrolet Spin

O CARPLACE estará participando hoje e amanhã (28/06) do evento oficial de lançamento da nova Chevrolet Spin, veículo que substitui de uma só vez as veteranas Meriva e Zafira.

O novo modelo, desenvolvido sobre a plataforma do Cobalt, chegará às concessionárias da marca ainda neste mês e estará disponível nas versões LT e LTZ (top de linha), ambas equipadas com motor 1.8, em versões de cinco e de sete lugares.

Todos os detalhes técnicos e os preços de cada versão serão divulgados a partir de amanhã durante coletiva para a imprensa especializada. O CARPLACE trará tudo em primeira mão para os seus leitores.

Por Thiago Parísio

Publicidade

57 comentários

  1. Alexandre Santos

    27 de junho de 2012 at 22:07

    JAC J6 é vc?????

    • V8_sempre

      27 de junho de 2012 at 23:03

      O design é sóbrio… Talvez para não cansar com o tempo… Talvez pq ela fique em linha por muito tempo !

      É controverso, sem dúvida !!! Mas que fará FIT e IDEA desaparecem perto dela… Isso fará !

      • Sias

        28 de junho de 2012 at 8:07

        Entre Fit (monovolume), um Idea (minivan) e esta coisa com rodas, com certeza ficaria com o Idea.

        • Leandro1978

          28 de junho de 2012 at 9:08

          Prefiro o Fit…

          • luizfelipebc1

            28 de junho de 2012 at 9:29

            Prefiro o novo Focus SW para 2013 muito mais sucesso!

          • Sias

            28 de junho de 2012 at 9:36

            Se esta vier coloco em 1º lugar na minha lista….Ela e a Cruze SW.

          • Leandro1978

            28 de junho de 2012 at 11:12

            Aí vai depender dos preços, né?

    • mandabala

      28 de junho de 2012 at 0:07

      Sou eu, tomei JACK3D!

    • Israel_Andrade

      28 de junho de 2012 at 8:55

      Eu também achei na primeira vez que vi, mas se você comparar as fotos verá que são bem diferentes. A JAC tem design mais fluído, colunas mais finas e vigia na coluna A.

      • mandabala

        28 de junho de 2012 at 9:45

        Resumindo: design harmônico.

  2. Rafael

    27 de junho de 2012 at 22:09

    Esse 1.8 promete ser motorzinho de liquidificador, as melhorias prometidas do 1.4 não passaram de adequações para normalizar as emissões, nem na taxa de compressão e escapamento eles mexeram, um motor que rendia 114/116 a gasol/alcool na meriva tendo seu torque e potencia diminuido, GMB está dando um tiro no pé isso sim…..

    • V8_sempre

      27 de junho de 2012 at 22:53

      Na verdade… Ta na cara que o foco da GM foi melhorar o criticado consumo do motor !

      Ao menos… O torque de motor 1.8 está la, o mais importante em vans altas como ela !!!

      Que é estranho… Isso é !!! Mas nada que uma fuçada básica na centralina em alguma oficina de preparação de motores não resolva

      • Rafael

        27 de junho de 2012 at 23:01

        É muito estranho mexeram no 1.4 de 85 foi pra 103/105 mais ou menos, o 2.0 família 2 de 128 foi pra 140.. E agora esse de de 116 perde 8 cavalos??? Tá é louco…

      • Leandro1978

        27 de junho de 2012 at 23:03

        Bem, segundo a Quatro Rodas, este motor "bebe muito pelo desempenho que proporciona". Embora elogiem o cambio automático ("suave e bem escalonado").

        • V8_sempre

          27 de junho de 2012 at 23:20

          Valeu Leandro ! Mas ja imaginava… Pois reduzir a potência proporciona ganho no consumo, mas não é tanto assim !!

          • Leandro1978

            28 de junho de 2012 at 9:10

            Eles falam que o acabamento é muito bom (sem parafusos aparentes, plásticos de boa qualidade, sem rebarbas, etc), melhor que o da Meriva e Livina, e que é melhor equipada que ambas. Futuramente colocarão o 1.6 do Sonic nela.

          • odirrr

            28 de junho de 2012 at 10:15

            Deveria ter o 1.6 ecotec e na top o 1.8 ecotec.

            Há de se considerar que esse 1.8 velho é mais torcudo que o 1.6 ecotec, então ao menos para quem pegar uma versão top deveria ter mais força, coisa que o 1.6 ficaria devendo um pouco.

      • Jaaggg

        27 de junho de 2012 at 23:28

        Bela desculpa, enquanto isso tem 1.8 com mais de 130 cv mais econômicos

        • Rafael

          28 de junho de 2012 at 0:14

          Realmente não faz sentido nenhum, a GMB tá parecendo a Fiat… Enfiatzou com a melhoria desse motor, um lixo, e essa de beberam é mentira, se você souber andar como o 2.0 do astra o 1.8 flexpower faz 7/l, que está danado de bom… Como eu sinto falta do alinhamento com a Opelm espero que a Opel venha pra cá nem que seja com lançamento de carros mais simples, mas qualquer Opel chuta essa GRANDE MAQUIAGEM Bundeira da GMB….

    • Razao

      28 de junho de 2012 at 8:07

      Nossa é sério que é esse motor !?
      Eu estava achando que era o mesmo utilizado no cruze…
      Quanta ignorância da minha parte achar que a gm ia fazer algo direito.

  3. Ébo

    27 de junho de 2012 at 22:18

    E dale a chevrolet substituindo todos os modelos da OPEL no brasil . Astra , meriva , zafira , etc…

  4. Rachid

    27 de junho de 2012 at 22:25

    Quero ver os itens de série…

  5. Eduardo Bertoni Filho

    27 de junho de 2012 at 22:26

    Cruze + J6 = Spin!

  6. tiago

    27 de junho de 2012 at 22:27

    Por apenas 3 vezes mais do que o preço justo.

  7. Pablo

    27 de junho de 2012 at 22:29

    A Jac Motors manda agradecer a GM!!!

    • odirrr

      28 de junho de 2012 at 10:16

      Ah, sim…. Vai continuar dominando o mercado como já faz né…
      A JAC é uma máquina de vender carros!

      HAHAHAHAHAHAHA

  8. André

    27 de junho de 2012 at 22:56

    A frente eu gostei, farol bacana, grade proporcional.
    Já a Traseira de nissan March e essas maçanetas que parecem pegador de caixão de defunto não ficaram muito interessantes, mas vamos aguardar mais novidades.

    • odirrr

      28 de junho de 2012 at 10:19

      Concordo. A frente eu achei bacana. O pessoal insiste em comparar com Agile e Cobalt, mas nota-se que a inspiração tem muito mais a ver com a s10, já que os faróis são mais estreitos que a grade.

      Já a traseira… realmente, deu uma estragada feia no carro.
      Uma van que poderia ser bonita, acabou virando no conjunto mais uma Livina da vida, que não causa suspiros em ninguém.

      Mas é muito longe desse exagero de comparações com os verdadeiros monstros da GM (Cobalt e Agile).

  9. Ricardo

    27 de junho de 2012 at 22:59

    um monstro!!!

  10. Hugo Maia

    27 de junho de 2012 at 23:23

    Desculpa mas o que é isso ??? A GM ta se superando não é?? Agile, Spin, Cobalt….qual sera o proximo frankstain…..

  11. zanette

    27 de junho de 2012 at 23:27

    os donos de FUNERARIAS estao contentes afinal lancarao um carro que servira e muito a eles

    • mandabala

      28 de junho de 2012 at 0:09

      Não vão mais precisar adaptar Saveiro ou Coruier.

  12. W_Santos

    27 de junho de 2012 at 23:53

    Esse carro já é estranho na versão completa LTZ, que conta com acabamento mais esmerado, imagina a versão pé de boi, com acabamento simplificado, tenebroso.

  13. JPaulo

    28 de junho de 2012 at 0:12

    A frente é horrível. De todos os membros da familia monstro esse é a que ficou pior. A grade é muito feia, desproporcional. Ta parecendo aquele carro do filme Debi e loide, onde o carro era um cachorro kkk

  14. Wellington_L

    28 de junho de 2012 at 6:22

    Claramente, a maioria dos consumidores (incluindo eu…, é claro) iria querer, pelo menos, o modelo Chevrolet Orlando (irmão de plataforma da atual geração da Opel Zafira) estreando por aqui, mas isto não irá ocorrer… O alento é que, tecnicamente, a Spin se mostra um pouco mais avançada em relação aos velhos produtos que estão sendo substituídos…

    Outro fato importante que devemos nos atentar é como a concorrência nesse segmento se apresenta… Enfim…, particularmente falando, não consigo ver algo muito melhor… Os demais colegas concordam?

    • Razao

      28 de junho de 2012 at 8:13

      Realmente é um segmento sem muitas expectativas, só vou salvar a livina pelo ótimo custo beneficio, fora isso o resto é resto.

    • Rafael

      28 de junho de 2012 at 12:12

      Concordo, mas o que eles fizeram com essa motorização 1.8 foi o maior pecado, não aplicaram porcaria nenhuma das melhoras do 1.4, só reduziram a taxa de emissão de poluentes, não teve melhora no torque que era de 18,2 antes em 2005 com alcool e tinha 109 cavalos… A GBM tá micando mesmo

  15. Rodrigo_RJ

    28 de junho de 2012 at 7:03

    Estamos perdidos!

  16. CARnivoroBH

    28 de junho de 2012 at 8:01

    Que coisa feia!!!

  17. Mateus

    28 de junho de 2012 at 8:21

    Se eu falar que até achei bonitinho o carro, vocês vão me xingar e afins?

  18. emilio

    28 de junho de 2012 at 8:29

    …… ooooo coisinha feia……..

  19. PKuster

    28 de junho de 2012 at 8:36

    A GM conseguiu a proeza de fabricar uma Van, misturando as horríveis linhas do Cobalt e do Agile.
    Claro, só podia dar no que deu: outra assombração !

  20. eva

    28 de junho de 2012 at 8:52

    Achei o carro bastante equilibrado, tendo uma frente imponente e uma traseira sóbria. O importante é que vai oferecer muito espaço (o que a Meriva não tem) por um preço acessível, relativamente. O desempenho, acredito, será adequado, sem nenhuma pretensão esportiva. Deve ser um carro confortável para ser dirigido com calma. Quanto à mecânica e consumo, digo que é um ótimo motor quanto a simplicidade e durabilidade, com muito torque em baixa rotação, proporcionando uma marcha confortável sem precisar ficar "esticando" (como os motores e-torq da Fiat). O consumo acompanha o porte e o tamanho do motor, apesar que deveria render mais que 108 cv.

  21. Felix_BSB

    28 de junho de 2012 at 9:16

    Esse carro já vem amassado de fábrica (na lateral)… Horroroso. Faz jus à "Família Adams" da GMB (Agile, Montana, Cobalt, etc.).

    • Rodrigo_LUSA

      28 de junho de 2012 at 10:31

      Tanto e verdade, que para mim o corsa hatch de 2002 e infinitamente mais armonioso que o Agile (o pior de todos).

  22. Bruno Franco

    28 de junho de 2012 at 9:32

    Falaram tanto em relação ao design do Cobalt e no entanto olha como vende, foi se não me engano o terceiro sedan mais vendido, pelo menos na minha cidade vejo muitos nas ruas, e até passei a olhá-lo com outro olhos. Vamos esperar pra ver.

  23. Danilo

    28 de junho de 2012 at 9:56

    Todo mundo fala mal, que é feia, motor porcaria e bla bla bla.. Mais ela vai ser líder de vendas, FATO!

    Brasileiro é assim, todo lançamento de carro, a maioria fala mal do modelo, que é feio, acabamento não vai ser legal, pouco espaço e um monte de defeitos, entretanto na primeira oportunidade, vai lá e compra o modelo. Sem dúvidas, Cruze SW e Focus SW bate nessa coisa aí em cima sobre rodas.. o problema é que quando vem pro Brasil, as versões SW não vendem nem a pau, e essa minivan vai ser o sustento da GMB no segmento.. pode apostar!

  24. Rodrigo_LUSA

    28 de junho de 2012 at 10:30

    Bons tempos da OPEL, não voltam mais..
    Que saudades do tempo que a gente tinha Vectra, Astra, Corsa de segunda geração, Meriva em sintonia com os similares vendidos na europa. Hoje so ficaráo essas monstros com cara esquisita, Quem agradece são os japoneses e Coreanos… Boa sorte GMB!!

  25. D7V5

    28 de junho de 2012 at 16:03

    Boa sorte Carplace.

  26. Fabricio

    28 de junho de 2012 at 16:11

    Frente da S10 e o resto do Jac J6.

    Simplismente HORIVEL

    • Red

      25 de novembro de 2012 at 18:21

      Horrível vc quis dizer!!!

  27. thiago

    1 de julho de 2012 at 8:34

    Os taxistas se deram mal! Esse carro é um DOWNGRADE da GMB…mas como aqui no Brasil qq lixo vende…nós, que reclamamos aqui, somos minoria…

  28. red

    25 de novembro de 2012 at 18:39

    Achei o carro horrível, até olhar mais de perto, gostei do acabamento, muito espaçosa, 6 cm mais alta a posição de dirigir do que seu irmão cobalt, mais a decisão para comprar foi quando fiz um teste drive, muito macia, por ser um carro alto – da impressão de um suv – achei que seria instável nas curvas, por isso forcei uma curva fechada, minha surpresa, a suspensão se adapta a manobra, cores claras por dentro, o que é muito bom pra um país subtropical, painel inovador – velocímetro digital e conta-giro analogico, bom conjunto de serie como abs – ebd, air-bags duplo dianteiro, trio elétrico, alarme tudo isso na lt – versão de entrada, e o ponto definitivo, o preço…
    as concorrentes – space – fox, parece um carro pequeno perto dela com, seus 760 litros de porta mala, spin tem mais itens de serie e é 1000 reais mais barata (versão de entrada).
    – livina – a de 5 lugares é carro pequeno perto dela, espaço interno é melhor na spin do que a grand livina, ( a opção 7 lugares da grand livina tem mais espaço nos dois ultimos bancos do que na spin – ambos acabamentos são bons).
    ideia – cabe dentro do porta mala da spin, que tem quase 5 m de comprimento.( idéia tem mais porta trecos do que spin! fácil resolver compre um armário e leve no porta mala da spin, (porque cabe).

    Sua motorização é o pecado da GMB, no entanto, manteve o torque, que é o mais necessário nesse carro, pois não é para velocidades altas, consecutivamente ele bebe mais em baixas rotações. ( como fazer um motor com menos emissão de co2, fazendo com que ele beba mais combustível?) . Só a GMB pode responder está? Diminuiu a emissão por quilometro rodado, mais ela gasta mais combustível por KM rodado!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>